FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

A Biblioteca Pública de Santa Catarina receberá na próxima quinta-feira, 13 de fevereiro, uma roda de conversa sobre o carnaval. Nesta edição estão sendo convidados o servidor Alzemi Machado, que é mestre em Educação e Cultura e pesquisador das Sociedades Carnavalescas e o carnavalesco Willian Tadeu Melcher Jankovski Leite, doutorando em História, sob mediação do professor João Pacheco de Souza.

O carnaval está entre as maiores manifestações da cultura popular brasileira e vem sendo, ao longo dos tempos, objeto de análises e investigações em diversas áreas do conhecimento tais como história, sociologia, antropologia, turismo, dança e música, entre outras. "Quem não se encanta em observar as coreografias, os enredos, ritmistas, passistas, mestres-salas e e porta-bandeiras, o brilho dos carros alegóricos e seus movimentos, o colorido das alas que dão vida aos desfiles, bem como, a alegria descontraída dos foliões integrantes dos blocos de sujos e os bailes de salão?", destaca Alzemi. 

Na capital catarinense, a tradição está presente há mais de 170 anos. Em Desterro, o povo brincava nas residências e nas ruas, incorporando a tradição do carnaval português denominado "Entrudo". A partir da proibição da prática do Entrudo em 1832, surgem os bailes de máscaras, seguindo os padrões das metrópoles europeias. Com a importação do modelo europeu, nascem as sociedades carnavalescas que passam a realizar desfiles ou préstitos pelas ruas, acompanhadas por integrantes de bandas musicais que caminhavam em direção aos locais de realização dos bailes.

Na década de 1920, os Corsos, os Cordões e os Blocos movimentaram e incrementaram o carnaval de rua, incorporando novas práticas no brincar carnavalesco. Já as Escolas de Samba, nascem na Capital a partir dos anos 40, com a fundação em 1948 da Protegidos da Princesa, incorporando o samba nas manifestações momescas, contribuindo com a consolidação e no fortalecimento na cultura de Florianópolis.

                    

Serviço:

Roda de conversa 
O CARNAVAL EM DESTERRO/FLORIANÓPOLIS

Quando : 13 de fevereiro de 2020, às 18h30
Onde: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita.

 

A Biblioteca Pública de Santa Catarina vai receber atividades semanais sobre a cultura japonesa. A proposta é transmitir a cultura do país oriental às crianças, por meio do idioma, da escrita, da música, da dança, da contação de história e do origami. Os encontros serão às segundas-feiras, das 15h às 17h, entre 10 de fevereiro a 29 de junho de 2020.

:: Clique aqui para fazer a inscrição

Conforme os organizadores, também se pretende enriquecer a diversidade cultural  de Santa Catarina e do Brasil com a apresentação de uma cultura bimilenária, multifária, de pensamento, usos, costumes, religião, artes e língua que provêm de outras origens: nem europeia, nem africana, nem indígena, portanto, em tudo diferente das matrizes brasileiras, mas que aos poucos foi se incorporando no interesse do povo. 

A atividade é direcionada a crianças com idades entre 5 e 12 anos, porém é livre a participação de pais e acompanhantes.  

Serviço:

Encontro com a Cultura Japonesa
Local: Biblioteca Pública de Santa Catarina - setor infantojuvenil 
Quando: segundas-feiras das 15h às 17h
Início das atividades: 10 de fevereiro de 2020
Público: crianças de 5 a 12 anos
Número de vagas: 15
As aulas serão ministradas por membros da Nipocultura
Atividade gratuita.

Os usuários da Biblioteca Pública de Santa Catarina terão de volta o elevador que facilita o acesso aos três andares do prédio localizado na Rua Tenente Silveira, no centro de Florianópolis.

O processo licitatório para a compra do novo aparelho foi finalizado na terça-feira (28), e a empresa vencedora foi a Smartmaq, com sede em Trombudo Central, que executará o serviço por R$ 149,98 mil, com deságio de 13% do valor de referência. Nesta sexta-feira (31), técnicos da companhia estiveram na BPSC, avaliando a estrutura para instalação da máquina. 

Nos próximos dias, representantes da Smartmaq virão à FCC assinar o contrato e, a partir daí, terão 210 dias para a conclusão dos trabalhos.  

A Biblioteca Pública de Santa Catarina está com inscrições abertas para a oficina gratuita Historietando e Fazendo Abayomi. O encontro ocorrerá no dia 18 de fevereiro (terça-feira), das 14h às 16h. As inscrições podem ser feitar pelo formulário disponível on-line em https://forms.gle/55QLkGDJ7y9TQX1M6.

Voltada ao público infantil, com idades a partir de 5 anos, a oficina será ministrada por Claudete da Mata, que ensinará a produzir as bonecas enquanto conta a história da tradição de origem africana.

As abayomis são bonecas que se caracterizam por não ter costuras: são feitas apenas com nós e tranças.

Serviço:

O quê: Oficina Historietando e Fazendo Abayomi
Ministrante: Claudete da Mata
Vagas: 20
Público-alvo: crianças a partir de 5 anos, acompanhadas por adulto responsável
Quando: 18 de fevereiro de 2020, das 14h às 16h.
Material necessário: Malha preta (pode ser camiseta em desuso), tesoura boa de corte.
Inscrições gratuitas: https://forms.gle/55QLkGDJ7y9TQX1M6

A Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), por meio do Programa de Extensão Comunitária, oferece 30 vagas gratuitas para a Oficina de Língua Portuguesa, ministrada pelo professor Marcos Karro. Interessados devem preencher o formulário até dia 21/2/2020 e apresentar documento de identidade.

As aulas começam no dia 4 de março de 2020 e terão duração de 3 meses. Os encontros ocorrerão de segunda a quinta (com três ou quatro encontros semanais), das 8h30min às 11h30min, no Auditório da BPSC. Serão oferecidas 15 vagas para o público em geral e 15 para funcionários públicos do Estado. Os participantes receberão uma apostila compilada pelo professor.

O projeto tem o objetivo de permitir aos participantes o domínio da estrutura (sintaxe) da língua portuguesa padrão, em confronto com a linguagem informal, pela gramática contextualizada. Uma ótima oportunidade para pessoas que vão prestar concursos, vestibulares ou desejam aperfeiçoar o domínio da língua portuguesa.

Clique aqui e inscreva-se! 

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (48) 3665-6420.