FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Oficinas, shows, cursos, eventos variados de diversas formas de manifestação artística são o resultado dos mais de R$ 27 milhões investidos pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), e pelo Governo Federal no Edital da Lei Aldir Blanc SC em 2021. Agora, é a vez de a população ser beneficiada com as iniciativas que ocorrem de forma gratuita, nas modalidades online e presencial, por todo o Estado. A programação está sendo publicada à medida em que os proponentes contemplados no Edital enviam informações.

:: Confira a agenda de eventos 

Nesta edição, foram enviadas 2530 propostas culturais nas modalidades Experimentação Artística; Apresentação ou Evento Cultural; Oficina Cultural; e Licenciamento de Conteúdo Cultural para Difusão Online para o Edital. Os proponentes selecionados têm até o mês de abril de 2022 para executar os projetos contemplados com recursos da Lei Aldir Blanc em SC.

O sexto Miscuta de 2022 integra uma série de retrospectivas que lembram os convidados e convidadas que passaram pelo programa ao longo de 2021.

Mantenha o distanciamento, a higiene, use máscara e cuide-se!

Fique bem e acompanhe o Miscuta! 

O Prêmio Desterro – Festival de Dança de Florianópolis será realizado de 25 a 30 de janeiro, com programação no Teatro Ademir Rosa (TAR), anexo ao Centro Integrado de Cultura (CIC).

A 11ª edição vem marcada não só pelo retorno do maior palco de dança da Capital catarinense, mas também por ineditismos: é a primeira vez que será realizado durante o verão, pois sempre ocorreu entre os meses de agosto e setembro. Com a sede da mostra paralela no espaço de entretenimento do Floripa Airport, o Boulevard 14/32, uma nova região da cidade é contemplada pelo projeto cultural.

A agenda competitiva, distribuída em nove sessões nos seis dias, será a mais longa da história do festival. A premiação total de R$ 26.500 é a maior oferecida pela competição, bem como bolsas de estudos e audições para instituições e congressos nunca antes parceiros. Além disso, o mundo vive um panorama sanitário sem igual, o que interferiu em todo o planejamento do festival, inclusive a novidade da meia lotação permitida no teatro.

Neste ano, mais de 1.000 bailarinos de 118 grupos, companhias e escolas selecionados da Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo exibirão cerca de 500 coreografias, divididas nas duas mostras. São trabalhos de balé neoclássico, balé clássico de repertório, dança contemporânea, danças populares, danças urbanas, jazz e sapateado, assinados por 247 coreógrafos, dos eternizados pela história aos criadores atuais.

INGRESSOS

Obedecendo as normas sanitárias, serão disponibilizadas apenas 500 poltronas no Teatro Ademir Rosa (CIC), equivalente a 50% de sua capacidade de lotação, para a mostra competitiva. Os lugares são demarcados com distanciamento para todas as sessões:

25/1 – terça-feira

-15h: semifinais de dança contemporânea (solo e duo)

-19h: Grand Prix de Balé (1ª fase)

26/1 – quarta-feira

-19h: balé clássico de repertório, balé neoclássico e final de dança contemporânea (solo e duo)

27/1 – quinta-feira

-19h: dança contemporânea (conjunto júnior e conjunto adulto); final do Grand Prix de Balé

28/1 – sexta-feira

-15h: semifinais de jazz adulto (solo)

-19h: semifinais de jazz júnior (solo e duo); semifinal de jazz adulto (duo)

29/1 – sábado

-19h: jazz adulto (conjunto); final de jazz adulto (solo e duo)

30/1 – domingo

-16h: danças populares; sapateado

-19h: jazz júnior (conjunto); final de jazz júnior (solo e duo); danças urbanas

As entradas estão à venda exclusivamente no site www.blueticket.com.br: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NDmais e Clube NSC), R$ 25 (meia) e R$ 20 (bailarino participante do festival).

Para acessar a plateia é obrigatório o uso de máscaras e comprovação do esquema vacinal completo (duas doses) em adultos ou primeira dose em adolescentes de 12 a 17 anos.

As apresentações do Palco Aberto Comentado (mostra paralela) e as finais da Batalha de Danças Urbanas, entre os dias 27 e 30, no Floripa Airport, são gratuitas e abertas ao público.

