FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

De volta à programação semanal da Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC), o Cineclube da Mostra de Cinema Infantil exibe neste sábado (26), às 16h, uma sessão de curtas-metragens nacionais. A iniciativa apresenta todas as semanas produções nacionais e internacionais que fazem parte do acervo da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, com o patrocínio da ACIF e apoio da Fundação Catarinense de Cultura por meio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

A entrada é gratuita. Por se tratar de ambiente fechado, é recomendado o uso de máscaras durante a sessão.

Confira os filmes selecionados para esta semana:

Nana & Nilo na Cidade Verde
(De Sandro Lopes, RJ, animação, 2020, 10 min.)
Nana, Nilo e Alice viajam para o futuro para conhecer um lugar incrível, a Cidade Verde, onde a sabedoria de povos indígenas e quilombolas ensina a cuidar do meio ambiente por meio das tradições Teko Porã e Ubuntu.

O Papagaio e a Pipa. 
(De Tiago MAL, SP, animação, 2021, 7 min.)
A história de um menino que constrói seu próprio papagaio e com esforço consegue colocar seu novo amigo no céu. Lá no alto, o desajeitado Papagaio conhece uma Pipa, mas logo a perde de vista. Destemido, parte em busca dela pelas ruas da cidade, deixando o menino desesperado…

Panapaná
(De Gabriel Nemer Neves e Veronica Lorraine Oliveira de Paulo, ES, animação, 2021, 1min.)
Uma garotinha muito interessada pela ciência e pelo seu jardim descobre um novo mundo em um arbusto bem próximo a sua casa. Uma crisálida! Que borboleta será que vai sair dela? Ela resolve esperar pelo momento em que a verá nascer e arma um “mini” acampamento para o tão sonhado dia. Ela verá a linda borboleta? Acho que só o tempo dirá.

Raone
(De Camila Santana, SP, documentário, 2021, 2 min.)
Raone tem 4 anos e gosta de fantasiar, correr, brincar de boneca e fazer bolhas de sabão. Enquanto cria suas histórias e descobre o mundo, vai traçando uma infância alegre e livre de estereótipos.

Tainá e a Chuva
(De Luisa MH Copetti, RJ, animação, 2021, 6 min.)
Já famosos na série de tevê, a menina indígena Tainá, o urubu-rei Pepe, o macaco Catu e a ouricinha Suri são os Guardiões da Amazônia. Eles cuidam dos animais e protegem a floresta, mas hoje está chovendo e todos estão recolhidos. Cada um conta suas histórias sobre a chuva, seja a respeito dos medos, da origem ou de suas consequências.

Batchan
(De Ester Harumi Kawai, SP, animação, 2020, 5 min.)
“Como você descreveria uma voz… que nunca foi ouvida?” Baseado na vida da autora, Batchan conta a história tocante de uma garotinha nipo-brasileira que tenta aprender a conversar com sua avó surda.

Liga da Mata – Abelhas
(De Sergio Kalili, SP, animação, 2021, 12 min.)
Passeando pela mata, Fulozinha percebe que o ambiente está esquisito. Com a ajuda do pajé, descobrem que o problema está na extinção das abelhas. Com a liga da mata, encontrarão uma saída para ajudar a humanidade e, de quebra, preservar o meio ambiente.

Dois documentários com temática regional estão previstos para serem lançados ainda no mês de março na Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC). “Por que Florianópolis?" será apresentado ao público no dia 22 de março, às 19h30, em comemoração ao aniversário da cidade celebrado em 23 de março. No dia 29 de março, também às 19h30, é a vez de "Riquezas da Serra", que enfatiza as vocações naturais, culturais e históricas do estado por meio de um primoroso estudo de conteúdo histórico aliado a um cuidadoso trabalho estético e fotográfico da região. As sessões têm entrada gratuita.

Ambos os filmes são produzidos pela B7 Films, que atua no mercado há 10 anos. “Nosso propósito é encontrar caminhos sustentáveis que unam geração de riquezas, preservação ambiental e possibilite o equilíbrio social.", explica o cineasta Jorge Baggio, fundador da produtora.

