FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Atenção: Devido a problemas técnicos, estão canceladas todas as sessões de cinema que seriam realizadas na Sala Gilberto Gerlach, do Centro Integrado de Cultura (CIC), entre os dias 05 e 30/05/2022.

Dois longas-metragens e duas sessões de curtas-metragens formam a programação de maio do Cineclube da Mostra de Cinema Infantil. A iniciativa ocorre todos os sábados, às 16h, no Cinema Gilberto Gerlach, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), e tem entrada gratuita.

A programação especial voltada ao público infantil conta sempre com produções nacionais e internacionais que fazem parte do acervo da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, com o patrocínio da ACIF e apoio da Fundação Catarinense de Cultura por meio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE MAIO:

7 de maio o segredo de eleonor7/5: O segredo de Eleonor
(De Dominique Monféry / Animação / Suíça / 2009 / 75 min / Livre)
Sinopse: Nathaniel, garoto de sete anos, passa as férias de verão na casa à beira-mar que seus pais herdaram da velha tia Eleonor. Durante a estadia, ele ganha de presente uma biblioteca antiga e
descobre que os livros são mágicos e ganham vida quando cai a noite.

14/5: Curtas-metragens de várias Mostras. (Livre, 50min.)
14 de maio medico de monstro 2 2- Lipe, vovô e o monstro (de Fellipe Steffens e Carlos Mateus, RS, animação, 2016, 9min)

Sinopse: Um menino vai passar o final de semana no sítio dos avós. Durante uma pescaria, ele conhece um segredo de seu avô, e acaba fazendo uma nova e inusitada amizade.

- O elefante maluco (de Wilson Pailo, SP, animação, 2017, 3min)
Sinopse: Narrativa em forma de poesia que conta o sonho que um menino teve com um elefante muito doido, que apronta muitas peripécias e bizarrices, mostrando como os sonhos surgem durante o sono e como eles podem mexer com nossas emoções.

- Médico de Monstro (de Gustavo Teixeira, ficção, SP, 2017, 11min)
Sinopse: Dudu já escolheu sua futura profissão, agora terá que enfrentar seus medos para se tornar um médico de monstros.

- Iemanjá Yemojá: a criação das ondas (de Célia Harumi Seki, animação, SP, 2016, 10 min)
Sinopse: A criação das ondas conta sobre Iemanjá, a Rainha do Mar, que recebe de Olodumare o poder de devolver à terra as sujeiras jogadas pelos homens na água.

- Bola de trapos (de Carlos Avalone, animação, SP, 2017, 4min)
Sinopse: Conflito e solidariedade entre três crianças que jogam futebol com uma bola de trapos e uma bola de couro.

- O papagaio verde (de Anderson Lima, ficção, SP, 2017, 8min)
Sinopse: Ao perder seu papagaio, uma dupla de amigos pensa em invadir um quintal. Mas a vida de um deles está prestes a mudar.

- Ant (de Julia Ocker, animação, Alemanha, 2017,4 min)
Sinopse: As formigas estão trabalhando juntas e perfeitamente. Mas há uma delas que está fazendo tudo de maneira diferente.

21 de maio Os Comedores de Meia21/5: Os Comedores de meia (LICHOŽROUTI)
(De Galina Miklínová, animação, República Tcheca, Eslováquia e Croácia 2016, 83 min)
Sinopse: Os comedores de meia são criaturas pequenas e invisíveis que adoram comer meias. O problema é que comem apenas um pé de cada par.

28 de maaio a aventura da primeira bicicleta 28/5: Curtas-metragens de várias Mostras (Livre, 51 min)
- Cadê o Meu Rango (de George Munari Damiani, animação, São Paulo, 2012, 5min)
Sinopse: Bernard, preguiçoso e solitário, leva a vida tranquilamente em seu aconchegante lar. Certa manhã vai pegar sua comida, mas não a encontra. Quem pegou? Bernard encara o roubo como um
desafio e busca formas de encontrar esse “ladrão”.

