FCC FacebookTwitterYoutube

ATENÇÃO: inscrições encerradas devido à lotação do espaço. A atividade foi transferida para 29 de outubro.

O escritor Sig Schaitel participará de uma sessão de autógrafos e contação de histórias na Biblioteca Pública de Santa Catarina no dia 29 de outubro, em duas sessões: às 9h e às 15h. O encontro ocorre no Auditório da BPSC.

Para participar, é necessário realizar inscrição na BPSC, pelos telefones (48) 3665-6420 e 3665-6422 ou, ainda, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Serão disponibilizadas 60 vagas.

Sig faz parte da Cia Mafagafos, de criação e pesquisa com foco na cultura da infância. Também publica livros ilustrados e jogos literários para crianças.

Serviço:

O quê: Contação de histórias e sessão de autógrafos com Sig Schaitel (Cia Mafagafos)
Quando: 29/10/2019, às 9h e às 15h
Onde: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis
Entrada gratuita

Os Jardins do Museu Histórico de Santa Catarina, localizado no Palácio Cruz e Sousa, centro de Florianópolis, recebem nesta quinta-feira (10), às 12h, a apresentação da Orquestra de Choro Campeche. A atração faz parte do 2º Festival de Choro Primavera e tem entrada gratuita.

A Orquestra de Choro Campeche é um grupo composto por
estudantes de música da Escola Portátil de Música de Florianópolis, projeto realizado em parceria com o Instituto casa do Choro do Rio de Janeiro. Coordenada pelo bandolinista Geraldo Vargas, dedica-se, além da execução de arranjos, ao estudo de melodias e harmonias no universo rítmico do Choro dentro do repertório de grandes compositores do estilo.

A Orquestra reúne atualmente 15 estudantes de música das
comunidades principalmente do Sul da Ilha e ensaia semanalmente o repertório de arranjos elaborados para sua formação que inclui bandolins, cavaquinhos, violões, flautas, clarinetes, acordeom e percussão.

Serviço:

O quê: Apresentação da Orquestra de Choro Campeche
Quando: 10/10/2019, às 12h
Onde: Jardins do Museu Histórico de Santa Catarina - Localizado no Palácio Cruz e Sousa
Entradas pelas ruas Tenente Silveira, Trajano e Praça XV
Entrada gratuita

O fim de semana do Dia das Crianças terá duas sessões abertas ao público do show Mister Johnny - O Mágico das Crianças no Teatro Álvaro de Carvaho (TAC). As apresentações ocorrem no sábado e domingo (12 e 13), às 16h.

Mister Johnny combina com todos os tipos de apresentações, porque mágica não é coisa só para crianças, e chama atenção de todas as pessoas que ficam muito mais descontraídas e animadas. Coelhos, pombos e tantas outras coisas desaparecem num piscar de olhos com sua misteriosa e fascinante cartola mágica.

Serviço:
O quê: Mister Johnny - O Mágico das Crianças
Quando: 12 e 13 de outubro de 2019, às 16h
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro - Florianópolis
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 60,00 inteira; R$ 30,00 meia-entrada; R$ 30,00 convênio (Notícias do Dia).
**Venda nas bilheterias dos teatros. Ingressos não numerados.

A Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) promove de 6 a 8 de novembro a Jornada Regional de Patrimônio Industrial (Região Sul). O objetivo é reunir interessados/as, estudiosos/as e pesquisadores/as dos temas que envolvem o patrimônio industrial no campus da Universidade, em Criciúma.

O evento é organizado pelo Grupo de Pesquisa Patrimônio Cultural: Histórias e Memórias e o Curso de História, ambos da Unesc, em parceria com o Comitê Brasileiro para Conservação do Patrimônio Industrial (TICCIH – Brasil). Inscrições para apresentação de trabalhos devem ser feitas até 15 de outubro e para ouvintes, até 6 de novembro, no site oficial da Jornada, onde também está a programação e demais informações.

ATENÇÃO: Inscrições encerradas devido à lotação do espaço.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina promoverá no dia 17 de outubro, às 15h, uma Oficina de Encadernação. O objetivo é ensinar os participantes a produzirem um livreto em encadernação Japonesa de quatro furos.

Para participar, é necessário se inscrever antecipadamente na Biblioteca Pública, pelos telefones (48) 3665-6422 e 3665-6420 ou, ainda, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Serão oferecidas 15 vagas para pessoas a partir de 12 anos de idade.

A Oficina será ministrada pela facilitadora Rita Cunha. O participante aprenderá a fazer um livreto em encadernação Japonesa, que é uma encadernação tradicional, de simples execução e de muita graciosidade e apresentada em muitas variações. A técnica apresentada é uma das mais difundidas, que é a de quatro furos, a qual foi desenvolvida em homenagem ao imperador da dinastia QING (1644-1912), e denomina-se KokiToji, cujo significado é Encadernação Nobre. A encadernação japonesa une blocos de folhas sem dobras conjuntamente com as capas de uma única vez.

Ao participante serão apresentados a técnica de costura e os materiais para serem utilizados na produção do folheto. O modelo proposto de costura é exposta e compõe um tipo de encadernação flexível na qual cordão, linha, fita palha etc. ficarão expostos na altura do livreto. Serão apresentados os instrumentos necessários, em particular, agulhas e o papel, para que o participante possa fazer suas escolhas em futuras criações.

Material necessário:
Papel tipo sulfite uma resma de papel cortada em quatro (em cruz);
1 Agulha para cada participante;
Cordão, fita, linhas variadas;
4 Folhas de cartolina Color Plus;
1 Tesoura;
Lápis;
Tesoura;
Régua 30 cm.

O participante deve trazer:
1 Agulha de costura número 2;
1 Lápis;
1 Régua.

Sobre a facilitadora

Rita Cunha é especialista em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde pela Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz (2013) com graduação em Tecnologia em Conservação e Restauro de Bens Culturais pela Universidade Estácio de Sá/RJ (2010) e cursos de Preservação, Conservação e Restauro de Documentação Gráfica pela Associação Brasileira de Encadernação e Restauro/ABER/SP (2001). Na área da educação possui Especialização em Educação Especial pela Universidade Metodista de Piracicaba/UNIMEP/SP (2006) e Graduação em Pedagogia/Supervisão Escolar pela Universidade Federal de Alagoas/UFAL (1989). Seus interesses estão voltados a trabalhos de Conservação e Restauro do Patrimônio Documental em papel, a conservação preventiva em suporte papel e aPatrimônio Artístico e Cultural em geral. Foi Coordenadora Técnica do Projeto de Restauro e Conservação do Acervo do Instituto Meyer Filho, em Florianópolis/SC. Em 2017 ministrou capacitação de Encadernação para Conservação na Biblioteca Pública do estado de Santa Catarina. Atualmente é aluna de Arquivologia na UFSC, bolsista de extensão na Oficina de Conservação de Acervo Bibliográfico da CIN/UFSC onde atua como instrutora.