FCC  Facebook Twitter Youtube instagram fcc

Marca GOV 110px

O Prêmio Desterro – 13° Festival de Dança de Florianópolis será realizado de 17 a 25 de fevereiro, no Centro Integrado de Cultura (CIC), com a participação prevista de 1.507 bailarinos do Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Paraguai.

     Pertencentes a 129 academias, escolas, grupos e companhias, eles apresentarão no Teatro Ademir Rosa 637 coreografias – entre balé clássico de repertório, balé neoclássico, dança contemporânea, danças populares, danças urbanas, estilo livre, jazz e sapateado – criadas, repostas ou adaptadas por 280 coreógrafos.

     Do total, 496 trabalhos concorrerão às premiações da Mostra Competitiva em 14 sessões. Outros 141 serão exibidos em dois horários específicos na Cena Comentada, mostra paralela sem avaliação de jurados, mas com análise de um profissional convidado.

    A competição também irá para fora do teatro, com a Batalha de Danças Urbanas, que volta à programação do evento, após dois anos, no último dia do festival, ocupando o Espaço Lindolf Bell.

     A soma de todas os prêmios em dinheiro possíveis chega a R$ 39.400, o maior valor de sua história. Além disso, os bailarinos poderão ser contemplados com brindes, bolsas de estudo, inscrições, intercâmbios, vivências e cursos em instituições e eventos parceiros no Brasil, Alemanha, Canadá e Peru.

     A agenda, a mais extensa de todas as edições do festival, inclui também uma oficina especial no Teatro Ademir Rosa e 35 workshops no Espaço Lindolf Bell, ministrados por 18 profissionais do Brasil, Alemanha, Canadá e Estados Unidos.

   O Prêmio Desterro 2024 tem apoio da Cassol, Dominik Metal Center, Havan e Schulz Compressores, por meio do Programa de Incentivo à Cultura de Santa Catarina (PIC)/Fundação Catarinense de Cultura; Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Celesc, Quantum Engenharia e Grupo Koch, sob os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet)/Ministério da Cultura; CSC Engenharia, Fecoagro e Jomani Corretora de Seguros, por intermédio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura/Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes.

PREMIAÇÃO

     Os três primeiros colocados por pontuação nos subgêneros solo feminino, solo masculino, duo e conjunto, nas categorias júnior e adulto, dos gêneros balé clássico de repertório, balé neoclássico, danças populares, danças urbanas, jazz e sapateado serão anunciados ao fim de cada sessão e receberão troféus.

     A dança contemporânea, na qual não há distinção de sexo para os solos, é avaliada de maneira diferente. Em vez de pontuação, os critérios para premiar com troféus ao final de cada bateria são a melhor concepção coreográfica, o melhor desempenho cênico e a melhor inovação e experimentação.

   Os vencedores do Grand Prix (avaliação de solos e duos em duas fases, quando a comissão organizadora considerar necessária) ganharão, além do troféu, uma camiseta exclusiva do Grand Prix, isenção de taxa de curso e de taxa de inscrição com vaga garantida para a próxima edição do festival.

     Os melhores trabalhos de balé clássico de repertório, balé neoclássico, danças populares, danças urbanas, jazz e sapateado de todo o evento, na opinião dos jurados, ganharão R$ 2.000. Já a melhor concepção coreográfica, o melhor desempenho cênico e a melhor inovação e experimentação em dança contemporânea levarão R$ 800 cada um.

     A critério da direção do festival, uma premiação de R$ 500 poderá ser concedida a outra coreografia de destaque em cada um dos sete gêneros competitivos.

     O prêmio ao melhor bailarino e à melhor bailarina será de R$ 1.500. O melhor coreógrafo do festival embolsará R$ 2.000.

     Todos os participantes poderão ser indicados ao Prêmio Destaque, de R$ 3.000, outorgado a um bailarino, grupo, escola, figurinista, ensaiador, coreógrafo ou conjunto de obra que tenha se evidenciado.

     O grande campeão do Prêmio Desterro ganhará R$ 10.000.

VAGAS E PARCERIAS

     Os primeiros colocados em cada gênero/subgênero/categoria terão vaga garantida para se apresentar na edição seguinte do Prêmio Desterro, podendo inscrever coreografia de igual combinação, sem necessidade de passar pelo processo seletivo.

