FCC FacebookTwitterYoutube

O Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) está temporariamente fechado à visitação do público enquanto se prepara para receber suas novas exposições. A previsão é de que a reabertura ocorra no dia 27 de fevereiro, com a mostra Rodrigo de Haro – 80 anos, com obras da coleção de Jeanine e Marcelo Colaço Paulo e curadoria de Ylmar Corrêa Neto; exposição de longa duração Coleção MASC; Diálogos com o Acervo, da artista Berenice Gorini; mostra de fotografias e vídeos Coleção MASC; e a exposição fotográfica Provence en hiver / Provence no inverno, com trabalhos dos artistas André Cunha, Bernardo Dorf, Leco Jucá, Lucas Pacífico, Marcelo Hein, Márcio Távora, Monica Paes e Paola Vianna, além dos coordenadores do projeto Helena Rios e Marcelo Greco.

A visitação destas exposições deve se prolongar até 26 de maio de 2019. Mais informações podem ser obtidas diretamente com o Museu pelo telefone (48) 3664-2629 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Agendamento de visitas mediadas deve ser feito pelo número (48) 3664-2333 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A obra Parque de Diversões, da artista Djanira Motta e Silva, pertencente ao acervo do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) fará parte da mostra Djanira: a memória de seu povo, que abre ao público em 1º de março, no Museu de Arte de São Paulo (MASP). O empréstimo foi concedido através de um termo de cessão de uso de bem móvel entre a Fundação Catarinense de Cultura e o MASP.

A exposição, primeira do ciclo temático "Histórias das mulheres, histórias feministas”, questiona as narrativas tradicionais da história da arte, colocando em evidência as narrativas e os trabalhos de mulheres artistas que, de modo deliberado ou não, foram ignoradas ao longo dos séculos. A mostra da artista modernista brasileira (Avaré-SP, 1914 – Rio de Janeiro, 1979) tem curadoria de Isabella Rjeille e Rodrigo Moura. Em junho, a obra será exibida também na Casa Roberto Marinho, no Rio de Janeiro.


Ficha técnica da obra:
Artista: Djanira da Motta e Silva
Título: "Parque de Diversões", sem data
Óleo sobre tela
60 x 73 cm

Entram na reta final as exposições em cartaz no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC). O público tem até 03 de fevereiro para visitar as mostras do 6ª edição do Prêmio CNI Sesi Senai Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas,  a exposição Beatriz Milhazes – Um itinerário gráficoo Projeto Claraboia com Território Fragmentado, de Jairo Valdati e a mostra O Astronauta, com obras de acervo do artista Fernando Lindote.

Na mostra do Prêmio Marcantonio Vilaça é possível conferir os trabalhos dos cinco artistas vencedores da sexta edição do Prêmio: Daniel Lannes (RJ), Fernando Lindote (SC), Jaime Lauriano (SP), Pedro Motta (MG) e Rochelle Costi (SP); e a exposição Verzuimd Braziel - Brasil Desamparado, do curador premiado Josué Mattos, que reúne trabalhos dos artistas André Parente, Anna Bella Geiger, Carla Zaccagnini, Cildo Meireles, Clara Ianni, Dalton Paula, Daniel Jablonski e Camila Goulart, Daniel Santiago, Ivan Grilo, Lourival Cuquinha, Regina Parra, Regina Silveira, Santarosa Barreto, Thiago Honório, Thiago Martins de Melo e Vitor Cesar.

Em paralelo às mostras do Prêmio, é realizada a ainda exposição A Intenção e o Gesto, que integra o projeto Arte e Indústria. A iniciativa homenageia artistas com processos de criação relacionados à produção industrial. Em sua terceira edição, o projeto tem a curadoria de Marcus Lontra e reúne trabalhos do artista Sérvulo Esmeraldo, homenageado desta edição, e de mais dez artistas contemporâneos que dialogam com sua produção: Almandrade, Ana Maria Tavares, Angelo Venosa, Arthur Lescher, Delson Uchoa, Hildebrando de Castro, Guto Lacaz, Iran do Espírito Santo, Jaildo Marinho, Raul Córdula e Paulo Pereira.

E a sétima edição do Projeto Claraboia apresenta Território Fragmentado, de Jairo Valdati. É uma instalação que se apresenta como uma floresta reminiscente e que tem como referencial teórico a discussão do território originalmente ocupado pelas espécies bióticas em detrimento a fragmentação realizada pela ocupação humana em Santa Catarina. Na Sala de Vídeo do MASC o visitante pode conhecer as  obras de acervo do artista Fernando Lindote, na mostra O Astronauta.

