FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

A Biblioteca Pública de Santa Catarina, administrada pelo Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, completa 159 anos neste dia 31 de maio com um rico acervo de mais de 115 mil volumes.

Localizado na região central de Florianópolis, o espaço disponibiliza aos usuários obras de referência, obras gerais, literatura catarinense, brasileira e internacional. Também periódicos, materiais especiais voltados aos portadores de deficiência visual e o importante setor de obras raras, que contém exemplares dos séculos XVII, XVIII , XIX e XX. “Excetuando-se as coleções de obras raras, o acesso ao acervo é livre”, enfatiza o presidente da FCC, que aproveita para faz um chamamento à população: “Os catarinenses precisam visitar nossa biblioteca que é um espaço público riquíssimo, disponível a todos”..

Setor de Literatura - Localizado no 2º andar da Biblioteca Pública, o setor possui em seu conjunto mais de 15 mil exemplares. No acervo estão disponíveis clássicos da literatura nacional e estrangeira, lançamentos e obras - em destaque - para os vestibulares das universidades catarinenses.

Todos os livros desse setor são passíveis de empréstimo domiciliar, reserva e renovação. A regra do serviço de empréstimo se iguala em todos os setores da BPSC: quatro obras, por um período de 15 dias (exceção: apenas um livro da coleção do vestibular pode ser retirado por vez).

Setor de Obras Gerais - Esse setor oferece atendimento ao usuário, orientações para estudos, pesquisas e consulta ao acervo.

Localizado no 1º piso, é considerado o setor de maior movimento da Biblioteca. Ali são realizadas as pesquisas escolares com enciclopédias, dicionários e anuários (coleção de referência).

O acervo é composto de enciclopédias, dicionários e didáticos, bem como material de referência e acervo geral.

Setor de Periódicos - Localizado no 2º piso este setor oferece aos usuários da biblioteca sua coleção de periódicos com circulação estadual, regional e nacional. Além do serviço de leitura e consulta cotidianas, o setor de periódicos oferece a possibilidade de reproduzir notícias e informações constantes nos quatro maiores jornais catarinenses e veiculadas nos últimos três anos.

Setor de Obras Raras - Este setor tem por finalidade organizar e conservar, de maneira apropriada, os materiais raros e antigos. Seu acervo é fechado, sendo a retirada dos livros das estantes feita somente por funcionários especializados da biblioteca, portanto as consultas aos materiais são permitidas somente naquele recinto.

Devido às características do acervo, não existe o empréstimo domiciliar. Para reprodução do material é vetado o uso de fotocópias, sendo possível a utilização de fotografia digital, sem uso de flash.

Serviço:
Bliblioteca Pública de Santa Catarina
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h ás 19h15min e sábados das 8h ás 11h45min.
Rua Tenente Silveira, 343, Centro de Florianópolis.

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

Dando prosseguimento às comemorações pelos 150 anos do poeta catarinense Cruz e Sousa, completados em novembro de 2011, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) acaba de disponibilizar em sua página na Internet dois volumes com a obra completa do bardo simbolista, organizados pelo pesquisador Lauro Junkes. No endereço www.fcc.sc.gov.br/cruzesousa pesquisadores, estudantes, professores, leitores e todos os interessados em conhecer mais sobre o poeta terão acesso, ainda, à 75ª edição do jornal Ô Catarina!, sobre o sesquicentenário do simbolista.

"A ideia é criar um centro de documentação, reunindo, além da obra completa, biografias, ensaios, artigos, revistas e entrevistas", adianta o consultor de projetos especiais da FCC, Marco Vasques. A programação em torno dos 150 anos de Cruz e Sousa deve ter também novos desdobramentos ao longo de 2013, além das ações já iniciadas em 2011. Para dar ainda mais visibilidade ao maior poeta simbolista do Brasil, a FCC distribuirá de mais de 70 mil livros pelo estado de Santa Catarina; criará pontos de distribuição desses livros; promoverá o projeto Poesia ao Pé do Ouvido, em que atores percorrem cidades recitando poesias de Cruz e Sousa em terminais urbanos; organizará um CD com poesias de Cruz e Sousa para pessoas com deficiência visual; e lançará o Prêmio Cruz e Sousa de Literatura.