     Além disso, serão ofertados a bailarinos que venham a se destacar no evento:

- Um intercâmbio com ajuda de custo mensal no Goh Ballet Youth Company, em Vancouver (Canadá)

- Um intercâmbio na Dance Novella Company, em Vancouver (Canadá)

- Um intercâmbio no Ballet Dortmund, em Dortmund (Alemanha)

- Quatro bolsas de estudos para o Dresden Easter Dance, em Dresden (Alemanha)

- Quatro bolsas de estudos para o Dresden Summer Dance, em Dresden (Alemanha)

- Uma vaga na competição de danças urbanas Dyus Kay, em Lima (Peru)

- Uma bolsa de estudos para o 16° Congresso Internacional de Jazz Dance no Programa Beginners, em Indaiatuba (SP)

- Duas bolsas de estudos para o Super Workshop do FIH2 2024, em Curitiba.

- Duas bolsas de estudos para o Tap in Fest, em Presidente Prudente (SP)

- Uma residência artística com ajuda de custo na Anacã Companhia de Dança, em São Paulo

- Duas vivências para bailarinos, durante uma semana, na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville (SC)

- Um curso “Metodologia Vaganova Bolshoi Brasil” – 1° ano (online), para professores

- Um par de sapatos Capezio 1887, modelo Roxy

SELEÇÃO E AVALIAÇÃO

     A comissão selecionadora foi composta pelos profissionais de dança Alexander Pshenitsyn, de Moscou; Ariate Costa, Nayla Ramos e Willian Almeida, de Joinville (SC); Edson Santos, de Guarulhos (SP); Emaline Laia, de Belo Horizonte; Filipi Ursão, de Niterói (RJ); e Luiz Oliveira, de São Paulo; com parecer do diretor artístico do festival e diretor-geral da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (ETBB), Pavel Kazarian.

     Já a comissão julgadora será composta por 24 membros, que se dividirão em bancas específicas para cada gênero avaliado:

17/2 – sábado

- Danças populares: Denys Nevidomyy (Joinville/SC), Nayla Ramos (Joinville/SC) e Simone Fortes (Florianópolis)

- Sapateado: Marina Coura (Florianópolis), Renata Godoy (Penha/SC) e Sylvana Albuquerque (Joinville/SC)

- Balé clássico de repertório: Adriana Assaf (São Paulo), Larissa Araújo (Joinville/SC) e Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha)

 

18/2 – domingo

- Balé clássico de repertório: Maikon Golini (Joinville/SC), Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha) e Patricia Otto (Curitiba)

- Balé neoclássico: Adriana Assaf (São Paulo), Fernando Coelho (Dresden/Alemanha) e Isabela Maylart (São Paulo)

19/2 – segunda-feira

- Balé clássico de repertório: Adriana Assaf (São Paulo), Fernando Coelho (Dresden/Alemanha) e Patricia Otto (Curitiba)

- Balé neoclássico: Fernando Coelho (Dresden/Alemanha), Isabela Maylart (São Paulo) e Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha)

21/2 – quarta-feira

- Dança contemporânea: Alan Keller (Sete Lagoas/MG), Karina Collaço (Florianópolis) e Mônica Proença (Vancouver/Canadá)

22/2 – quinta-feira

- Jazz: Ashlé Dawson (Nova York/EUA), Eliane Fetzer (Curitiba) e Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

- Dança contemporânea: Alan Keller (Sete Lagoas/MG), Eliane Fetzer (Curitiba) e Mônica Proença (Vancouver/Canadá)

23/2 – sexta-feira

- Jazz: Ashlé Dawson (Nova York/EUA), Erika Novachi (Indaiatuba/SP) e Julia Meirelles (Curitiba)

- Dança contemporânea: Alan Keller (Sete Lagoas/MG), Erika Rosendo (Garuva/SC) e Mônica Proença (Vancouver/Canadá)

24/2 – sábado

- Jazz: Ashlé Dawson (Nova York/EUA), Edy Wilson (São Paulo) e Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

25/2 – domingo

- Danças urbanas: Ashlé Dawson (Nova York/EUA), Guiga de Souza (Curitiba) e Octávio Nassur (Curitiba)

- Jazz: Ashlé Dawson (Nova York/EUA), Erika Novachi (Indaiatuba/SP) e Octávio Nassur (Curitiba)

CENA COMENTADA

   Implantada em 2023, a Cena Comentada é uma mostra paralela que dá oportunidade a bailarinos e coreógrafos de exibirem seus trabalhos no mesmo espaço e com igual estrutura da Mostra Competitiva, o Teatro Ademir Rosa, porém sem avaliação. Nesta modalidade cabem também criações em estilo livre.

