FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

 

Roda de Conversa: Antonieta de Barros e lldefonso Juvenal: narrativas sobre as negras e os negros na historiografia catarinense

roda_conversa_consciencia_negra
Categoria :
Biblioteca Pública
Data:
10/11/2021 18:30
Local
Transmissão pelo canal de vídeos da FCC no YouTube: HTTPS://www.youtube.com/user/ImprensaFCC

A sexta edição do projeto “Roda de Conversa”, idealizado pela Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), será no dia 10 de novembro, às 18h30, em formato virtual. Desta vez, a temática será “Antonieta de Barros e lldefonso Juvenal: narrativas sobre as negras e os negros na historiografia catarinense”. O encontro terá como convidados o historiador/pesquisador Fábio Garcia e a professora/pesquisadora Jeruse Romão, com o bibliotecário Alzemi Machado na mediação dos trabalhos.

O mês de novembro é marcado pelas comemorações do Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, data de morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, personalidade que dedicou a sua vida lutando contra a escravatura no Brasil. Racismo é um grande problema da sociedade e, cada vez mais, ações para combatê-lo se fazem necessárias. E uma das ações afirmativas que surgiram por meio da luta dos movimentos negros no Brasil foi o Dia da Consciência Negra.

Em Santa Catarina, as primeiras lutas associativas de combate contra o racismo iniciam-se por volta da década de 1920, com a fundação dos clubes recreativos e literários em diversas cidades (Florianópolis, Lages, Itajaí, Tijucas, Laguna, Joinville), criados como espaços de socialização e debates em torno da causa, numa época em que os negros e as negras eram impedidos de frequentar as instituições cujos integrantes e dirigentes eram brancos.

Diversos intelectuais e ativistas negros estavam à frente deste processo de luta e discussão acerca do racismo institucionalizado, com destaque para o militar Ildefonso Juvenal, fundador do Centro Cívico e Recreativo José Boiteux (considerado o primeiro negro com formação superior em SC), a professora e jornalista Antonieta de Barros, primeira deputada negra no Brasil, os escritores João Rosa Júnior e Trajano Margarida, as destacadas educadoras Leonor de Barros e Olga Brasil, bem como Abdon Batista, que ocupou os cargos de prefeito, deputado, senador e governador, Heráclito Ribeiro, desembargador do Tribunal de Justiça, Amália Efigênia da Silva, o sindicalista Alfredo Firmino Rosa, o poeta simbolista Cruz e Sousa e tantas outras personalidades que impulsionaram e deram grandes contribuições nos campos da cultura, arte, educação, imprensa, política e nas diversas áreas da vida social barriga-verde, consolidando-se como protagonistas e marcando presença na historiografia de Santa Catarina.

Sobre os participantes:

JERUSE ROMÃO: Nascida em Florianópolis em 1960, é professora graduada em Pedagogia. Ativista do movimento negro e pesquisadora popular, publicou dezenas de artigos cem revistas científicas, palestras, cursos e autora e co-autora de livros versando sobre às políticas afirmativas para negros e negras no Brasil, entre os quais: “As ideias racistas, o negro e a educação”(1997),“Por uma educação que promova a auto-estima da criança negra”(1999), “História da educação do negro e outras histórias” (2005), “A África está em nós” (2010), “Africanidades Catarinenses” (2008). Em 2021, publicou a biografia da professora, deputada e jornalista Antonieta de Barros.
FÁBIO GARCIA: Graduado em História, mestre em Educação e doutorando em Educação (UFSC). Editor da Editora Cruz e Sousa e membro do Conselho Editorial da Revista Raça. É organizador dos livros: "João Rosa Júnior: poeta d'alma" (2020), "Ildefonso Juvenal da Silva: um memorialista negro no Sul do Brasil" (2019) - livro finalista do Prêmio Jabuti de Literatura/2020, “Política Cultural de Florianópolis: legislação, Plano Municipal de Cultura, Gestão e Equipamentos Culturais” (2017), “Diversidade e educação para as relações étnico-raciais” (2011), “Africanidades Catarinenses” (2008) e “Negras pretensões” (2007).
ALZEMI MACHADO (mediador): bibliotecário (BPSC/FCC) e mestre em Educação e Cultura. É coordenador técnico da Hemeroteca Digital Catarinense e conselheiro estadual de Cultura.

Serviço:
O quê: Roda de Conversa “Antonieta de Barros e lldefonso Juvenal: narrativas sobre as negras e os negros na historiografia catarinense”.
Quando: 10 de novembro de 2021 (quarta-feira), às 18h30.
Transmissão pelo canal de vídeos da FCC no YouTube: HTTPS://www.youtube.com/user/ImprensaFCC

 
 

Todas as Datas:

  • 10/11/2021 18:30

Fornecido por iCagenda