FCC FacebookTwitterYoutube

Nesta quinta-feira (09) mais de quatro mil edições do jornal O Correio do Povo, de Jaraguá do Sul, serão entregues ao presidente do grupo  Walter Janssen Neto. O material estará disponível no site da Hemeroteca Digital Catarinense para leitura e pesquisa online. A entrega será realizada durante a solenidade em comemoração ao centenário de fundação do jornal O Correio do Povo. Na oportunidade será lançado, ainda, o livro que narra a trajetória histórica desse importante veículo de comunicação regional.  

O evento será às 19h no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas), e contará com a participação da presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Ana Lúcia Coutinho, da administradora da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), Cleonisse Inês Schmitt, e do bibliotecário e coordenador técnico da Hemeroteca Digital Catarinense, Alzemi Machado.

No total, serão entregues 4.219 edições, o que significa mais de 32 mil páginas digitalizadas referentes ao período entre 1919 e 2003. Dentre as edições digitalizadas, destacam-se as publicações bilíngues, em português e alemão, que circularam até ano de 1942. A entrega destas edições faz parte do convênio de digitalização firmado pela FCC no fim de 2016, e pretende disponibilizar na plataforma virtual a coleção completa do periódico, cujo trabalho final está previsto para ocorrer ainda em 2019.

Sobre o jornal

Criado em 10 de maio de 1919 pelo sapateiro e escrivão Venâncio da Silva Porto, O Correio do Povo começou como uma publicação mensal em plena República Velha (1889 - 1930). Já sob a coordenação de Arthur Müller, entre 1923 e 1936, o jornal passou a circular semanalmente. Até 1942, quando era comandado por Honorato Tomelin, o periódico era publicado em português e alemão. Com a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, a repressão às nacionalidades ligadas aos países "inimigos" (Alemanha, Itália e Japão) restringiu as publicações nestas línguas e O Correio do Povo passou, então, a ser editado somente em português. 

Durante a coordenação de Eugênio Victor Schmöckel (1958 - 2004), o jornal começou a circular três vezes por semana. Nos anos seguintes, o periódico foi comandado, ainda, por Yvonne Alice Schmöckel (2005 - 2007) e, atualmente, por Walter Janssen Neto, economista e ex-executivo da empresa WEG, que adquiriu o jornal no fim de 2007. Atualmente, O Correio do Povo conta com cinco edições semanais, de terça-feira a domingo (com edição única nos fins de semana). O Correio do Povo é considerada a publicação jornalística mais antiga em Santa Catarina e está entre os 35 jornais mais longevos do Brasil em atividade.

Ascom FCC