FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Os espectadores que estiveram no dia 22 de setembro de 2019, às 19h, no Teatro Ademir Rosa, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), devem procurar a Vigilância Epidemiológica de Florianópolis. A medida deve-se a um resultado preliminar positivo que apontou um novo caso de sarampo em um dos espectadores presentes na apresentação do espetáculo Meu Nome Não é Jorge, do comediante Cris Pereira.

A ação é necessária para proteger as pessoas potencialmente expostas, verificando o seu status vacinal e, se necessário, aplicando a vacina contra o sarampo. Dessa forma, é possível interromper a cadeia de transmissão do vírus. Para isso, deve-se fazer contato com a Vigilância Epidemiológica pelos telefones (48) 3212-3910 e (48) 3212-3907.

O sarampo é causado por um vírus altamente contagioso, que se espalha pelo ar. Os principais sintomas são febre alta, tosse, coriza, manchas vermelha e olhos avermelhados. Caso apresente estes sintomas, os doentes devem procurar auxílio médico imediatamente para iniciar o tratamento.