FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

O Grupo de Trabalho do primeiro evento-teste para o retorno das atividades do setor de eventos encerrou, na última sexta-feira (13), o monitoramento do público que esteve presente na apresentação da Camerata Florianópolis, realizada no dia 29 de julho, no Teatro Ademir Rosa (TAR), em Florianópolis.

A equipe de pesquisadores e de técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina informa que dentre as pessoas que realizaram o teste de RT-PCR após o evento, todas, até o momento, apresentaram resultados negativos para Covid-19. Algumas pessoas não compareceram para a realização do teste após o evento e também não retornaram o contato da equipe de pesquisadores. Apesar de alguns espectadores apresentarem sintomas da doença após o evento, nenhum, até o momento, testou positivo para o coronavírus.

Vale destacar que todos os presentes no CIC estavam completamente imunizados, realizaram exames pré-evento e apresentaram resultados negativos a Covid-19. A equipe de pesquisadores da Univali e também da Unisul e Senac, juntamente com a Vigilância Epidemiológica, segue com investigações e cruzamento de dados para emitir o relatório final do primeiro evento-teste.

O Governo do Estado agradece a participação de todos os voluntários que estiveram presentes e se colocaram à disposição para o primeiro evento-teste, que serve de balizador para os demais eventos no Estado.

(Com informações da Santur)

Atualização: inscrições encerradas!

Estão abertas as inscrições para utilização do Teatro Ademir Rosa, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, como palco para lives e gravações sem a presença de público e em caráter experimental. Interessados devem formalizar a solicitação preenchendo o formulário disponível neste link.

O preenchimento do formulário formaliza a intenção mas não garante a reserva da data. Os selecionados serão informados pelo e-mail e telefone de contato cadastrados na inscrição.

As lives ou gravações podem ser feitas para apresentação de música, teatro, dança, stand up comedy, entre outros. Elas devem ocorrer sem a presença de público, obedecendo o Protocolo de Segurança Sanitária adotado pela FCC (disponível para leitura aqui). 

O Teatro não possui equipamentos para a gravação e transmissão, nem equipe especializada para esta função, ficando isso a cargo das produções. A disponibilidade de sinal de internet também deverá ser informada com antecedência para a liberação.

O primeiro evento-teste com público já tem data marcada para ocorrer em Santa Catarina. Será no próximo dia 29 de julho, para a Grande Florianópolis. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés, na tarde de terça-feira, 20, quando foram oficialmente abertas as inscrições para acompanhar a apresentação. Depois de 16 meses fechado, quem subirá ao palco do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), será a Camerata Florianópolis. A iniciativa é pioneira no Brasil e vai servir para balizar a retomada das atividades do segmento com o máximo de segurança e protocolos necessários.

"O nosso objetivo com esse evento técnico e científico é nortear a nossa conduta para o setor, daqui pra frente, para termos segurança e garantia de que todos os demais eventos possam ser liberados e realizados com segurança", ressalta o governador.

Carlos Moisés destaca o trabalho pioneiro de Santa Catarina para a retomada dos eventos e reforça a importância da prática dos protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus. O evento-teste é de graça, será para público com a vacinação completa e atenderá outras regras como o uso de máscaras e testagem para a Covid-19. As inscrições podem ser feitas neste link.

Um Grupo de Trabalho (GT) formado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Secretaria de Estado da Saúde (SES) , Vigilância Sanitária de Florianópolis e representantes do segmento de eventos atua desde o início do ano para formatar os eventos-testes no estado. Eles serão acompanhados por uma equipe de pesquisadores da Univali e da Unisul com apoio do Senac e Fundação Catarinense de Cultura (FCC), administradora do Teatro.

"Nós queremos entender como vai funcionar, como as pessoas vão se comportar durante esses eventos e o que vai acontecer depois, por meio da rastreabilidade dos participantes. A partir daí, vamos trabalhar com parâmetros concretos de segurança para restabelecer as atividades deste setor que vem sofrendo desde o início da pandemia", ressalta a coordenadora do GT, Eveline Orth.