“Por que Florianópolis?”

Com imagens da paradisíaca Ilha de Santa Catarina, entrevistas com historiadores, moradores, empresários, professores e atletas, a obra une depoimentos sobre ideias propositivas para um modelo sustentável de desenvolvimento para a cidade. Conta a história da Revolução Federalista, que motivou o nome da cidade, e resgata alguns fatores socioculturais que nos trouxeram até aqui. Tem como objetivo a reflexão sobre a importância da preservação de um verdadeiro patrimônio ecológico com sérios riscos de colapsar. No documentário, há depoimentos de personalidades, empresários e atletas da cidade.

:: Assista ao teaser

"Riquezas da Serra"

Riquezas2A narrativa é baseada em depoimentos de moradores locais a partir de uma perspectiva sociológica, antropológica e arqueológica que traz à obra solidez em conteúdo, poesia e emoções, além das belas imagens das serras e dos campos. Nos depoimentos de moradores antigos são resgatadas a essência do local. Empresários falam sobre modelos sustentáveis aplicados no mundo que podem levar à preservação do local e geração de renda de maneira sustentável.

:: Assista ao teaser 

 

 

 

 

Serviço:

O quê: Lançamento do documentário "Por que Florianópolis?"
Quando: 22/03/2022, 19h30

O quê: Lançamento do documentário "Riquezas da Serra"
Quando: 29/03/2022, 19h30

 

Onde: Sala de Cinema Gilberto Gerlach - Localizada no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis.
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita - por ordem de chegada
Atenção: serão distribuídos ingressos com 30 minutos de antecedência.

O Cineclube da Mostra de Cinema Infantil está de volta a partir do próximo sábado, 19, ao cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC). As sessões ocorrem aos sábados, sempre às 16h, na Sala de Cinema Gilberto Gerlach, com entrada gratuita.

São exibidos longas e curtas-metragens nacionais e internacionais que fazem parte do acervo da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, com o patrocínio da ACIF e apoio da Fundação Catarinense de Cultura por meio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC). Para a retomada, será exibido o longa-metragem internacional Lotte e os Dragões Perdidos.

Por se tratar de ambiente fechado, é recomendado o uso de máscaras durante a sessão.

Lotte e os Dragões Perdidos
(Lotte and the Lost Dragons)
De Janno Põldma e Heiki Ernits
Países: Estônia e Letônia
Gênero: Animação}
Ano: 2019
Duração: 78 min.
Sinopse: A aventureira cachorrinha Lotte acaba de ganhar uma irmã, chamada Roosi. A chegada de alguns cientistas em Gadgetville agita a cidade com um novo desafio. Eles estão
participando de uma competição de canções de folk, e precisam capturar um dragão místico para ajudá-los na composição da música que os fará ganhar o prêmio.
Decididas a ajudar os dois cientistas, Lotte e Rosie se empenham na árdua tarefa da procura pelo dragão.

O Grupo Cena 11 apresenta a peça coreográfica "Matéria Escura" na Sala de Cinema Gilberto Gerlach, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, nos dias 24, 25, 31 de março e 1º de abril, sempre às 20h. Após cada apresentação haverá conversa entre o Grupo e o público, mediada pela professora Gizely Cesconetto (graduada em Artes visuais, mestre em Ciência da Linguagem e doutoranda em Geografia Cultural), tendo como temas o trabalho do Cena 11, artes visuais, audiovisual, teatro e dança.


As apresentações e os bate-papos serão transmitidos simultaneamente ao vivo pela internet, pelo canal do Vimeo https://vimeo.com/corpoafora. O público que acompanhará presencialmente os eventos estará limitado a 80 ingressos por sessão, com entrada gratuita, classificação indicativa de 18 anos e obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação na retirada do ingresso. O uso de máscaras será recomendado, por se tratar de ambiente fechado.