     As 141 coreografias inscritas especificamente para este fim serão analisadas por profissionais convidados, e terão chance de ganhar vaga sem seleção para competir na próxima edição do festival. Os comentaristas serão Fernando Coelho, de Dresden (Alemanha), no dia 20; e Edy Wilson, de São Paulo, no dia 24.

INGRESSOS

     As 14 sessões da Mostra Competitiva ocorrerão nos dias 17, 18 e 19, às 16h e 19h; dia 21, às 19h; dias 22 e 23, às 15h e 19h; dia 24, às 19h; e dia 25, às 16h e 19h; no Teatro Ademir Rosa.

     Já a Cena Comentada – mostra paralela sem avaliação, mas com análise de um profissional convidado – será apresentada no mesmo espaço, em duas sessões: dia 20, às 19h; e dia 24, às 15h.

     O ingresso da Mostra Competitiva custa R$ 10 (valor único promocional), e já pode ser adquirido no site Blueticket. Durante o evento, do dia 17 ao 25, também estarão à venda na bilheteria do CIC. A entrada para a Cena Comentada é gratuita, e deverá ser obtida da mesma forma, via online ou no local, a partir do dia 15. As 906 poltronas não são numeradas.

PONTOS DE VENDA

*Site Blueticket

*Bilheteria do CIC (17 a 25/2) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, n° 5.600, Agronômica. (48) 3664-2628

PROGRAMA

17/2 – sábado

- 16h: Mostra Competitiva – danças populares e sapateado

- 19h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: semifinais do Grand Prix de solo feminino júnior e solo feminino adulto

18/2 – domingo

- 16h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: conjunto júnior, duo adulto, solo feminino adulto (final do Grand Prix) e masculino adulto

- 19h: Mostra Competitiva – balé neoclássico: conjunto adulto, duo adulto e solo feminino júnior (semifinais do Grand Prix)

19/2 – segunda-feira

- 16h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: conjunto adulto, duo júnior, solo feminino júnior (final do Grand Prix) e solo masculino júnior

- 19h: Mostra Competitiva – balé neoclássico: conjunto júnior, solo masculino júnior, solo masculino adulto, solo feminino júnior (final do Grand Prix) e solo feminino adulto

20/2 – terça-feira

- 19h: Cena Comentada – gêneros diversos

21/2 – quarta-feira

- 19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: solo adulto (semifinais do Grand Prix), solo júnior (semifinais do Grand Prix) e duo júnior

22/2 – quinta-feira

- 15h: Mostra Competitiva – jazz: solo feminino júnior (semifinais do Grand Prix), solo masculino júnior, duo júnior e duo adulto

- 19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: conjunto júnior, duo adulto e solo júnior (final do Grand Prix)

23/2 – sexta-feira

- 15h: Mostra Competitiva – jazz: solo feminino adulto (semifinais do Grand Prix), solo masculino adulto (semifinais do Grand Prix) e solo feminino júnior (final do Grand Prix),

- 19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: conjunto adulto e solo adulto (final do Grand Prix)

24/2 – sábado

- 14h: Cena Comentada – gêneros diversos

- 19h: Mostra Competitiva – jazz: conjunto júnior, solo feminino adulto (final do Grand Prix) e solo masculino adulto (final do Grand Prix)

25/2 – domingo

- 16h: Mostra Competitiva – danças urbanas: conjunto júnior, conjunto adulto, duo adulto e solo feminino adulto

- 19h: Mostra Competitiva – jazz: conjunto adulto

BATALHA DE DANÇAS URBANAS

     Realizada somente nas edições de 2018 e 2022, a Batalha de Danças Urbanas voltou à programação do Prêmio Desterro. A competição, na modalidade hip hop freestyle, ocorrerá no Espaço Lindolf Bell.