O presidente interino da Santur, Renê Meneses, disse que esse é o primeiro de uma série de outros eventos que serão monitorados. "A segurança é o mais importante. Nosso esforço é para que o setor possa voltar com os devidos protocolos para a saúde da população", afirma.

Arte e emoção no palco

A apresentação do evento-teste será uma interpretação de Mendelssohn e Beethoven, pela Camerata Florianópolis. O maestro Jeferson Della Rocca não esconde a emoção em poder voltar ao palco. Ele frisa que a arte e o contato com o público são combustível para a vida. Os 16 meses longe de um dos seus lugares preferidos deixam o retorno ainda mais especial, mesmo que com protocolos bem diferentes dos que era acostumado a encontrar no contato com a plateia.

"Nós tivemos que parar de uma hora para outra e agora já posso sentir o coração bater um pouquinho mais acelerado. É um sinal de esperança e eu tenho certeza que vai dar tudo certo", expressa.

Com a regência do maestro Della Rocca, o Concerto da Camerata Florianópolis terá a participação dos solistas Alberto Heller (piano) e Iva Giracca (violino). No programa o Concerto para Piano e Orquestra N. 5 “Imperador”, de Ludwig van Beethoven (1770-1827) e o Concerto para Violino e Orquestra de Cordas em Ré menor, de Felix Mendelssohn (1809–1847).

Tira-dúvidas sobre o evento:


O evento é gratuito?
Sim, o evento é gratuito. Podem participar somente moradores da Grande Florianópolis.

Na inscrição tem um termo de aceite, é obrigatório o preenchimento?
Sim, o preenchimento do termo de aceite é obrigatório, pois o evento além de um concerto musical será uma pesquisa cientifica para avaliar a segurança sanitária dos eventos.

Estou parcialmente imunizado (tomei apenas uma dose da vacina), posso ir?
Não. O evento é apenas para imunizados completos.

Já tomei a segunda dose, posso ir?
Caso a vacina que você tomou já tenha completado o prazo de imunização, você poderá ir ao evento.

É obrigatório o uso de máscara?
Sim, obrigatório o uso de máscara PFF2 sem válvula.

É obrigatório fazer o teste de Covid-19?
Sim, os testes serão fornecidos pelo evento e deverão ser realizados no dia agendado pela produção.

Onde faço e quando posso fazer o teste?
Após a sua inscrição no evento você vai receber uma mensagem informando data e horário da realização do seu teste.

Como será o monitoramento pós-evento?
Após o evento uma equipe de pesquisadores irá monitorar os participantes por Telefone e WhatsApp ou SMS por 15 dias.

Todos os protocolos serão seguidos no evento?
Sim. O evento possui protocolo específico, com base nas determinações sanitárias da Vigilância Sanitária SC.

O evento possui lugar marcado?
Após a inscrição e do seu teste negativo para Covid-19 a produção confirmará seu ingresso e alocará um lugar no teatro, conforme mapa, com afastamentos pré-definidos. Assim você terá um lugar marcado mas que será definido pela produção e informado até 24 horas antes do espetáculo.

Vou com minha família, podemos sentar todos juntos?
Na inscrição você poderá informar os dados do seu familiar para que seu assento possa ser alocado ao lado. Mas não poderá utilizar o mesmo CPF, as inscrições são individuais.

Posso consumir bebida/comida dentro do teatro?
Não. O uso de máscara será obrigatório durante o tempo todo dentro das dependências do teatro do CIC.

