FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Chegou o momento pelo qual o público do Centro Integrado de Cultura mais esperou no último um ano e meio: o CIC volta a abrir suas portas a partir desta sexta-feira, 1º de outubro de 2021. Já no primeiro dia será possível conferir exposição no Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC) e no Espaço das Oficinas de Arte, frequentar a Biblioteca de Arte e Cultura, tomar um café no Barió e até mesmo assistir a um espetáculo de sapateado no Teatro Ademir Rosa.

"Estamos vivendo um momento muito importante para a cultura de Santa Catarina, com investimentos expressivos e ações que visam à retomada de um setor tão afetado pela pandemia do coronavírus. A reabertura dos nossos espaços culturais vem para coroar essa nova fase", pontua Edinho Lemos, presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Para garantir a segurança de todos - público e colaboradores que trabalham no espaço - algumas medidas de prevenção serão adotadas para evitar o contágio pela Covid-19. Entre elas estão a obrigatoriedade do uso de máscaras durante todo o período em que estiverem dentro do espaço e a higienização constante das mãos com álcool em gel.

Até o fim do mês, está prevista ainda a reabertura do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), com nova exposição; do Cinema Gilberto Gerlach, com programação semanal; bem como o retorno das aulas das Oficinas de Arte. Todas as informações serão divulgadas no site da Fundação Catarinense de Cultura e páginas nas redes sociais.

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) teve papel fundamental na intermediação da parceria firmada na noite desta terça-feira (28) entre a Escola do Balé Bolshoi e a Escola de Samba Unidos da Coloninha, em Florianópolis. A iniciativa visa promover um curso online de seis meses e uma seletiva para que crianças com idades de 9 a 11 anos da comunidade, localizada na região continental da capital, possam estudar por oito anos em Joinville na única escola do tradicional balé fora da Rússia.

O projeto é uma contrapartida social acertada entre FCC e a Escola do Balé Bolshoi devido aos recursos recebidos pela instituição do norte do estado. No dia 28 de outubro, ocorrerá a pré-seleção dos candidatos e candidatas às vagas. Técnicos da Escola do Bolshoi analisarão critérios como flexibilidade, projeção cênica, postura e biotipo. As crianças não precisam ter conhecimento prévio de dança para participar. Depois, os selecionados participarão ainda de uma "peneira" nacional, nos dias 5 e 6 de novembro, na sede da escola em Joinville.

O Miscuta desta segunda-feira, 27 de setembro, tem a participação do músico Ricardo Seola. 

Fique bem, fique em casa e acompanhe o Miscuta!
Se precisar sair, use máscara e cuide-se!

Um estudo interdisciplinar desenvolvido pelo pesquisador Thiago Guimarães Costa, técnico do Laboratório de Materiais do Ateliê de Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis (Atecor) da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), foi publicado na Applied Radiation and Isotopes, uma das principais revistas científicas internacionais na área de ciência nuclear e tecnologia.

O artigo Cultural and technology elucidation of the Tupi-Guarani tradition through analysis of potsherds from Travessão do Rio Vermelho site (Santa Catarina - Brazil) by spectroscopy, SEM-EDS and chemometrics mostra o perfil químico de cerâmicas arqueológicas pré-coloniais encontradas nas cidades de Alfredo Wagner, na serra catarinense, e em Florianópolis, no litoral do estado. A pesquisa encontrou correlações entre os materiais de ambas as regiões, o que indica a possibilidade de que tenham sido transportadas por povos pretéritos. “Esta pesquisa representa uma contribuição que pode ser utilizada para elucidar alguns aspectos químicos e tecnológicos de fragmentos cerâmicos arqueológicos remanescentes da população que habitou a Ilha de Santa Catarina, além de auxiliar na promoção e salvaguarda do patrimônio cultural de nossa região”, explica o químico do Laboratório de Materiais do Atecor.

A pesquisa foi realizada em parceria com profissionais dos departamentos de Química e de Arqueologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), do Departamento de Química da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Departamento de Física da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP).

A Biblioteca Pública de Santa Catarina vai ampliar a partir da próxima segunda-feira (27) seu leque de serviços presenciais oferecidos aos usuários. Será possível usar o espaço físico da BPSC para leitura e estudo mediante agendamento prévio, conforme já ocorre com os empréstimos de obras do acervo e o atendimento a pesquisadores.

:: Formulário para agendamento do uso do espaço para leitura e estudo

Os agendamentos poderão ser feitos para horários entre 8h e 18h30, de segunda a sexta-feira. Estão suspensos trabalhos em grupos, oficinas, clube de leitura, contação de histórias, reuniões, entre outros que causem aglomeração, de forma presencial na Biblioteca.

Os usuários terão a temperatura aferida na entrada da Biblioteca e deverão usar máscara durante todo o período em que permanecerem no espaço. O usuário deverá retirar o número da mesa onde estará separado o material de leitura ou estudo.

Será permitido utilizar apenas o sanitário e bebedouros no andar onde a sua reserva foi feita (cada usuário deve ter sua garrafa ou copo). Após o uso dos materiais, eles devem ser deixados na mesa para que possa ser feita a higienização.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..