FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

EVENTO ADIADO.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina receberá o lançamento do livro "Devoções e crenças luso-açorianas" do professor Telmo Pedro Vieira, no dia 26 de março, quinta-feira, às 19h30. A atividade é gratuita e aberta ao público.

O autor, Telmo Pedro Vieira, é natural de Santo Amaro do Imperatriz (SC), é professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na área de Ciências Humanas. Possui outras obras publicadas: "Turismo Religioso em Nova Trento/SC e os residentes: Uma análise dos processos sócio-culturais", "Educação, Ecoturismo e Cultura em Ibero-America", "Conhecendo o Islã: das origens até os dias atuais", "Francisco de Assis e Francisco de Roma: o diálogo com o Islã".

No livro "Devoções e crenças luso-açorianas", o autor aborda as manifestações religiosas praticadas pelos descendentes de açorianos em Santa Catarina, incluindo as festas do Divino Espírito Santo e a procissão do Senhor dos Passos. 

O lançamento ocorrerá no hall de entrada da BPSC.

 

Atualização: evento cancelado como prevenção de disseminação do coronavírus.

 

A Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) realiza mais uma edição do Projeto Roda de Conversa no dia 18 de março, a partir das 18h30. O título será “Pela terra e pelo mar: a mobilidade urbana em Florianópolis”, e o intuito é fazer alusão ao aniversário de 347 anos de fundação da cidade. Os convidados desta edição são os professores Nereu do Vale Pereira e Elson Manoel Pereira, com a mediação do arquiteto Fabiano Teixeira dos Santos.

"O aniversário de Florianópolis suscita a vontade de celebrar a cidade e sua memória. Dentre os inúmeros desafios da atualidade, a questão da mobilidade tem ocupado e mobilizado vários segmentos, surgindo daí a proposta de abordar a questão a partir de dois olhares: um para o passado e outro para o presente, permitindo o compartilhamento de conhecimentos e estimulando o debate em torno da problemática e dos desafios que se impõem, da forma descontraída e participativa, das Rodas de Conversa", explica o bibliotecário Alzemi Machado, organizador do encontro.

Sobre os participantes:

Nereu do Vale Pereira: natural de Florianópolis, professor aposentado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e uma das maiores autoridades do estado em pesquisas sobre a colonização açoriana no litoral  catarinense, tendo uma destacada atuação na vida da cidade. Autor de 18 livros, é sociólogo, folclorista e historiador, fazendo parte de inúmeras academias e associações culturais, com destaque para o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.

Elson Manoel Pereira: professor de Planejamento Urbano nos cursos de graduação e pós-graduação de Geografia da UFSC. Publicou quatro livros e dezenas de artigos científicos e possui ampla experiência na sua área de atuação.

Fabiano Teixeira dos Santos: arquiteto e urbanista, mestre em História e pesquisador, tendo atuado na área de Patrimônio Cultural como técnico e docente. Atualmente é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFSC.

SERVIÇO:

Roda de Conversa Pela terra e pelo mar: a mobilidade urbana em Florianópolis
Data: 18 de março, a partir das 18h30

Local: Hall da Biblioteca Pública
Rua Tenente Silveira, n° 343, Centro, Florianópolis (SC)
Entrada gratuita.

A Camerata Florianópolis apresenta dia 12 de março, às 20h, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), o primeiro concerto oficial da Temporada 2020, com programa totalmente dedicado ao compositor Ludwig van Beethoven, homenageado pelos 250 anos de nascimento. Especialmente para o espetáculo, foram selecionadas três de suas principais obras: “As Criaturas de Prometheus”, op. 43, a Sinfonia Nº 4 em Sib maior, Op. 60 e o Concerto para Piano Nº 4 em Sol Maior, Op. 58.

Sob a regência do Maestro Jeferson Della Rocca, o concerto conta com a participação da solista norte-americana Adriana Jarvis, convidada especial, que é pianista/cravista do quarteto Avery Ensemble (Estados Unidos), vencedor do American Prize in Chamber Music de 2016. A orquestra se apresentará com formação sinfônica completa. Com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Ministério da Cidadania) e da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Prefeitura de Florianópolis, via Fundação Franklin Cascaes), tem patrocínio da Intelbras, Iguatemi, Clemar Engenharia e Angeloni, e apoio da Celesc. O evento tem a produção de Maria Elita Pereira.

SOBRE LUDWIG VAN BEETHOVEN

Beethoven nasceu em Bonn, Alemanha, dia 16 de dezembro de 1770. Filho e neto de músicos, com apenas 5 anos, sob a orientação rígida do pai, começou a estudar cravo, violino e viola. Aos 7 anos participou de um recital na Academia de Sternengass.

Com diversos professores, estudou a obra de Bach, aprendeu a tocar órgão e piano e começou a aprender também composições e teoria musical. Aos 11 anos foi nomeado organista-suplente da corte. Dois anos após, aos 13, já era solista de cravo na corte de Bonn. Passou a receber a proteção do Príncipe Max Franz, governante de um dos 300 pequenos Estados que formavam o Império da Alemanha. Nessa época, publicou sua primeira obra: “Nove Variações para Piano sobre uma Marcha de Ernest Christoph Dressler”. Com 14 anos publicou “Três Sonatinas para Piano”.