As exibições fazem parte do Projeto selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021 – executado com recursos do Governo Federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. Os eventos contam, ainda, com apoio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

Sobre o espetáculo

"Matéria escura" estreou no dia 17 de setembro de 2021, após um ano e seis meses da data prevista, adiada por causa da pandemia. Sem previsão de nova data e com ensaios suspensos, o Cena 11 teve que reinventar seu modo de trabalhar, e por consequência a própria peça coreográfica.

"Matéria escura" foi idealizado como um espetáculo híbrido, sua estreia foi transmitida da sala de ensaios do Grupo no Jurerê Sports Center em Florianópolis, sem plateia presencial. Sua estreia no teatro está agendada para junho no Brasil e novembro na Europa.

“Matéria escura” tem co-produção de Panorama RAFT, Frankfurt Mousonturm, TanzHaus Düsseldorf, Goethe Institut, Something Great Berlin, e Corpo Rastreado SP. Apoio do JUSC - Jurerê Sports Center e Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, também da FCC.

Serviço:

O quê: Matéria Escura - Grupo Cena 11
Quando: 24, 25, 31 de março e 1 de abril, às 20h.
Onde: Sala de Cinema Gilberto Gerlach - Localizada no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.
Ingressos: entrada gratuita. Serão distribuídos 80 ingressos por sessão, a partir das 19 horas nos dias das exibições.  
Classificação indicativa: 18 anos
É necessário apresentar o comprovante de vacinação na retirada do ingresso.
Não é obrigatória a utilização de máscaras, mas aconselhamos utilizá-las em ambientes fechados.

Estão abertas até dia 25 de março as inscrições para a Oficina de Construção de Bonecos Articulados (Puppets) para Stop Motion de Nível Iniciante que ocorrerá nos dias 2, 3, 9 e 10 de abril no Cinema Gilberto Gerlach do Centro Integrado de Cultura (CIC), com o apoio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC). O curso tem como objetivo que cada aluno crie o seu próprio puppet funcional voltado para animação stop motion; introduzir os alunos aos princípios básicos do universo do cinema de animação em stop motion; e despertar o interesse criativo nesta arte.

:: Inscrições aqui

As aulas ocorrerão de forma presencial, em dois finais de semana (sábados e domingos), das 10h15 às 18h, com intervalo para almoço. A participação é gratuita e voltada a maiores de 18 anos, com certificado de vacinação contra a Covid-19 em dia.

A Oficina apresentará conceitos, métodos criativos, técnicas e materiais utilizados no processo de construção de personagens, levando os alunos a aprenderem na prática. Durante o curso os participantes aprenderão a manipular materiais como borracha de silicone, arames, argilas, espumas, tecidos, colas, entre outros.

Esta é a quarta edição da oficina que já passou por São Paulo (Térreo Estúdio) e Salvador (NUBAS). Pela primeira vez em Florianópolis, foi desenvolvida pela equipe formada pelo diretor, designer e puppet maker Joseph Specker Nys e o designer industrial, puppet maker e escultor Marcos Telles, responsáveis pela construção dos puppets para os curtas “Almofada de Penas” (Brasil) e “El Pájaro Cubo” (Colômbia) entre outros projetos.

O projeto foi selecionado pelo Edital Aldir Blanc 2021 – executado com recursos do Governo Federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura - e permitirá o acesso a um público que usualmente teria dificuldade de participar pelo alto investimento que a oficina exige. Serão disponibilizadas 15 vagas gratuitas, priorizando alunos com noções básicas em desenho e/ou escultura, que tenham vocação ou interesse de atuar na área da animação stop motion.

Serviço:

O quê: Oficina de Construção de Bonecos Articulados (Puppets) para Stop Motion de Nível Iniciante
Quando: 2, 3, 9 e 10 de abril de 2022 (sábados e domingos), das 10h15 às 18h (com intervalo para almoço).
Carga horária: 24 horas/aula
Modalidade: Gratuito e Presencial
Onde: Cinema Gilberto Gerlach - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis - SC
Apoio: Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC)