FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Entre os dias 1º de janeiro e 29 de fevereiro de 2020, a Biblioteca Pública de Santa Catarina suspenderá temporariamente o recebimento de doações de livros e outros materiais. A ação ocorre sempre no início de cada ano e visa à readequação do acervo.

Neste período, serão aceitas somente doações feitas pelos próprios autores das obras ou que sejam enviadas pelos Correios. O recebimento será normalizado no dia 1º de março de 2020.

A Biblioteca Pública está localizada na rua Tenente Silveira, nº 343, no Centro de Florianópolis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3665-6422.

Neste sábado, dia 30, a Biblioteca Pública de Santa Catarina recebe a oficina gratuita "Fazer Arte", com a ministrante Marta Cristina Ferazza. A atividade será realizada das 9h às 11h e terá 12 vagas. O tema da oficina é "a construção da autoimagem" e o objetivo é elevar a autoestima por meio de atividades com suporte em Artes Visuais.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo telefone 48 3665 6422. Os interessados deverão trazer material de desenho e pintura, toalha de mão e tesoura.

A Biblioteca Pûblica está localizada na Rua Tenente Silveira 343, Centro de Florianópolis.

 

A vinda de Dom Pedro II à Província de Santa Catarina, entre 12 de outubro e 9 de novembro de 1845, será tema da roda de conversa ocorre no dia 3 de dezembro, às 18h30, no auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Com mediação do bibliotecário Alzemi Machado, o bate-papo terá como convidados os escritores José Carlos Petri e Cesar do Canto Machado, com entrada gratuita.

A temática se constitui em um fato pouco debatido, mesmo que suas implicações sejam consideradas importantes. A visita ao sul do Brasil teria sido motivada pelo fim da Guerra dos Farrapos, e a passagem de Dom Pedro II por Desterro e região teve como objetivo a inauguração do Hospital de Caldas da Imperatriz, articulada pelo Senador José da Silva Mafra.

Os preparativos, o desembarque do casal imperial, as visitas realizadas a diversas localidades e freguesias, em especial a Caldas da Imperatriz, os contatos com a população, as doações, tudo foi registrado no jornal o Relator Catharinense, produzido especialmente para registrar a visita, e disponível no acervo da Hemeroteca Digital Catarinense da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

A visita, que teve a duração de 27 dias, provocou impacto na ainda pequena cidade de Desterro, com a unificação das elites para organizar a recepção ao Imperador, as melhorias na urbanização e embelezamento de inúmeras vias públicas em várias localidades, a reforma do trapiche da alfândega e do porto de São José, a concessão de títulos e honrarias, a inauguração do Hospital de Caldas da Imperatriz e a ajuda financeira para a reconstrução do Hospital de Caridade. Tudo isso indica a relevância da presença do casal imperial na capital da Província catarinense.

Além da conversa haverá uma mostra de objetos relacionados ao Império, organizada pelo pesquisador e historiador Roberto Michetti Moreira, no hall de entrada do auditório. Na mostra Memórias do Império, o público poderá ver moedas, cédulas, documentos históricos, livros, selos, entre outras peças do período imperial.

Serviço:

O quê: Roda de conversa A visita de Dom Pedro II a Santa Catarina em 1845
Quando: 3 de dezembro de 2019, às 18h30
Onde: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita

 

Já está aberta a exposição fotográfica “Expressionismo Serrano” no hall da Biblioteca Pública de Santa Catarina. A mostra segue até o dia 10 de dezembro de 2019, com entrada gratuita. O trabalho foi realizado pelo fotógrafo e multimídia Sérgio Giron.

São 14 fotografias em técnicas colorida e preto e branco das paisagens da região da Coxilha Rica, em Lages. "As imagens poéticas revelam um mundo próprio e são um convite a observar a luz solar, sentir a vida, liberar o olfato, curtir o frio e o vento na pele e assim receber o calor humano e solar da mágica Serra Catarinsense", explica o fotógrafo. Ele completa: "Fotografias são instantes, recortes do tempo e do espaço transformados em duas dimensões que carregam consigo o sentimento e reproduzem a harmonia e a intimidade deste tempo e desta vida.  Estas fotografias são também um convite à reflexão. Procuram transportar quem, na fruição delas, se permite a viagem a outras paragens como a Serra, já que a fotografia não se encerra nos limites de seu quadro, mas naquilo que a imaginação do espectador transcende de seus limites físicos".

 

Serviço:

Mostra “Expressionismo Serrano"
Visitação: de 8 de novembro a 10 de dezembro de 2019
Local: Hall da BPSC
Horário de atendimento: segunda a sexta-feira das 8h às 19h. Sábado das 8h às 11h45
R. Ten. Silveira, 343 - Centro, Florianópolis
Classificação indicativa livre
Entrada gratuita.

 

A Hemeroteca Digital Catarinense será tema de duas palestras que ocorrem nos dias 7 e 8 de novembro em Florianópolis. A iniciativa é uma parceria entre o Centro de Ciências Humanas e da Educação (FAED) e Instituto de documentação e Investigação em Ciências Humanas (IDCH) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) por meio da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

No dia 7 de novembro (quinta-feira), às 16h30, os palestrantes Vinícius Pontes Martins e Alzemi Machado, com mediação do professor Dr. Reinaldo Lohn, falarão sobre a Digitalização de Periódicos Brasileiros e a Construção de Bibliotecas Digitais. O encontro ocorrerá no auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina, no centro da cidade, com entrada gratuita.

Já no dia 8 de novembro (sexta-feira), os palestrantes falarão a respeito da Rede de Memória Virtual Brasileira: história e arquivos digitais e a Hemeroteca Digital Catarinense. A palestra ocorre às 14h, no Auditório Tito Sena, na Faed/Udesc, no bairro Itacorubi. A entrada também é gratuita.

A iniciativa visa divulgar a Hemeroteca Digital Catarinense aos seus mais diversos públicos e instituições (universidades, pesquisadores, usuários em geral). Ao mesmo tempo, continuar a construção da parceria entre a iniciativa e a Biblioteca Nacional, no sentido de consolidar as políticas de digitalização e construção de repositórios digitais de periódicos regionais, interagindo e armazenando conjuntamente na base de dados da Hemeroteca Digital Brasileira, e consolidando a Rede Memória Virtual Brasileira.

Sobre os palestrantes

Vinícius Martins Pontes: atuando na BNDigital desde 2005, coordenou em 2006 a equipe de levantamento, tratamento técnico e digitalização de 10 mil fotografias da coleção do Imperador Pedro II. Desde 2007 como coordenador de projetos da BNDigital, passou a gerenciar projetos colaborativos com outras instituições nas áreas de formulação de parcerias, identificação de acervos que pudessem complementar a coleção digital da BNDigital, digitalização e gestão de portais. Dentre os projetos e programas inseridos neste contexto estão a Rede da Memória Virtual Brasileira, a Hemeroteca Digital Brasileira, a Biblioteca Digital Luso-Brasileira e a Brasiliana Fotográfica. Atualmente é responsável pela infraestrutura,
programas e preservação digital da BNDigital.

Alzemi Machado: bibliotecário e Mestre em Educação e Cultura formado pela Udesc. Tem formação na área de Conservação e Encadernação de Acervos em Papel. Atuou
como bibliotecário e coordenador da Casa da Memória – Centro de Documentação de Florianópolis. Atualmente, é coordenador técnico da Hemeroteca Digital Catarinense.