FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Roberta Sá lança seu novo disco, Delírio, em Florianópolis. O disco (Som Livre/MPB Discos) traz 11 faixas, entre elas oito canções inéditas de Adriana Calcanhotto, Cézar Mendes, Tom Veloso e Martinho da Vila, que estarão no repertório do novo show, ao lado de sucessos da carreira de Roberta. “Busquei letras atemporais para falar de amor por diversos prismas. E o disco abraça compositores de diferentes épocas, lugares e estilos”, define Roberta sobre o conceito do álbum.
 
O show tem direção de Gabriela Gastal, cenografia de Valéria Costa e luz de Tomás Ribas. A volta ao estúdio, três anos depois do lançamento de Segunda Pele, trouxe energias renovadas em versos como “Renascer meu tambor/ Nesse meu novo Ilê/ Encontrar meu amor e voltar a viver”, da composição Meu Novo Ilê, de Moreno Veloso e Quito Ribeiro. Para levar esse clima para o palco – o show tem ainda direção de movimento de Marcia Rubin e figurino da Martu -, Roberta estará acompanhada dos músicos que participaram das gravações: Alberto Continentino (baixo), Paulino Dias e Marcos Suzano (percussão), Pedro Franco (bandolim e cavaquinho) e Rodrigo Campello (arranjo e violões), este também o produtor musical de Delírio
 
Entre as novas canções do repertório, estão Me Erra (Adriana Calcanhotto), Amanhã É Sábado (Martinho da Vila), Não Posso Esconder O Que o Amor Me Faz (Cézar Mendes e Capinan), Um Só Lugar (Cézar Mendes e Tom Veloso), Covardia (Ataulpho Alves e Mário Lago) e a música que batiza o disco, Delírio (Rafael Rocha).  O roteiro do show também reserva espaço para Boca em Boca, parceria de Roberta com Xande de Pilares. Roberta escolheu algumas músicas de seus álbuns anteriores como Samba de Um Minuto, Ah, Se Eu vou, O Nego e Eu, Bem A Sós, Samba de Amor e Ódio e Cicatrizes.
 
Serviço:
 
O quê: Show Delírio - Roberta Sá
Quando: 13/05/2016 (sexta-feira), às 21h.
Ingressos: 
1º lote
R$ 160,00 inteira; R$ 80,00 meia-entrada; R$ 110,00 convênios (Clube RBS);
 
2º lote
R$ 180,00 inteira; R$ 90,00 meia-entrada; R$ 130,00 convênios (Clube RBS).
          
>> Entenda as normas para meia-entrada na página descontos.
 
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC) - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro)
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Ademir Rosa, se houver.
O Brasil é um país onde o misticismo é capaz de alimentar discussões intermináveis, movimentar massas e até transformar uma peça teatral num verdadeiro fenômeno. É o caso do espetáculo Além da Vida que, abordando temas como reencarnação, atraiu um público até então inimaginável: mais de 2 milhões de pessoas.
 
A montagem leva à reflexão: existe algo mais além daquilo que podemos alcançar com os cincos sentidos? As situações apresentadas tratam de temas como aborto, tóxicos, suicídio, homossexualidade, entre outros. O espetáculo é um fenômeno que transcende ao fato teatral. Não é uma pregação, ele mostra que há outras dimensões e que é necessário pensar muito a partir do momento em que o livre arbítrio existe em todos os níveis de consciência.
 
Serviço:
 
O quê: Além da Vida
Quando: 22/05/2016 (domingo), às 20h.
Ingressos: R$ 60,00 inteira; R$ 30,00 meia-entrada e convênios (Koerich, Imperatriz, Ipiranga, Notícias do Dia, Diário Catarinense, Porto Seguro, funcionários RBS e funcionários RIC).
              
>> Entenda as normas para meia-entrada na página descontos.
 
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC) - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro)
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Ademir Rosa, se houver.
A segunda edição de maio do CIC 8:30 – Grandes Encontros terá mais uma noite memorável para a música catarinense: o lançamento do CD e DVD De trés ont'onte a Dijaôji, do Grupo Engenho, que marcou época nos anos 1970 e 1980 em Santa Catarina. O show que ocorrerá no dia 25 de maio, às 20h30min, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), é uma promoção da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). Os ingressos estão à venda por R$ 40 inteira e R$ 20 meia-entrada.
 