 :: Confira a programação no site www.premiodesterro.com.br

PALCO ABERTO COMENTADO

O Palco Aberto Comentado, mostra paralela sem competição e comentada por um profissional convidado, ocupará pela primeira vez o Boulevard 14/32 – área de entretenimento, lazer e compras do Floripa Airport –, marcando a estreia da região Sul da cidade no mapa do Prêmio Desterro.

Entre os dias 27 e 30, mais de 200 coreografias selecionadas, de diferentes gêneros, serão exibidas por grupos e companhias do Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, sempre às 12h.

Selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021, o projeto Palco Aberto Comentado foi contemplado com recursos do Governo Federal e da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura (FCC).

Na estrutura do Aeroporto Internacional Hercílio Luz também será oferecida programação noturna, sempre às 19h. Nos dias 27 e 28, ocorre a ação “A Dança Está no Ar”, com apresentação de escolas de dança locais na primeira noite, sob curadoria do produtor do Prêmio Desterro, Daniel Pozzobon. Já as atrações da segunda noite serão academias integrantes do Nudança (Núcleo das Escolas de Dança da Associação Empresarial de Florianópolis/Acif). As duas últimas noites são reservadas às disputas da Batalha de Danças Urbanas, nas modalidades Hip Hop Freestyle e Breaking.

  :: Confira a programação no site www.premiodesterro.com.br.

BATALHA DE DANÇAS URBANAS

A Batalha de Danças Urbanas está de volta ao Prêmio Desterro. Criada em 2018, a competição foi realizada apenas uma vez, e agora ganha espaço privilegiado no festival. Dividida nas modalidades Breaking e Hip Hop Freestyle, as seletivas ocorrerão às 12h do dia 29, no Teatro Ademir Rosa (CIC), onde serão escolhidos 16 concorrentes em cada.

Pode participar qualquer dançarino, sem restrição. Basta efetuar a inscrição, gratuitamente, no mesmo dia, das 8h às 11h, no próprio local. As competições entre os selecionados estão agendadas para o palco do Boulevard 14/32, no Floripa Airport, às 19h: dia 29, sábado, Breaking; dia 30, domingo, Hip Hop Freestyle. O júri será composto por um time de profissionais de Santa Catarina: Vovo Uantpi (Criciúma), Rogério Ribeiro (Garopaba), Gui Fant (Florianópolis) e Xande Star Crew (Balneário Camboriú). O vencedor de cada modalidade receberá prêmio de R$ 1.000 em dinheiro.

WORKSHOPS

Foram programados 28 workshops para abranger diferentes gêneros de dança. As aulas ministradas por 14 professores de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e França ocorrerão de manhã e à tarde, em todos os dias do festival, no Espaço Desterro (Espaço Lindolf Bell), no CIC.

Cada aula dura 90 minutos e a matrícula custa R$ 70, exceto o workshop de dança contemporânea de Luiz Bongiovanni, no valor de R$ 100. As vagas são limitadas e abertas a todos os interessados, independentemente de estarem participando do festival. As inscrições devem ser feitas pelo site www.premiodesterro.com.br.

25/1 – terça-feira

-08h30 às 10h: balé clássico iniciante/intermediário, Priscila Yokoi (São Paulo)

-10h30 às 12h: dança contemporânea intermediário/avançado, Jorge Garcia (São Paulo)

-12h30 às 14h: dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte)

-14h30 às 16h: balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo)

-16h30 às 18h: balé clássico intermediário/avançado, Eta Spadari (Joinville/SC)

26/1 – quarta-feira

-08h30 às 10h: balé clássico iniciante/intermediário, Priscila Yokoi (São Paulo)

-10h30 às 12h:dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte)

-12h30 às 14h:balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo)

-14h30 às 16h: dança contemporânea intermediário/avançado, Luiz Bongiovanni (Curitiba)

-16h30 às 18h: balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC)

27/1 – quarta-feira

-08h30 às 10h: balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo)

-10h30 às 12h: dança contemporânea intermediário/avançado, Karina Collaço (Florianópolis)

-12h30 às 14h: balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC)

-17h às 18h30: dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte)

28/1 – sexta-feira

-10h30 às 12h: jazz iniciante/intermediário, Edy Wilson (São Paulo)

-12h30 às 14h: jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

-14h30 às 16h: balé clássico iniciante/intermediário, Larissa Araujo (Joinville/SC)

-16h30 às 18h: jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

29/1 – sábado

-08h30 às 10h: jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

-10h30 às 12h: jazz intermediário/avançado, Edy Wilson (São Paulo)