(Com informações da Secretaria de Estado de Comunicação - Secom https://www.sc.gov.br/noticias/temas/cultura/governador-anuncia-abertura-de-inscricoes-para-primeiro-evento-teste-em-santa-catarina)

No final do mês de julho será realizado em Santa Catarina o primeiro evento-teste, seguindo rigorosos protocolos sanitários de controle à Covid-19. O evento está sendo planejado por um Grupo de Trabalho (GT) formado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Secretaria de Estado da Saúde/Vigilância Sanitária (SES) e representantes do segmento. A partir das discussões do GT, foi encaminhado que:

- A apresentação da Camerata Florianópolis no Teatro Ademir Rosa, na capital, ocorrerá no dia 29 de julho de 2021. Inicialmente, havia sido sinalizada a data de 15 de julho, porém, por questões operacionais relativas às medidas de controle da Covid-19, o grupo decidiu pela segunda data;
- Os ingressos para o espetáculo estarão disponíveis para pessoas com a vacinação completa (100% imunizadas), mediante apresentação de comprovante;
- Testagem antes e depois do evento, que será realizada pela organização da atividade;
- Ocupação reduzida da capacidade do teatro;
- Uso de máscara e disponibilidade de álcool em gel;
- Rastreabilidade dos participantes feita por meio de um aplicativo específico;
- Instruções detalhadas quanto à participação do público no evento-teste serão divulgadas nas próximas semanas.

Salienta-se que o GT tem se dedicado ao planejamento do primeiro evento-teste, sempre levando em conta o caráter científico dessa iniciativa, o que vai balizar a retomada das atividades do segmento com os cuidados necessários.

Entre as entidades que integram o GT estão a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc-SC), Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape-SC), Federação dos Convention & Visitors Bureau de Santa Catarina, Câmara de Turismo da Fecomércio-SC, União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios (Ubrafe), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SC), Senac, Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Camerata Florianópolis
O concerto da Camerata Florianópolis será regido pelo maestro Jeferson Della Rocca, com participação dos solistas Alberto Heller e Iva Giracca, que interpretarão o Concerto para Piano e Orquestra N. 5 “Imperador”, de Ludwig van Beethoven (1770-1827) e o Concerto para Violino e Orquestra de Cordas em Ré menor, de Felix Mendelssohn (1809 – 1847).

*Com informações da Santur

Atualização em 31/05/2021:

Governo Federal promulgou a Lei 14.046/20, que  em  seu  art.  1º  define  como  a  sua  finalidade,  dispor  “sobre  o  adiamento  e  o cancelamento  de  serviços,  de  reservas  e  de  eventos  dos  setores  de  turismo  e  de cultura,  em  razão  do  estado  de  calamidade  pública  reconhecido  pelo  Decreto Legislativo  nº  6,  de  20  de  março  de  2020,  e  da  emergência  de  saúde  pública  de importância internacional decorrente da pandemia da Covid-19”.

 Nesse sentido, fixa a referida lei:

Art. 2º Na hipótese de adiamento ou de cancelamento de serviços, de reservas e de eventos, incluídos shows e espetáculos, em razão do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto  Legislativo  nº  6,  de  20  de  março  de  2020,  e  da  emergência  de  saúde  pública  de importância internacional decorrente da pandemia da Covid-19, o prestador de serviços ou a sociedade  empresária  não  serão  obrigados  a  reembolsar  os  valores  pagos  pelo  consumidor, desde que assegurem:

I - a remarcação dos serviços, das reservas e dos eventos adiados; ou

II - a disponibilização  de  crédito  para  uso  ou  abatimento  na  compra  de  outros  serviços, reservas e eventos disponíveis nas respectivas empresas. (...)

Art. 3º O disposto no art. 2º desta Lei aplica-se a:

I - prestadores de serviços turísticos e sociedades empresárias a que se refere o art. 21 da Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008; e

II - cinemas, teatros e plataformas digitais de vendas de ingressos pela internet.

 

 

 A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) publicou portaria que orienta produtores culturais sobre reagendamento de espetáculos, prazos e regras para troca e/ou reembolso de ingressos para apresentações agendadas para o período da quarentena.  Para acessar a portaria, basta clicar no link abaixo:

Portaria FCC

Destaca-se que a medida vale para ingressos adquiridos nas bilheterias físicas dos teatros Pedro Ivo, Álvaro de Carvalho e Ademir Rosa, que são administrados pela FCC.