MASCFacebookInstagram

A arte catarinense está representada por obras de Eduardo Dias, Malinverni Filho, Martinho de Haro, Hassis, Eli Heil, Rodrigo de Haro, Elke Hering, Rubens Oestroem, Luiz Henrique Schwanke, Juarez Machado, entre outros artistas, formando uma verdadeira retrospectiva da arte de Santa Catarina.

Na coleção nacional figuram nomes como Di Cavalcanti, Cândido Portinari, Djanira, Emeric Marcier, Alfredo Volpi, Tarsila do Amaral, Guignard, José Pancetti, Carlos Scliar, Iberê Camargo, Tomie Ohtake, Aldo Bonadei, Mário Zanini, Lula Cardoso Ayres, Frans Krajcberg, Antonio Maia, Marcelo Grassmann, Fayga Ostrower, Antonio Henrique Amaral e Lívio Abramo.

O Núcleo de Conservação e Acervo conta com a Sala de Conservação Preventiva, que possibilita a integridade das obras, manuseio e cuidados no controle ambiental (temperatura e umidade relativa do ar) da sala da Reserva Técnica (local de guarda das peças do acervo). O Núcleo conta ainda com o apoio do Atelier de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Atecor) da Fundação Catarinense de Cultura para a restauração de obras e apoio técnico em procedimentos de conservação.

O núcleo de acervo organiza mostras didáticas, temporárias e permanentes com objetivo de levar ao público maiores informações sobre a obra e o artista.