-12h30 às 14h: jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba)

-14h30 às 16h: balé clássico iniciante/intermediário, Larissa Araujo (Joinville/SC)

-16h30 às 18h: jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

30/1 – domingo

-08h30 às 10h: jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba)

-10h30 às 12h: sapateado intermediário, Kika Sampaio (São Paulo)

-12h30 às 14h: jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

-14h30 às 16h: danças urbanas intermediário, Juliana Kis (Paris/França)

-16h30 às 18h: jazz iniciante/intermediário, Edy Wilson (São Paulo)

APOIOS & PATROCÍNIOS

O 11° Festival de Dança de Florianópolis é uma realização da Secretaria Especial da Cultura/Governo Federal com organização do Instituto Cultural Desterro. Conta com o patrocínio da CGT Eletrosul, do BRDE, da Celesc Distribuição, da Videplast e da Teltec, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet); além do patrocínio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes/Prefeitura Municipal de Florianópolis e apoio da Bee The Change, da Fecoagro e da Jomani Corretora de Seguros, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura; como também o apoio institucional do Floripa Airport.

AGENDA DIÁRIA

25/1 – terça-feira

-08h30 às 10h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Priscila Yokoi (São Paulo). CIC: R$ 70

-10h30 às 12h: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Jorge Garcia (São Paulo). CIC: R$ 70

-12h30 às 14h: workshop dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte). CIC: R$ 70

-14h30 às 16h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo). CIC: R$ 70

-15h: mostra competitiva – semifinais dança contemporânea (solo e duo). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-16h30 às 18h: workshop balé clássico intermediário/avançado, Eta Spadari (Joinville/SC). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – Grand Prix de Balé (solo de repertório). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

26/1 – quarta-feira

-08h30 às 10h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Priscila Yokoi (São Paulo). CIC: R$ 70

-10h30 às 12h: workshop dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte). CIC: R$ 70

-12h30 às 14h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo). CIC: R$ 70

-14h30 às 16h: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Luiz Bongiovanni (Curitiba). CIC: R$ 100

-16h30 às 18h: workshop balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – balé clássico de repertório, balé neoclássico e finais dança contemporânea (solos e duos). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

27/1 – quarta-feira

-08h30 às 10h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Gisele Bellot (São Paulo). CIC: R$ 70

-10h30 às 12h: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Karina Collaço (Florianópolis). CIC: R$ 70

-12h: Palco Aberto Comentado – Marcela Benvegnu (São Paulo). Floripa Airport: gratuito

-12h30 às 14h: workshop balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC). CIC: R$ 70

-14h: audição OU School of Dance (Universidade de Oklahoma/EUA). CIC: fechada ao público

-17h às 18h30: workshop dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Belo Horizonte). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – dança contemporânea (conjunto júnior e adulto) e final Grand Prix de Balé (solo de repertório e de neoclássico). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-19h: ação A Dança Está no Ar – escolas locais. Floripa Airport: gratuito

28/1 – sexta-feira

-10h30 às 12h: workshop jazz iniciante/intermediário, Edy Wilson (São Paulo). CIC: R$ 70

-12h: Palco Aberto Comentado – Alan Keller (Belo Horizonte). Floripa Airport: gratuito

-12h30 às 14h: workshop jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). CIC: R$ 70

-14h30 às 16h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Larissa Araujo (Joinville/SC). CIC: R$ 70

-15h: mostra competitiva – semifinais jazz adulto (solo). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-16h30 às 18h: workshop jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – semifinal jazz adulto (duo) e semifinal jazz júnior (solo e duo). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival).

-19h: ação A Dança Está no Ar – academias do Nudança/Acif. Floripa Airport: gratuito

29/1 – sábado

-08h30 às 10h: workshop jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). CIC: R$ 70

-10h30 às 12h: workshop jazz intermediário/avançado, Edy Wilson (São Paulo). CIC: R$ 70

-12h: Batalha de Danças Urbanas – seletivas Breaking e Hip Hop Freestyle. CIC: fechada ao público

-12h: Palco Aberto Comentado – Marcela Benvegnu (São Paulo). Floripa Airport: gratuito

-12h30 às 14h: workshop jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba). CIC: R$ 70

-14h30 às 16h: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Larissa Araujo (Joinville/SC). CIC: R$ 70