     As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas na secretaria do festival, no CIC, a partir das 15h do dia 25, data em que a disputa será realizada. As apresentações de dançarinas e dançarinos, sem divisão por sexo, iniciarão logo após o encerramento da Mostra Competitiva, no Teatro Ademir Rosa, à noite.

     Na primeira etapa, todos os inscritos se exibirão individualmente, sendo 16 deles selecionados para prosseguirem. Depois, divididos em duas chaves de quatro duplas, os candidatos competirão entre si. Destes, somente oito continuarão duelando pelas quatro vagas da semifinal. Em seguida, feitas as batalhas entre os quatro concorrentes restantes, os jurados apontarão dois para disputarem os 3° e 4° lugares e dois para a etapa final, quando serão conhecidos os 1° e 2° melhores dançarinos.

     Os três primeiros colocados receberão, respectivamente, R$ 2.000, R$ 1.000 mil e R$ 500. O campeão também estará automaticamente garantido no top 32 do Dyus Kay, evento competitivo de danças urbanas, que ocorrerá em junho deste ano, em Lima, no Peru.

     Os selecionadores serão os coreógrafos Neguinhasoul, de Criciúma (SC); Vovô Uantpi, de Forquilhinha (SC); e Yuri Nagashi, de Florianópolis; que também formarão o júri. Sandrinho, dos grupos Nostrink Crew e Tribo Uantpi, comandará o som como DJ de todas as etapas, além de coordenar a competição.

     O acesso ao público será gratuito.

WORKSHOPS

     Uma equipe de 17 profissionais de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Alemanha, Canadá e Estados Unidos ministrarão 35 workshops, entre os dias 17 e 25, no Espaço Lindolf Bell.

     São aulas práticas de balé clássico, dança contemporânea, danças urbanas (boogaloo, hip hop e popping), FitDance e jazz, com 90 minutos de duração cada uma, nos turnos da manhã, da tarde e da noite.

     Três delas serão gratuitas: duas de FitDance, com Magno Dutra; e uma de danças urbanas (popping e boogaloo), com Sandrinho. As demais têm taxas com valores decrescentes: uma aula, R$ 110; duas aulas, R$ 100 cada; três ou mais aulas, R$ 80 cada.

     Com vagas limitadas, as inscrições devem ser feitas no site premiodesterro.com.br, exceto para as aulas gratuitas, que abrirão somente no dia e no local.

17/2 – sábado

- 13h às 14h30: FitDance, Magno Dutra (Florianópolis)

- 15h às 16h30: balé clássico intermediário/avançado, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha)

- 17h às 18h30: balé clássico intermediário/avançado, Adriana Assaf (São Paulo)

18/2 – domingo

-   9h às 10h30: balé clássico iniciante/intermediário, Patricia Otto (Curitiba)

- 11h às 12h30: balé clássico intermediário/avançado, Adriana Assaf (São Paulo)

- 13h às 14h30: balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC)

- 15h às 16h30: balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha)

- 17h às 18h30: balé clássico intermediário/avançado, Isabela Maylart (São Paulo)

19/2 – segunda-feira

-   9h às 10h30: balé clássico iniciante/intermediário, Adriana Assaf (São Paulo)

- 11h às 12h30: balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha)

- 13h às 14h30: balé clássico intermediário/avançado, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha)

- 15h às 16h30: balé clássico intermediário/avançado, Isabela Maylart (São Paulo)

20/2 – terça-feira

- 14h às 15h30: balé clássico iniciante/intermediário, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha)

- 16h às 17h30: balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha)

21/2 – quarta-feira

- 14h às 15h30: dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Sete Lagoas/MG)

- 16h às 17h30: dança contemporânea intermediário/avançado, Mônica Proença (Vancouver/Canadá)

22/2 – quinta-feira

- 11h às 12h30: jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

- 13h às 14h30: jazz lírico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA)

- 15h às 16h30: dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Sete Lagoas/MG)

- 17h às 18h30: dança contemporânea intermediário/avançado, Mônica Proença (Vancouver/Canadá)