Em 1787, ao completar 17 anos, Beethoven seguiu para Viena onde foi recebido por Mozart, que lhe prevê um grande futuro. Em 1791, com apenas 21 anos, já desfrutava de prestígio junto à nobreza de Bonn, que não dispensava em suas festas a presença do músico, que pouco frequentou a escola, mas havia cursado a universidade como ouvinte, para adquirir cultura.

Em 1792, Beethoven retorna à Viena, em definitivo. As cartas de apresentação lhe abriram as portas da nobreza local. O Príncipe Karl Lichnowsky o instalou no palácio e lhe pagava uma pensão. Os recitais constituíam o divertimento predileto da nobreza.

As apresentações musicais limitavam-se quase a concertos nos palácios. Só em 1795, Beethoven fez sua primeira apresentação pública, quando executou um concerto para piano que foi delirantemente aplaudido. Logo em seguida publicou “Três Trios para Piano, Violino e Violoncelo, Opus 1”, dedicados ao Príncipe.

Em 1796, se apresentou em Praga e em Berlim, onde cumpriu um extenso programa para a corte imperial, do qual constavam “Duas Sonatas para Violoncelo, Opus 5”, escrita especialmente para a ocasião.

Em 1797, estava com 27 anos e crescente prestígio que atraía alunos e convites para recitais, que lhe proporcionava uma folga financeira, e lhe permitia vestir-se elegantemente e até ser sociável.

Em 1798 surgiram os primeiros sintomas da surdez, mas escondeu o problema de todos. Em 1800, foi o início do período mais brilhante da carreira de Beethoven, quando produziu as grandes sinfonias que lhe dariam imortalidade.

Em 1824, apresentou pela primeira vez a “Sinfonia nº 9”. No fim da apresentação uma tempestade de aplausos saudou o gênio. Envelhecido e doente, o compositor já não se empolgava com o êxito e a repercussão de sua música. Ludwig van Beethoven morreu em Viena, Áustria, em 26 de março de 1827.

PROGRAMA

- As Criaturas de Prometheus

- Sinfonia nº 4 em Sib Maior

- Concerto para Piano nº 4 em Sol Maior (solo de Adriana Jarvis)

SERVIÇO

Abertura Oficial de Concertos da Temporada 2020 da Camerata Florianópolis

Quando? 12 de março de 2020, às 20h

Onde? Teatro Ademir Rosa (CIC)

Ingressos: Plateia inferior – R$ 80,00 (inteira)/R$ 40,00 (meia); Plateia superior – R$ 50,00 (inteira)/R$ 25,00 (meia). Ingressos à venda no site e lojas Blueticket e nas bilheterias do CIC, TAC e Teatro Pedro Ivo.

O programa é indicado para pessoas acima de 7 anos de idade

 

 

O Teatro Ademir Rosa recebe neste domingo (8) o stand-up O Inimigo do Nível, do comediante Rodrigo Marquês, no palco do Teatro Ademir Rosa. O espetáculo começa às 20h.

O recifense Rodrigo Marquês acumula em seu currículo diversos trabalhos. Apesar do diploma de jornalista, está no stand-up comedy desde 2008 e já foi atração dos maiores festivais de humor e de todos os comedy clubs do Brasil. Atualmente, é um dos apresentadores do programa A Culpa é do Cabral, no canal Comedy Central.

Serviço:

O quê: Rodrigo Marquês - O Inimigo do Nível
Quando: 8 de março de 2020, às 20h
Onde: Teatro Ademir Rosa - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos: R$ 60,00 inteira; R$ 30,00 meia-entrada (estudantes, idosos, pessoas com deficiência, menores de 18 anos, doadores regulares de sangue e professores); R$ 30,00 convênio (Koerich, Imperatriz, DC, JND).
Venda nas bilheterias dos teatros e no site Blueticket. Ingressos numerados.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) retoma o projeto Troca-Troca no dia 17 de março, terça-feira. A ação acontecerá todas as terças-feiras, durante o horário de funcionamento do espaço. As trocas de livros infantis e infantojuvenis serão realizadas no Setor Infantojuvenil. Já as trocas de livros entre adultos ocorrerão no subsolo da BPSC, no jardim.

O projeto consiste em incentivar que os participantes tragam livros para trocar com os outros. Apenas serão aceitos livros de literatura infantojuvenil e adulta. Não serão aceitos livros de bolso, gibis, impressos em papel jornal e/ou danificados (rasgados, riscados, molhados) e serão aceitos até cinco livros para troca por pessoa.

A Biblioteca Pública é administrada pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e funciona na Rua Tenente Silveira, 343, Centro de Florianópolis. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h e aos sábados das 8h às 11h45.

 

Entre os objetivos do projeto estão:

Provocar nas crianças o desenvolvimento de valores e habilidades como o compartilhamento a negociação e o desapego;
Proporcionar a ampliação do conhecimento;
Promover o consumo consciente;
Otimizar o uso do espaço público;
Renovar o acervo.