E a exposição “Beatriz Milhazes – Um itinerário gráfico”, do Projeto ArteSesc, é composta por nove serigrafias e mais três obras de técnica mista, todas originais. O cromatismo desafiador, o equilíbrio tenso entre o popular e o erudito, além da vertiginosa convivência de formas e cores lançam uma sedutora provocação ao olhar. Assim, possibilidades inéditas de reflexão sobre a visualidade brasileira se abrem na obra gráfica em destaque.

 

Serviço:

Exposições MASC
Visitação: até 03 de fevereiro de 2019
Horário: de terça a domingo das 10h às 21h.
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) / Centro Integrado de Cultura (Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica - Florianópolis).

Entrada gratuita.

 

Ascom FCC

Atualização (29/01/2019): As inscrições para a Oficina de Escultura em Papel estão encerradas devido ao preechimento de todas as vagas. Agradecemos pelo interesse de todos.

 

Crianças com idades entre 7 e 10 anos podem participar da nova edição da Oficina de Verão de Escultura em Papel que o Núcleo de Ação Educativa (NAE) do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC)  promoverá no dia 1º de fevereiro, das 14h às 17h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., enviando os seguintes dados:

Nome completo e idade da criança;
Escolaridade:
Nome completo e idade do responsável;
E-mail e telefone (residencial/celular/comercial) para contato;
Formação;
Profissão.

A proposta visa oportunizar, neste momento de férias de verão, visita mediada e oficina em diálogo com exposição do 6º Prêmio Marcantonio Vilaça A intenção e o Gesto - Projeto Arte e Indústria, do artista homenageado Sérvulo Esmeraldo. São disponibilizadas 15 vagas e, para esta faixa etária específica (de 7 a 10 anos), somente serão aceitas inscrições mediante o acompanhamento de familiares adultos ou responsáveis no dia da oficina.

O encontro ocorrerá no Museu, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. Mais informações podem ser obtidas com o NAE/MASC pelo telefone (48) 3664-2633, de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h.

Oficinas de Verão

Outras duas Oficinas de Verão no MASC seguem com inscrições abertas. A Oficina de Fanzine para adolescentes com idades entre 14 e 17 anos ocorrerá no dia 29 de janeiro (terça-feira), das 14h às 17h; e a Oficina de Pintura para crianças de 11 a 13 anos será no dia 30 de janeiro (quarta-feira), das 14h às 17h. Interessados podem inscrever-se nas visitas mediadas e oficinas que correspondem à respectiva faixa etária enviando os seguintes dados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.:

Nome completo e idade;
Especificar a data desejada da visita mediada e oficina;
E-mail e telefone (residencial/celular/comercial) para contato;
Escolaridade;
Profissão.

Na próxima quinta-feira, 31, o Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) promove uma mesa redonda com os artistas Fernando Lindote e Jairo Valdati e os curadores Juliana Crispe e Franzoi. O encontro será às 19h, com entrada gratuita.

O propósito do evento é falar sobre as exposições O Astronauta, que reúne obras de Fernando Lindote que integram o acervo do museu, e o projeto Claraboia, que nesta edição traz a mostra Território Fragmentado, de Jairo Valdati. Essas duas exposições estão em cartaz no MASC até 03 de fevereiro.


Sobre as exposições

A sétima edição do Projeto Claraboia é uma exposição com curadoria de Massimo Scaringella e Franzoi. Trata-se de uma instalação que tem como referencial teórico a discussão do território originalmente ocupado pelas espécies bióticas em detrimento a fragmentação realizada pela ocupação humana. A instalação tem cerca de 400 imagens aéreas representando todo o território do Estado de Santa Catarina. Estas imagens datam de 1958 e estão impressas sobre papel. Cada imagem mede aproximadamente 80 x 100 cm. Além das imagens são utilizadas folhas de plantas secas, coletadas em remanescentes florestais distribuídos pelo território do Estado.

A instalação ocupa a área denominada Espaço Claraboia e se apresenta como uma floresta reminiscente: as imagens enroladas e acopladas umas as outras formarão esculturas em forma de cilindros que darão ideia de troncos de árvores. O conjunto de aproximadamente 150 esculturas representam as áreas remanescentes dos territórios das espécies no território do Estado de Santa Catarina. O diâmetro e altura serão variáveis, adaptando-se ao local de exposição.

Ainda no MASC é possivel conferir a mostra “O Astronauta”, com bras de acervo do artista Fernando Lindote. Os trabalhos estão expostos na Sala de Vídeo do Museu.

 

Serviço:

Mesa Redonda no MASC

Data: 31 de janeiro de 2019

Horário: 19h

Local: MASC, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), Florianópolis

Entrada gratuita.

 

 

 

IMG 20190123 WA0013