23/2 – sexta-feira

-   9h às 10h30: jazz intermediário/avançado, Eliane Fetzer (Curitiba)

- 11h às 12h30: jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

- 13h às 14h30: jazz clássico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA)

- 15h às 16h30: dança contemporânea intermediário/avançado, Erika Rosendo (Garuva/SC)

- 17h às 18h30: dança contemporânea intermediário/avançado, Alan Keller (Sete Lagoas/MG)

24/2 – sábado

-   9h às 10h30: latin jazz intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA)

- 11h às 12h30: jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba)

- 13h às 14h30: jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

- 15h às 16h30: jazz clássico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA)

- 17h às 18h30: danças urbanas (popping e boogaloo), Sandrinho (Florianópolis)

- 19h às 20h30: FitDance, Magno Dutra (Florianópolis)

25/2 – domingo

-   9h às 10h30: jazz intermediário/avançado, Edy Wilson (São Paulo)

- 11h às 12h30: hip hop intermediário/avançado, Guiga de Souza (Curitiba)

- 13h às 14h30: jazz lírico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA)

- 15h às 16h30: jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP)

OFICINA

     No dia 17, das 10h às 12h, no palco do Teatro Ademir Rosa, a diretora e coreógrafa Analu Ciscato e a Companhia de Dança Lápis de Seda, formada por pessoas com e sem deficiência, darão a oficina “Acessibilidade na Dança”.

     No encontro, patrocinado pela Lei Paulo Gustavo, o grupo de Florianópolis compartilhará a metodologia de trabalho e pesquisa que prioriza o indivíduo, introduzindo bases do fazer artístico a fim de possibilitar o acesso à arte e à cultura, como integrante ativo – e, por consequência, promover o desenvolvimento físico, cognitivo, emocional e social da pessoa com deficiência por meio da dança.

     Podem participar dançarinos, professores, educadores e público em geral, se inscrevendo gratuitamente no local.

AGENDA DIÁRIA

17/2 – sábado

- 10h às 12h: oficina “Acessibilidade na Dança”, Analu Ciscato e Companhia de Dança Lápis de Seda (Florianópolis). Teatro Ademir Rosa: gratuito

- 13h às 14h30: workshop FitDance, Magno Dutra (Florianópolis). Espaço Lindolf Bell: gratuito

- 15h às 16h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h: Mostra Competitiva – danças populares e sapateado. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 17h às 18h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Adriana Assaf (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 19h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: semifinais do Grand Prix de solo feminino júnior e solo feminino adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

18/2 – domingo

-   9h às 10h30: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Patricia Otto (Curitiba). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 11h às 12h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Adriana Assaf (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Maikon Golini (Joinville/SC). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h às 16h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: conjunto júnior, duo adulto, solo feminino adulto (final do Grand Prix) e masculino adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 17h às 18h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Isabela Maylart (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 19h: Mostra Competitiva – balé neoclássico: conjunto adulto, duo adulto e solo feminino júnior (semifinais do Grand Prix). Teatro Ademir Rosa: R$ 10

19/2 – segunda-feira

-   9h às 10h30: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Adriana Assaf (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 11h às 12h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h às 16h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Isabela Maylart (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h: Mostra Competitiva – balé clássico de repertório: conjunto adulto, duo júnior, solo feminino júnior (final do Grand Prix) e solo masculino júnior. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 19h: Mostra Competitiva – balé neoclássico: conjunto júnior, solo masculino júnior, solo masculino adulto, solo feminino júnior (final do Grand Prix) e solo feminino adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

20/2 – terça-feira

- 14h às 15h30: workshop balé clássico iniciante/intermediário, Nine Ricciardi (Dortmund/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h às 17h30: workshop balé clássico intermediário/avançado, Fernando Coelho (Dresden/Alemanha). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

-19h: Cena Comentada – gêneros diversos. Teatro Ademir Rosa: gratuito

21/2 – quarta-feira

- 14h às 15h30: workshop dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Sete Lagoas/MG). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h às 17h30: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Mônica Proença (Vancouver/Canadá). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

-  19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: solo adulto (semifinais do Grand Prix), solo júnior (semifinais do Grand Prix) e duo júnior. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