O registro, gravado em 2014 no Circo da Dona Bilica, em Florianópolis, traz clássicos conhecidos do público catarinense. No palco do show estarão quatro dos músicos da formação original, de 1979: Alisson Mota (vocais e violão), Marcelo Muniz (baixo, orocongo e voz), Chico Thives (bateria e voz) e Claudio Frazê Gadotti (percussão e voz), além de Marcelo Besen (acordeon), Guto Vieira (violino) e Manoella Vieira (vocais). A noite do lançamento contará, ainda, com a participação de grandes amigos e músicos, como Luiz Moukarzel (um dos fundadores do grupo), Daniel Lucena (vocalista da banda Expresso Rural), Neco (compositor de Barra da Lagoa) e Mario Moita (fadista português).
 
Sobre De trés ont’onte a dijaôji
 
O CD/DVD, cujo título faz alusão direta ao linguajar típico dos descendentes de açorianos moradores da Ilha de Santa Catarina, mostra releituras de antigos sucessos, como Corre MeninaMeu Boi VadiouLua MansaForça MadrinheiraFeijão com Caviar e Quintal, além da canção inédita, Areia. As letras destas composições retratam principalmente a cultura e costumes tradicionais da Ilha, bem como sua paisagem: o pescador, o engenho de farinha, o mar, a lua e as rendeiras e, ao mesmo tempo, estão os relatos das coisas do homem, o seu trabalho, o sacrifício de manter a terra e as suas lembranças. A partir disso, estão as letras diretamente ligadas ao período da ditadura no Brasil, e que refletem o desejo de liberdade, como Vou Botá meu Boi na Rua, onde o Grupo Engenho transforma um folguedo popular em um grito de guerra. 
 
O trabalho é um projeto comemorativo aos 37 anos do Grupo Engenho, que conquistou o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2013, promovido pelo Governo do Estado de Santa Catarina por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e da FCC, para a gravação e lançamento do quinto álbum e do DVD ao vivo. A finalidade é o registro da história do grupo – e, por consequência, da própria história musical do Estado de Santa Catarina, já que os únicos registros de áudio que existem são os raros LPs do grupo, Vou Botá Meu Boi na Rua, Engenho e Força Madrinheira, gravados em estúdios nos anos 1980. 
 
O projeto foi produzido pela Rhythmus Produções e gravado pelo Estúdio Pimenta do Reino, de Florianópolis. A gravação do DVD ocorreu no Circo da Dona Bilica, no Morro das Pedras, em Florianópolis, escolhido justamente por ser um espaço que valoriza a cultura açoriana, amplamente pesquisada pelo Grupo Engenho.       
Sobre o grupo
 
O Grupo Engenho é uma das principais referências da música catarinense e um dos precursores da produção fonográfica independente no Brasil. Em sua música, seja nas letras ou ritmos, sempre com toques sociais e políticos, estão presentes elementos da cultura da Ilha de Santa Catarina e de todo Sul do Brasil, trazidos pela experiência, origem diversa de cada um dos integrantes e pela ampla e contínua pesquisa de campo. 
 
Criado em Florianópolis por Marcelo Muniz, Chico Thives e Luiz Mourkazel, em 1977, o Engenho se consolidou e se projetou nacionalmente a partir de 1979, com a formação  de Marcelo Muniz (baixo e voz), Chico Thives (bateria), Cristaldo Souza (acordeon),  Alisson Mota (violão e voz) e Claudio Frazê (percussão). O grupo fez parte, junto a outros músicos brasileiros, de um movimento de produção independente em oposição à indústria fonográfica que se implantava rapidamente achatando o mercado; lançou, então, o seu primeiro álbum, intitulado Vou Botá Meu Boi na Rua, pela Engenho Produções e Gravações Ltda, distribuído nacionalmente pela Independente, de São Paulo.
 
O sucesso do trabalho levou-os a gravar, a seguir, o álbum Engenho, resultado de pesquisas sobre o folclore da Ilha de Santa Catarina realizadas por seus integrantes, orientados pelo professor e artista Franklin Cascaes. Em 1983, o Engenho foi convidado pela Lira Paulistana a gravar em São Paulo o seu terceiro álbum, Força Madrinheira, distribuído e divulgado em todo o Brasil pela gravadora Continental.
 