- Vai Que é Tua Tafarinha (de George Augusto, ficção, Amazonas, 2015, 5min)
Sinopse: Dois curumins desbravam o Rio Amazonas e, em uma canoa, encontram durante o percurso o material necessário para a prática do esporte que é a paixão dos brasileiros.

- Encantadores de História (de Raquel Platino, animação, Distrito Federal, 2013, 7min)
Sinopse: Através da música e movimento, personagens inspirados no livro As mil e Uma Noites celebram a continuidade da vida e o renascimento do maravilhoso. Uma atmosfera mágica onde reinam gênios e humanos viajantes por terras infinitas e inimagináveis.

- João, o Galo Desregulado (de Camila Carrossine e Alê Camargo, animação, SP, 2013, 10min)
Sinopse: Uma história bem-humorada de um galo que cantava na hora em que bem queria. Baseado em fatos reais.

- A aventura da primeira bicicleta (de Carlos Henrique da Costa , ficção, SP, 2018, 16 min)
Sinopse: As aventuras de Carlinhos em sua busca pela realização do sonho de ter a primeira bicicleta, inspiradas pelas memórias do próprio diretor.

- Calango (de Ale Camargo, animação, Distrito Federal, 2007, 8min)
Sinopse: Um esfomeado calango decide que um grilo será sua próxima refeição… Mas as coisas não serão tão simples quanto ele imagina.

Atenção: Devido a problemas técnicos, estão canceladas todas as sessões de cinema que seriam realizadas na Sala Gilberto Gerlach, do Centro Integrado de Cultura (CIC), entre os dias 05 e 15/05/2022. Por este motivo, o lançamento do filme "Em Obras" foi transferido para o Museu da Escola Catarinense, no mesmo dia e horário inicialmente previstos. A informação está atualizada na matéria abaixo.

O Museu da Escola Catarinense recebe no próximo dia 10 o lançamento do filme "Em obras". O evento ocorre a partir das 19h30 e conta com o apoio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

Ao todo, o restauro da ponte Hercílio Luz, cartão postal de Florianópolis, levou três décadas para ser concluído. Envolto a polêmicas e comoção pelo simbolismo da primeira conexão por terra da ilha com o continente, o processo de restauração da maior ponte pênsil do Brasil, com 821 metros, foi acompanhado atentamente não só pelos catarinenses, mas por todo o país. E o período entre 2006 e 2019 é exatamente o tema do filme “Em obras”, que será lançado e debatido em Florianópolis dia 10 de maio, 

“O ponto de partida do roteiro foi a assinatura da primeira ordem de serviço para o início da revitalização, em 2006, e a partir dali busquei depoimentos e informações sobre prazos e valores deste contrato levando em consideração a importância histórica e os benefícios da ponte para o turismo e mobilidade urbana”, resume o documentarista Gustavo Zinder sobre o curta metragem desenvolvida pela sua produtora, a Contexto Filmes.


Serviço:
Exibição gratuita do filme “Em Obras”, seguida da mesa de debates ‘Entre a tradição e a inovação’
Quando: 10 de maio, a partir das 19h30
Onde: Museu da Escola Catarinense
Rua Saldanha Marinho, 196 - Centro - Florianópolis

Ficha Técnica:
Direção e roteiro - Gustavo Zinder
Direção de fotografia e imagens - Jeferson Vieira
Imagens aéreas - Leandro do Amaral
Imagens de arquivo - Zeca Pires e TVAL - Agência Alesc
Edição - Gustavo Zinder e João Ricardo Cararo Lazaro
Montagem - João Ricardo Cararo Lazaro
Direção de arte - Lucas Milk
Finalização - Jeferson Vieira
Trilha sonora - Modernas Ferramentas Científicas de Exploração

Distribuição gratuita de ingressos uma hora antes do evento.

 

Com quase dez anos de trajetória, a banda Parafuso Silvestre realiza, possivelmente, seu maior feito com o lançamento de um registro audiovisual acústico no dia 4 de maio, às 20h, na sala do Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC). A entrada é gratuita, com distribuição de ingressos uma hora antes no local.