-16h30 às 18h: workshop jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – jazz adulto (conjunto) e final jazz adulto (solo e duo). CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-19h: Batalha de Danças Urbanas – Breaking. Floripa Airport: gratuito

30/1 – domingo

-08h30 às 10h: workshop jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba). CIC: R$ 70

-10h30 às 12h: workshop sapateado intermediário, Kika Sampaio (São Paulo). CIC: R$ 70

-12h: Palco Aberto Comentado – Edy Wilson (São Paulo). Floripa Airport: gratuito

-12h30 às 14h: workshop jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). CIC: R$ 70

-14h30 às 16h: workshop danças urbanas intermediário, Juliana Kis (Paris/França). CIC: R$ 70

-16h: mostra competitiva – sapateado e danças populares. CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-16h30 às 18h: workshop jazz iniciante/intermediário, Edy Wilson (São Paulo). CIC: R$ 70

-19h: mostra competitiva – jazz júnior (conjunto), final jazz júnior (solo e duo) e danças urbanas. CIC: R$ 50 (inteira), R$ 40 (Clube NSC e Clube NDmais), R$ 25 (meia) e R$ 20 (participante do festival)

-19h: Batalha de Danças Urbanas – Hip Hop Freestyle. Floripa Airport: gratuito

Prêmio Desterro online:

Site: www.premiodesterro.com.br

Facebook: facebook.com/festivaldedanca

Instagram: @premiodesterro

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Prêmio Desterro

 

Área

Criado pelo trio de humoristas Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna (os Barbixas), Improvável é um espetáculo de improvisação teatral onde as cenas são criadas na hora, a partir das ideias da plateia. O espetáculo surgiu em 2007 e é baseado no formato de jogos de improviso, no qual um mestre de cerimônias apresenta as regras e escolhe um tema sugerido pela plateia, levando os atores a improvisar cenas sem nenhuma preparação prévia.

Além das colaborações da plateia, o Improvável conta com atores convidados todas as semanas, o que faz dele um espetáculo completamente novo a cada quinta. Muitos nomes do humor nacional e internacional já se apresentaram com a Cia Barbixas, como Fábio Porchat, Marco Luque, Rafinha Bastos, Oscar Filho, Marianna Armellini, Maurício Meireles, Gustavo Miranda (Colômbia), Jose Luiz Saldanha (México), Mario Bomba (Portugal), César Mourão (Portugal), entre outros. 

Serviço:

O quê: Improvável
Quando: 22/01/2022, às 18h e 21h; 23/01/2022, às 17h e às 20h
Onde: Teatro Ademir Rosa - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
À venda no site Blueticket
Classificação indicativa: 14 anos

As inscrições para o 11º Salão Nacional Victor Meirelles encerraram nesta quinta-feira (20) com 560 propostas enviadas.

Criado em 1993 e voltado às artes visuais, o concurso realizado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) tem valor total de R$ 215 mil. As duas obras melhor colocadas receberão, ainda, R$ 20 mil cada pela aquisição. Serão contempladas proposições de trabalhos artísticos nas modalidades de Desenho, Escultura, Fotografia, Gravura, Instalação, Objeto, Performance, Pintura, Videoarte, outras mídias contemporâneas e novas tecnologias.

Dúvidas e/ou pedidos de informações devem ser enviados exclusivamente pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

:: Confira o cronograma das próximas etapas: 

- Resultado da admissibilidade:
Até dia 28/01/2022
- Prazo para recursos sobre a admissibilidade:
Entre a 00h01 de 29/01/2022 até as 23h59 do dia 04/02/2022
- Resultado da análise dos recursos:
Até dia 11/02/2022
- Resultado da avaliação Comissão de Autônoma de Seleção (CAS):
Até dia 26/02/2022
- Resultado final:
Até dia 28/02/2022
- Período de entrega dos trabalhos:
De 01/03//2022 até dia 14/03/2021

:: Clique aqui para acessar a plataforma do edital

Sobre Victor Meirelles

O SNVM homenageia o artista catarinense Victor Meirelles de Lima, nascido em Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, em 1832 e falecido no Rio de Janeiro, em 1903. Foi pintor, desenhista e professor. Estudou na Academia Imperial de Belas Artes, na cidade do Rio de Janeiro. Em Paris, pintou sua obra mais conhecida “Primeira Missa no Brasil”, exposta pela primeira vez no Salão de Paris, de 1861.