Em 1984, o grupo se desfez e seus integrantes tomaram caminhos distintos. De 1998 a 2005, ressurgiram com a formação: Marcelo Muniz, Cristaldo Souza, Leleco Lemos, Gilson Duarte e Ivan Schmidt, gravando o CD Movimento. Em 2011, o Engenho voltou a se reunir e fazer shows com sua segunda formação quase completa: Marcelo Muniz (baixo e voz), Chico Thives (bateria), Alisson Mota (violão e voz) e Claudio Frazê (percussão); e como convidados Marcelo Besen (acordeon), Guto Vieira (violino) e Manu Vieira (voz), permanecendo como a atual formação do Grupo.
 
Serviço:
 
O quê: Lançamento do DVD do Grupo Engenho - CIC 8:30
Quando: 25/05/2016 (quarta-feira), às 20h30.
Ingressos: R$ 40,00 inteira; R$ 20,00 meia-entrada.
              
>> Entenda as normas para meia-entrada na página descontos.
 
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC) - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro)
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Ademir Rosa, se houver.
Tholl, Imagem e Sonho é um espetáculo consagrado nacionalmente e que, por onde passa, arrebata corações, ganha novos fãs e desperta, em especial nos jovens, o gosto pela arte circense. Estreado em 15 de novembro de 2002, usa uma roupagem moderna e arrojada para a arte circense, sendo denominado de “novo circo”. São 75 minutos de alegria e muita, muita magia.
 
O elenco usa perucas estilizadas e figurinos elizabetanos e venezianos de luxo com toques de modernidade. O espetáculo tem iluminação sofisticada, dança coreografada e música vibrante e marcada. Tholl liberta o espectador para que faça sua própria leitura de uma forma simples e sincera, transportando-o a um mundo de sonhos e fantasia, com a intenção de ocupar um pedacinho da memória e do coração de cada um, como um inexplicável momento de catarse coletiva.
Serviço:
 
O quê: Tholl, Imagem e Sonho
Quando: 28/05/2016 (sábado), às 20h.
Ingressos:
1º lote
R$ 90,00 inteira; R$ 45,00 meia-entrada; R$ 60,00 Clube RBS; R$ 70,00 Promocional Blueticket (à venda apenas no site).
 
2º Lote
R$ 110,00 inteira; R$ 55,00 meia-entrada; R$ 70,00 Clube RBS; R$ 80,00 Promocional Blueticket (à venda apenas no site).
              
>> Entenda as normas para meia-entrada na página descontos.
 
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC) - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro)
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Ademir Rosa, se houver.
Um dos ícones da música catarinense dos anos 1980, o grupo Expresso Rural nasceu na época do boom dos festivais de música, com o encontro dos músicos Zeca Petry e Daniel Lucena. Em 1982, entraram os músicos Volnei Varaschin e Paulo Back e, no ano seguinte, o grupo gravou seu primeiro disco, intitulado Nas manhãs do Sul do Mundo.
 
Desde lá, outros CDs foram gravados e muitas canções cantadas nos shows do Expresso Rural como verdadeiros hinos de um gigantesco coral. Em 2015, o Estúdio Pimenta do Reino Produções assumiu junto ao Expresso, em grande espetáculo no Teatro Ademir Rosa, a gravação do DVD + CD ao vivo, que será lançado neste show imperdível. Uma verdadeira festa da música autoral catarinense.
 
Serviço:
 
O quê: Lançamento do DVD da banda Expresso Rural
Quando: 01 e 02/06/2016 (quarta e quinta-feira), às 20h30.
Ingressos:
Plateia Inferior 
R$ 80,00 inteira; R$ 40,00 meia-entrada.
 
Plateia Superior
R$ 70,00 inteira; R$ 35,00 meia-entrada.
        
>> Entenda as normas para meia-entrada na página descontos.
 
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC) - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Informações: (48) 3664-2628 (bilheteria do Teatro)
Bilheteria: Diariamente (incluindo domingos e feriados), das 13h às 19h. Após este horário, venda somente para o espetáculo realizado no dia e no Teatro Ademir Rosa, se houver.