22/2 – quinta-feira

- 11h às 12h30: workshop jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop jazz lírico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h às 16h30: workshop dança contemporânea iniciante/intermediário, Alan Keller (Sete Lagoas/MG). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h: Mostra Competitiva – jazz: solo feminino júnior (semifinais do Grand Prix), solo masculino júnior, duo júnior e duo adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 17h às 18h30: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Mônica Proença (Vancouver/Canadá). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: conjunto júnior, duo adulto e solo júnior (final do Grand Prix). Teatro Ademir Rosa: R$ 10

23/2 – sexta-feira

-   9h às 10h30: workshop jazz intermediário/avançado, Eliane Fetzer (Curitiba). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 11h às 12h30: workshop jazz iniciante/intermediário, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop jazz clássico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h às 16h30: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Erika Rosendo (Garuva/SC). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h: Mostra Competitiva – jazz: solo feminino adulto (semifinais do Grand Prix), solo masculino adulto (semifinais do Grand Prix) e solo feminino júnior (final do Grand Prix). Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 17h às 18h30: workshop dança contemporânea intermediário/avançado, Alan Keller (Sete Lagoas/MG). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 19h: Mostra Competitiva – dança contemporânea: conjunto adulto e solo adulto (final do Grand Prix). Teatro Ademir Rosa: R$ 10

24/2 – sábado

-   9h às 10h30: workshop latin jazz intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 11h às 12h30: workshop jazz iniciante/intermediário, Julia Meirelles (Curitiba). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 14h: Cena Comentada – gêneros diversos. Teatro Ademir Rosa: gratuito

- 15h às 16h30: workshop jazz clássico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 17h às 18h30: workshop danças urbanas (popping e boogaloo), Sandrinho (Florianópolis). Espaço Lindolf Bell: gratuito

- 19h às 20h30: workshop FitDance, Magno Dutra (Florianópolis). Espaço Lindolf Bell: gratuito

- 19h: Mostra Competitiva – jazz: conjunto júnior, solo feminino adulto (final do Grand Prix) e solo masculino adulto (final do Grand Prix). Teatro Ademir Rosa: R$ 10

25/2 – domingo

-   9h às 10h30: workshop jazz intermediário/avançado, Edy Wilson (São Paulo). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 11h às 12h30: workshop hip hop intermediário/avançado, Guiga de Souza (Curitiba). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 13h às 14h30: workshop jazz lírico intermediário/avançado, Ashlé Dawson (Nova York/EUA). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 15h às 16h30: workshop jazz intermediário/avançado, Erika Novachi (Indaiatuba/SP). Espaço Lindolf Bell: R$ 80 a R$ 110

- 16h: Mostra Competitiva – danças urbanas: conjunto júnior, conjunto adulto, duo adulto e solo feminino adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

- 19h: Mostra Competitiva – jazz: conjunto adulto. Teatro Ademir Rosa: R$ 10

-  Após Mostra Competitiva: Batalha de Danças Urbanas. Espaço Lindolf Bell: gratuito

Prêmio Desterro

Site: www.premiodesterro.com.br

Instagram: @premiodesterro

O comediante curitibano Afonso Padilha apresenta o show da turnê "Ninguém se Importa" em duas sessões no palco do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), no próximo dia 14 de fevereiro. A primeira sessão começa às 19h e a segunda, às 21h30. Há poucos ingressos disponíveis para venda no  site Blueticket.

Padilha começou no Stand Up Comedy no fim do ano de 2009 fazendo open mic. Em 2011 entrou como convidado fixo do grupo Santa Comédia (primeiro grupo de stand up do sul do Brasil formado por Léo Lins, Fábio Lins e Marco Zenni) e começou a viajar pelo Brasil participando dos melhores shows do circuito. Participou dos maiores festivais de comédia do país: Risológico, Risorama, Risadaria e Virada Cultural paulista - palco stand up. 

Foi considerado um dos humoristas revelações em 2012. Passou pelo programa Tudo é Possível, da Ana Hickman, como quinto elemento e posteriormente como jurado no concurso de comédia. Participou ainda do programa Agora é Tarde, do Danilo Gentili.Afonso também já foi roteirista do Porta dos Fundos e Comedy Central. 