"Queremos manter viva a obra desse que foi um dos principais nomes da literatura catarinense em todos os tempos. Para isso, a FCC tem redobrado seus esforços no sentido de divulgar o trabalho de Cruz e Sousa junto à população catarinense", finaliza o presidente da FCC, Joceli de Souza.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

 

A Biblioteca Pública de Santa Catarina detém um valioso acervo de jornais catarinenses, disponível em catálogo impresso, no período de 1850 a 1989. Este acervo ainda não está disponível em formato digital e pode ser consultado diretamente na Biblioteca. No entanto, alguns jornais do acervo do Setor de Santa Catarina já podem ser acessados em ambiente digital em duas fontes de pesquisa. Recomendamos o uso desta ferramenta, visando diminuir o impacto do manejo físico dos períodicos. 

A primeira é a Fundação Biblioteca Nacional, vinculada ao Ministerio da Cultura, que disponibilizou em seu Portal,  o projeto Biblioteca Nacional  Digital do Brasil. A Biblioteca Digital é um mundo nótavel de conteúdos e links, como por exemplo o acesso a bibliotecas digitais nacionais do mundo. Mas é no Portal que o leitor poderá acessar, entre outros serviços, a área de catálogos, que reúne acervos dos livros, mapas, manuscritos, obras raras, músicas e os   periódicos gerais, raros, microfilmados e digitalizados. Clique na área do Catálogo de Periódicos Digitalizados e encontrará centenas de páginas de jornais do Brasil, entre os quais os jornais catarinenses listados a seguir:  O Catharinense (1831-1832 e 1860); O Argos (1856-1862); A Regeneração (1868-[1889]); O Despertador (1885) e  Gazeta do Commercio (1914). 

A segunda é o NUPILL -  Núcleo de Pesquisas em Informática, Literatura e Lingüística,  vinculado ao Departamento de Línguas e Literaturas Vernáculas, do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina. Entre os projetos do NUPILL está a Biblioteca de Literaturas de Língua Portuguesa,  uma das poucas no Brasil que é fonte primária e gratuita de textos literários em versão integral na internet. Já o Portal Catarina que nasceu do  empenho e dos sonhos de Lauro Junkes, coloca obras, autores e acervos literários catarinenses à disposição dos leitores em geral, tornando acessível uma série de conteúdos e de informações que dão um panorama da vida intelectual e  literária do Estado de Santa Catarina, desde o século XIX. Na área de busca do Portal, o leitor encontrará o jornal literário O Moleque, de 1884, cujo autor é o próprio Cruz e Sousa.

JORNAIS MICROFILMADOS NA BPSC E NA UFSC -  Na Biblioteca Pública estão disponíveis para consulta imediata,  193 arquivos de jornais em microfilme. O pequisador também pode consultar diversos jornais catarinenses microfilmados, na Biblioteca Central da Universidade Federal de Santa Catarina, no período entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX. Acesse o serviço de coleções especiais para mais informações.

Também na Biblioteca Nacional temos o acervo de jornais catarinenses microfilmados. Acesse AQUI a relação destes jornais.

Fonte: Biblioteca Pública de Santa Catarina

A Biblioteca Pública de Santa Catarina, administrada pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) no Centro de Florianópolis, divulga o resultado da pesquisa de satisfação do público usuário do espaço, feita entre dezembro de 2011 e abril de 2012. Entre os itens avaliados, estão os serviços de limpeza, atendimento, organização, infraestrutura e acervo da BPSC.

Confira o resultado completo no arquivo disponível para download nesta página

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

Desde 1999, a BPSC funciona como Depósito Legal, de acordo com a Lei nº 11.074, de 11 de janeiro, que sacramenta a obrigatoriedade de editoras e escritores catarinenses de doar um exemplar de cada obra impressa para o seu acervo.

>> Leia a íntegra da lei