CIC Facebook Instagram

Logo GOV SC 2019 Colorido

O objetivo da oficina, ministrada pelo fotógrafo Sérgio Sakakibara, é resgatar a cultura da fotografia química à moda antiga, com filmes e negativos. Foram oferecidas duas turmas, uma pela manhã e uma pela tarde, e o curso foi ministrado em quatro dias, de 26 a 29 de janeiro de 2016, com carga horária de 16h.  
 
A oficina é dirigida a professores de fotografia, fotógrafos e artistas plásticos, que já tenham conhecimento de fotografia química e possuam câmera de grande formato. 
 
Durante as aulas são demonstrados o modo de construção de diversos modelos de câmeras artesanais, o uso de filme de raio x para fazer fotografias e a confecção de cópias positivas em papel de aquarela sensibilizado pelo processo Van Dyke. O material de consumo fica por conta de cada participante, que recebe uma lista após a confirmação da inscrição. Os participantes recebem material didático em formato digital, disponibilizado antes do início das aulas, e certificado de participação na oficina. 
 
Sobre o ministrante

Sérgio Sakakibara é professor de Fotografia, bacharel em Artes Visuais pela Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS), servidor da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), atualmente lotado no Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul. Já ministrou a oficina de Fotografia de Grande Formato na Universidade de Brasília, em Brasília, e na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre.
 
Programação:
 
1º dia  
Explanação teórica sobre técnicas históricas e alternativas, o como e o porquê do uso dos processos, construção de câmeras, impressões.
 
2º e 3º dias
Prática de obtenção de fotos e revelação dos negativos obtidos.
 
4º dia
Preparo dos produtos químicos, sensibilização dos papéis e confecção das cópias positivas pelo processo Van Dyke. Avaliação dos trabalhos produzidos.

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

Trata das mídias por meio da exposição de conceitos, da discussão sobre os valores das mídias na atualidade e sobre o uso de mídias nas organizações que implica em: adequação para cultura, identidade e públicos. Tem por objetivo disponibilizar informações que possibilitem ao aluno adquirir conhecimento sobre as mídias e sobre o seu valor para sociedade, além de adquirir conhecimentos que permitam elaborar e planejar estratégias de atuação para um serviço, instituição ou marca, utilizando algumas das mídias disponíveis atualmente. Esta oficina não trata de softwares e/ou tecnicidades relativas a softwares, hardwares, requisitos, entre outros

Ministrante: Maria Elizabeth Horn Pepulim (Betita)
Dias e horário das aulas:
No segundo semestre de 2015 (a partir de 18/08)
Terças-feiras, das 9h30 às 11h30.
Número de vagas disponibilizadas: 25

Informações: (48) 3664-2639

Objetiva o aprimoramento da produção textual por meio de práticas e discussões. Nela, serão trabalhados o desenvolvimento e a organização das ideias que abrangem a clareza, a fluência, a concisão, a precisão, a coesão, a coerência ao expressá-las e, sobretudo, a necessidade de uma consciência ao escrever, ao realizar a transferência do pensamento para a palavra escrita. Esta oficina não é uma oficina sobre gramática e língua portuguesa. 
 
Ministrante: Maria Elizabeth Horn Pepulim (Betita).
Dias e horário das aulas: no segundo semestre de 2015 (a partir de 19/08)
Quartas-feiras, das 9h30 às 11h30.
Número de vagas disponibilizadas: 25 
 
Informações: (48) 3664-2639
Ministrada pela contadora de histórias Claudete Terezinha da Mata, presidente de honra da Academia Brasileira de Contadores de Histórias, a oficina é voltada a todos os públicos, desde professores até alunos com idades a partir dos 10 anos (acompanhado de um responsável), profissionais de todas as áreas do conhecimento, pais e comunidade em geral. O conteúdo a ser trabalhado foi elaborado para fomentar o refinamento da prática da oralidade, sacudir o gosto pelo livro e a leitura, pesquisar, estudar e incentivar estas atividades de difusão cultural capazes de contribuir com o despertar da sensibilidade humana, o imaginário consciente e o despertar da criatividade dos participantes envolvidos nestas atividades em grupo. 
 
Os encontros ocorrerão conforme o cronograma abaixo:
 
Julho: 13/07 e 27/07;
Agosto: 08/08, 10/08, 24/08;
Setembro: 14/09, 28/09;
Outubro: 19/10;
Novembro: 09/11 e 23/11;
Dezembro: 05/12 (sábado - encerramento).
 
Turma 1 - 15h às 17h
Turma 2 - 19h às 21h
 
Ao final do ano, os participantes recebem a “certificação de formação”, expedida pela ABCH e parceria. A certificação será de acordo com a carga horária frequentada, com mínimo de 70% das aulas (carga horária inferior não receberá certificado).
 
Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou telefone (48) 3664-2639. 
 
 
Serviço:
 
O quê: Oficina Espaço de Histórias
 
Local das aulas: Cinema do CIC - Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Aulas: de 13 de julho a 23 de novembro. Turma 1, das 15h às 17h; Turma 2, das 19h às 21h.
Participação gratuita.
 
A Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio da Diretoria de Difusão Artística, está com inscrições abertas para a oficina de Introdução à Leitura Musical, que ocorrerá de 26 de maio a 1º de setembro, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. A participação é gratuita e as inscrições devem ser feitas aqui até o dia 20 de maio.
 
A oficina é ministrada pela professora Ana Paula Weschenfelder, em aulas às terças-feiras com encontros de 1h30 de duração. Podem participar pessoas a partir de 12 anos. São oferecidas 30 vagas. 
 
Não há pré-requisito para participar, pois o foco das aulas é para iniciantes – pessoas sem conhecimento algum ou com conhecimento básico de leitura musical. A oficina aborda, de forma sucinta, a história da escrita musical; vantagens da escrita e leitura; simbologia musical; partituras, cifras e tablaturas; e a aplicação prática do conhecimento no repertório instrumental e vocal (popular e erudito) para iniciantes. Ao final da oficina, o estudante deverá ser capaz de identificar diversos elementos musicais, realizar solfejos e ditados rítmicos básicos, compreender os diferentes estilos de escrita e aplicar seus conhecimentos na leitura musical, seja esta voltada para o canto e/ou para um instrumento de sua preferência.
 
Mais informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou telefone (48) 3664-2639.