Gravado no Teatro Ademir Rosa, também no CIC, apresentação foi filmada no dia 29 de março e reuniu grande equipe técnica. Além do lançamento, a produção será disponibilizada na íntegra no canal do grupo no YouTube; também faixa a faixa, a cada segunda-feira (a partir do dia 9 de maio). O álbum entra para as plataformas digitais no dia 18 de maio.

A Parafuso Silvestre é conhecida pelas canções elaboradas — o primeiro EP, “Contra o Corpo e Contra a Mente”, lançado em 2017, levou anos para ser finalizado. Neste ano, a banda teve de deixar um pouco de lado o seu processo, formalizado, cuidadoso e cerebral, nas palavras do guitarrista e baixista Julio Victor, que também é o ilustrador do grupo. O repertório do acústico foi ensaiado
durante a preparação para o Festival de Bandas da Camerata Florianópolis, no mesmo período em que a Parafuso criava a trilha sonora para o curta “Isso sempre acontece”, da cineasta Lara Koer, que já dirigiu o clipe de “Desdentado” e outros lançamentos em vídeo da Parafuso. Essa experiência serviu, também, para fortalecer os laços entre os músicos.

“A gente tem um processo de pensar todas as decisões, de repente tivemos que fazer algo em que a proposta é tocar de uma forma que a gente nunca tinha feito antes, ver no que ia dar. Desapegar
dessa quantidade de informação foi um desafio, mas é o tipo de coisa que se aprende muito fazendo. A gente teve anos só pré-produzindo, para tentar achar o nosso som. É um esforço nosso tentar
reduzir isso, pensar menos nas coisas e entregar mais. A Parafuso se dividiu em vários braços para dar conta de tudo e a trilha é um material diferente, foi mais um exercício de responder rápido,
atender o que o filme precisava. Como artista isso é um baita exercício, servir a outra obra, ampliando os sentidos”, comenta.

Ficha técnica

Produção audiovisual: 30 Por Segundo
Produção executiva e direção de arte: Luanda Wilk
Sonorização: JZ Produções
Técnicos: Rafa Pfleger, Endrigo Machado Ferreira e Juarez Mendonça Junior
Mixagem e masterização áudio: Rafa Pfleger
Iluminação: Gabriel Velasques
Equipe de Vídeo: 30 Por Segundo (Vitória Drechsler, Carlos Cabral, Fernando Pereira Oliveira e Alexandre Corrêa)
Maquinaria: Cinesupport Locações (Márcio Machado e George Hermes)
Fotos: Tóia Oliveira
Assessoria de imprensa: Daniel Silva
Design Gráfico: Laser Demon (Julio Victor)
Técnicos Teatro Ademir Rosa: Maurício Pereira, Alysson Coelho, Jonael Soares e Cássio Guterrez
Figurino: Luanda Wilk (concepção) e Raspa Lingua (execução)
Apoio: Cinesupport Locações e Teatro Ademir Rosa/FCC (Fundação Catarinense de Cultura)
Projeto viabilizado com recursos da Lei Federal n° 14.017, de 29 de junho de 2020, no Município de São José.

Serviço:

O quê: Lançamento do audiovisual do show acústico da banda Parafuso Silvestre
Quando: 04/05/2022, às 20h
Onde: Sala do Cinema Gilberto Gerlach - Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita - distribuição de ingressos uma hora antes no local do show

Nesta semana, o Cineclube Cinema Unisul leva ao Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC) o filme O Piano (1993), em sessões na quinta, sexta e domingo (28, 29/04 e 1º/05), às 20h; e uma exibição especial do filme A Delicadeza é Azul, no sábado (30/04), também às 20h. A entrada é gratuita em todas as sessões.

Na sessão inclusiva de sábado, a primeira fileira será reservada às famílias que levarem crianças para a sessão, que contará também com brinquedos, uma iluminação especial e som mais baixo que o usual.

