FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

O Museu Histórico de Santa Catarina participará da Hora do Planeta 2021, evento promovido pelo WWF-Brasil,  com um "apagão" de suas luzes entre as 20h30 e 21h30 do dia 27 de março (sábado). O evento convida pessoas em todo o mundo a apagarem as luzes por uma hora, em um ato que lembra a necessidade urgente de agir pelo nosso planeta.

A ideia de convocar as pessoas a apagarem as luzes durante uma hora surgiu em 2007, em Sidney, na Austrália, num esforço para chamar atenção para a mudança climática. Na ocasião, mais de 2,2 milhões de pessoas e 2 mil empresas aderiram à ideia. Hoje, já são milhões de pessoas, de 180 países, que participam deste movimento global, com o objetivo de conscientizar pessoas, governos e empresas sobre o desafio da crise climática, da perda de biodiversidade e sobre como todos nós podemos fazer algo para ser parte da solução.

Além da ação, ocorre também no dia 27 de março, a partir das 13h, o Festival Digital com mais de sete horas de programação. A transmissão ao vivo será pelo canal do WWF no YouTube, no Facebook e pela Ecoa-UOL. Saiba mais.

No Brasil, a Hora do Planeta acontece há 13 anos e, assim como em todo o mundo, famílias, escolas, empresas e governos são convidados a desligar as luzes de suas casas, prédios e monumentos.

::  Guia do Participante - Hora do Planeta 2021

Atendendo à Instrução Normativa SEA 002/2021, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) informa que o Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC), o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) e o Museu Etnográfico Casa dos Açores voltam a suspender visitas presenciais.

Atualização: A Galeria do Artesanato também não está abrindo ao público.

A medida é necessária porque a região da Grande Florianópolis encontra-se em nível de risco gravíssimo para a Covid-19. As visitas guiadas agendadas no Museu Histórico estão sendo desmarcadas.

 

Em reunião na tarde desta quarta-feira (10), a administração do Museu Histórico de Santa Catarina recebeu instruções da equipe do Escritório de Projetos de SC (Eproj) para inclusão do projeto de melhorias no Palácio Cruz e Sousa nas devidas plataformas de gestão. Participaram deste encontro, ainda, representantes da Caixa Econômica Federal e Secretaria de Estado da Administração.

As obras serão realizadas no elevador do Museu, restauro do vitral da Sala de Jantar e climatização do Palácio. Os recursos são oriundos de emenda parlamentar da Câmara Federal.

"Estamos felizes por ter recebido esta emenda e ansiosos para levar a reforma adiante e começar o quanto antes", comemora a administradora do Museu, Lena Peixer.

O Museu

Criado pela Lei Estadual nº 5.476, de 4 de outubro de 1978, o Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) está situado no Palácio Cruz e Sousa, no Centro de Florianópolis, desde 1986. O prédio foi construído em meados do século XVIII, época em que foi criada a Capitania da Ilha de Santa Catarina e nomeado seu primeiro governador, o brigadeiro José da Silva Paes. O objetivo era ser a nova "Casa de Governo".

Durante mais de um século, o Palácio passou por diversas modificações, até que na mudança republicana uma grande reforma (1894–1898) foi realizada, adquirindo as características arquitetônicas preservadas até o presente.
Em 1984, o prédio foi tombado como patrimônio histórico do Estado.

A partir da Pintura “Vista do Desterro” (1866), a equipe técnica do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) propõe a seguinte atividade interativa: 

"Envie uma foto ou desenho de uma paisagem de Florianópolis (ou da cidade que você mora) que retrate como ela é hoje". 

O quadro (foto) que inspirou a atividade interativa foi pintado pelo artista viajante alemão Joseph Bruggemann, que retratou de forma panorâmica a área central da cidade de Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis. A obra foi pintada em cima do Morro do Antão (atual Morro da Cruz).

As propostas (desenhos ou fotos) dos participantes devem ser encaminhadas ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até 15 de fevereiro de 2021.
As imagens, que devem estar na horizontal (paisagem), serão publicadas na página do MHSC no Facebook. Cada participante deve enviar apenas uma imagem.

 

Atualização: espaço temporariamente fechado.

O Museu Histórico de Santa Catarina, localizado no Palácio Cruz e Sousa, no centro de Florianópolis, reabre hoje, 19, para atendimento ao público externo mediante agendamento.

Serão feitas visitas guiadas com, no máximo, sete pessoas por grupo, a partir de um roteiro estabelecido que segue protocolos de segurança para evitar contágios por Covid-19.

O agendamento poderá ser feito das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, pelo telefone (48) 3665 6363. As visitas ocorrerão de terça a sexta, às 13h30, 14h30, 15h30 e 16h30, e aos sábados, às 10h30, 11h30 e às 13h. 

Os horários poderão ser marcados a partir desta terça-feira, 19 de janeiro. É importante destacar que não será permitido tocar ou manusear o acervo. Os visitantes deverão, obrigatoriamente, usar máscara e respeitar o distanciamento físico. O local terá álcool em gel à disposição do público. Antes de iniciar a visita guiada, será exibido um vídeo com orientações.

O acesso ao MHSC será por um dos portões em frente à Praça XV de Novembro.