Como autor tem três peças escritas, duas encenadas: "Eu te odeio, meu amor" e "Até que o casamento nos separe", ambas feitas no festival de teatro de 2012. 

Classificação indicativa: 16 anos

 
 
 

Na próxima quarta-feira (6), às 20h, o Teatro Ademir Rosa no Centro Integrado de Cultura (CIC) recebe show em homenagem ao grupo Abba, ao cantor Elvis Presley e ao trio Bee Gees. O espetáculo faz uma viagem aos anos 50, 60 e 70. Um encontro épico, de três grandes tributos da Argentina, considerados os melhores do gênero.

Quem abre a noite é o cover/tributo ABBA da Argentina, que irá interpretar os clássicos marcantes da Agnetha Fältskog, Anni-Frid Lyngstad, Björn Ulvaeus e Benny Andersson. A performance inclui figurinos e coreografias, em perfeita harmonia vocal e instrumental, recriada do original ABBA.

Em seguida, o tributo Bee Gees da Argentina, que está há mais de vinte anos interpretando os sucessos do grupo original, com vozes ao vivo, figurinos marcantes e fiéis, representando em grande estilo os maiores clássicos dos irmãos Gibb.

E para fechar a noite, quem sobe ao palco é o cover/tributo ao Elvis Presley, da Argentina, com figurinos marcantes e fiéis, backing vocals ao vivo e harmonia instrumental, representando em grande estilo os maiores clássicos do ícone Elvis Presley. 

Ingressos à venda no site Portal Ticket

Classificação: Livre

Com quase todos os ingressos vendidos, a Camerata Florianópolis leva ao palco do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), um de seus primeiros espetáculos do ano: Marley in Camerata. A apresentação será no dia 3 de fevereiro, sábado, às 20h30. 
 
Um grande sucesso de público da Camerata Florianópolis, o espetáculo presta homenagem ao maior ícone da cultura jamaicana, Bob Marley. Sob regência do maestro Jeferson Della Rocca, além dos músicos da Camerata, o espetáculo conta com a participação da banda Congah. Os arranjos musicais foram elaborados pelo compositor Alberto Heller e a produção é de Maria Elita Pereira.
 
Classificação indicativa: livre
Ingressos à venda no site Blueticket ou na sede da Camerata Florianópolis (Rua Joe Colaço, n.708 - Santa Mônica). 
 

Atualização: ingressos esgotados.

O musical "Into the Woods, Pela Floresta" terá cinco sessões entre os dias 26 e 31 de janeiro (exceto no dia 29), às 20h, no palco do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). O espetáculo é produzido pela Marquee Productions Florianópolis com direção geral de Rodrigo Marques, acompanhado da Camerata Florianópolis sob regência de maestro Jeferson Della Rocca e produção executiva de Maria Elita e G3 Entretenimento com o apoio do Programa de Incentivo à Cultura (PIC).

O mundo do teatro musical fascina os espectadores há mais de 150 anos. Quando juntamos este maravilhoso mundo de música, canto e dança ao universo intrigante e mágico dos contos de fada, criamos um mundo onde adultos conseguem se identificar e crianças se maravilham com nossas histórias.

O musical "Pela Floresta" é um show para toda família, um espetáculo cheio de emoção, aprendizado e diversão, contado e cantado através dos famosos contos de fada dos irmãos Grimm, que eternizaram essas histórias que moram em nossos corações e habitam nossos sonhos mais incríveis. Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, João e o pé de feijão, Rapunzel e diversas outras histórias se entrelaçam de maneira criativa e inesperada para contar a saga de um casal que tenta de maneira desesperada quebrar uma maldição lançada por uma bruxa que os impede de ter filhos. Esse casal sai Floresta adentro em busca de objetos mágicos que podem ajudar a quebrar o encanto e a realizarem seu sonho de ter um filho.

Composto por um elenco notório e a já aclamada Camerata Florianópolis, o espetáculo traz o melhor do teatro, canto e dança em uma noite memorável e enriquecedora.

Ingressos à venda no site Blueticket: https://www.blueticket.com.br/evento/34188 

Classificação: Livre