PROGRAMAÇÃO:

Quinta, sexta-feira e domingo (28, 29/04 e 1º/05) - 20h:

O PianoO Piano (1993)
Direção: Jane Campion
Duração: 2h 01 min
Sinopse: Na época vitoriana, quando a Nova Zelândia estava há pouco tempo sendo colonizada, para lá se muda Ada McGrath (Holly Hunter), uma mulher que quando tinha seis anos de idade resolveu parar de falar. Ela vai na companhiade sua filha, Flora (Anna Paquin). O motivo de ter ido para lá é que Ada se casou com Stewart (Sam Neill) em um casamento arranjado, já que ela nem
conhecia seu noivo. Ada imediatamente se antipatiza com Stewart quando ele se recusa a transportar seu amado piano. Stewart negocia o instrumento e o passa para George Baines (Harvey Keitel), um administrador da região. Atraído por Ada, Baines concorda em devolver o piano em troca de algumas lições no instrumento, que Ada daria para ele. Mas estas "aulas" se tornam encontros sexuais cada vez mais intensos, onde Baines pagava Ada com uma ou mais teclas do piano, sendo que o pagamento estava relacionado à intensidade de intimidade proporcionada. Porém, logo esta situação sai do controle, gerando trágicas consequências.
Classificação Indicativa: 16 anos

Sábado (30/04) - 20h:

a delicadeza azulA Delicadeza é Azul (2021)
Direção:Yasmin Garcez, Sandro Arieta
Duração: 1 hora 11 minutos
Sinopse: O documentário mostra famílias com pessoas neuroatípicas, mostrando a singularidade de cada sujeito e sua forma única de ser e existir no mundo. Além disso, é retratado, de uma outra perspectiva, a rotina das pessoas que vivem com o Transtorno do Espectro Autista, bem como o relato de pais, professores, assistentes sociais e crianças que contam como veem a vida.
Classificação Indicativa: Livre

No próximo sábado (23), o Cinecube da Mostra de Cinema Infantil apresenta uma sessão de curtas-metragens nacionais a partir das 16h, na sala do Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC). A entrada é gratuita.

Todos os sábados, a iniciativa apresenta uma programação especial voltada ao público infantil, com produções nacionais e internacionais que fazem parte do acervo da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, com o patrocínio da ACIF e apoio da Fundação Catarinense de Cultura por meio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

Confira a programação (Livre, 50 min.):

Diário de Pilar
De Bruno Bask e Humberto Avelar (SP, animação, 2019, 11 min.)
Sinopse: Pilar tem 10 anos e uma visão muito original de mundo. Super curiosa, ela quer saber como tudo funciona em outros lugares e culturas. Junto com o gato Samba e o amigo Breno, ela embarca na rede mágica que herdou do avô Pedro e se aventura pelo mundo viajando por diferentes destinos e épocas.

Dono de Casa
De Anderson Lima (MG, ficção, 2018, 8 min.)
Sinopse: Um menino pede para brincar com as meninas. No início ele é dono de uma oficina, mas sem carros para consertar, ele precisa encontrar outro papel na brincadeira.

Lé com cré
De Cassandra Reis (SP, animação, 2018, 5 min.)
Sinopse: Dinheiro, medo e coisas de menino e menina são temas apresentados por algumas crianças segundo sua própria experiência.

Dela
De Bernard Attal (BA, ficção, 2018, 8 mi.)
Sinopse: Dela mora na Ilha de Itaparica com seu pai, Agenor. Na escola nova, os colegas acham seu nome estranho e seus cabelos esquisitos. A menina questiona seu pai, e a história que ele conta muda a forma como ela vê a si mesma!

Colmeia
De Karinna De Simone (SP, ficção, 2018, 18 min)
Sinopse: Às vésperas da mais importante competição de robótica do ano, Sophia e seus colegas passam a noite escondidos na escola para tentar terminar seu robô a tempo do campeonato.