FCC FacebookTwitterYoutube

As inscrições para artistas e coletivos participarem da 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba - Polo SC já estão abertas. Os interessados deverão efetuar a inscrição de acordo com as instruções, respeitando os prazos de envio da documentação, datas de realização da exposição e demais informações.

Nesta edição da Bienal Internacionalde Curitiba em Santa Catarina, as inscrições pretendem selecionar artistas e/ou coletivos catarinenses, para realizar duas exposições coletivas em dois espaços expositivos da cidade: o Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) e O Sítio. Há a intenção de realizar uma mostra panorâmica da produção de Artes Visuais do estado, com obras que se encaixem no tema central da Bienal: “Fronteiras em Aberto”.

A curadoria geral do Polo SC, realizada por Francine Goudel, Juliana Crispe e Sandra Makowiecky, fará a seleção dos artistas, juntamente com uma comissão curatorial externa com ampla atuação no estado. Tal proposta, propõe tornar o processo tangível a artistas já renomados pelo circuito bem como democratizar o acesso aos que estão em processo inicial de carreira e aos artistas que estão fora dos principais eixos catarinenses. O apoio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) ao evento faz parte das ações de comemoração de 40 anos do órgão.

As exposições

As inscrições estão abertas para duas modalidades:

(1) Exposição Coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem”, a ser realizado no espaço expositivo do O Sítio, na Lagoa da Conceição e

(2) Exposição Coletiva “Fronteiras em Aberto”, a ser realizada no Museu de Arte de Santa Catarina, conforme cronograma anexo.

A exposição coletiva “Fronteiras em Aberto” no MASC busca expor a produção de até 60 artistas, baixo o tema do seu próprio título, através de linguagens diversas, exceto a produção em vídeo. Já a exposição coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem” no O Sítio busca mostrar a produção de 20 artistas que tenham uma produção em linguagem de vídeo, relacionando um dos conceitos da Bienal que perpassa as relações com a paisagem.

Para compreensão do tema proposto, “Fronteiras em Aberto”, o tema central da 14ª Bienal Internacional de Curitiba, investiga a noção de fronteira em sentido ampliado, pela concepção do curador Adolfo Navas e Co-curadora Tereza de Arruda. A Fronteira em Aberto sugere algo em expansão, a fronteira que já não pertence apenas ao território, à geografia política. Segundo os curadores, “nossa época vive um grau de incerteza tal que as noções físicas e simbólicas de local, lugar, fronteira têm sofrido uma grande erosão e transformação, para o bem e para o mal. Agora já sabemos que há fronteiras reais e também invisíveis que se contradizem e estabelecem litígios nada pacíficos. Que a fronteira pode ser várias coisas ao mesmo tempo.”

Para os curadores “o sujeito do século XXI vive uma nova condição de fronteira, com experiências contrapostas, enfrentadas de alteridade e ensimesmamento. De violência, domesticação e xenofobia (a chamada crise de refugiados, ou das novas ondas emigratórias intercontinentais, e a intercomunicação planetária revelam quanto a palavra fronteira está implodida e explodida, e, em consequência, necessitada de novas avaliações e atualizações).” Ainda segundo a concepção curatorial, as fronteiras em aberto propõe também pensar outras condições humanas, o aberto de uma esperança crítica, “o devir de outro sensorium, novo contato com o sensível, livre produção do ser. Uma linguagem antídoto contra o fundamentalismo, a visualidade instrumentalizada, que ainda abriga um singular benefício espiritual. Porque enquanto espaço para revelações e análises imagéticas, a arte também funciona como bússola de outro mapa em movimento, em curso, uma cartografia melhor: oferecendo um repertório único de sinais, uma nova sinalética.”

Inscrições

As inscrições são abertas a artistas visuais que residem a mais de dois anos em Santa Catarina ou que comprovem sua naturalidade catarinense. Não serão aceitas inscrições realizadas em nome de produtores culturais, gestores ou procuradores. O artista deve se inscrever e comprovar sua documentação e em caso de inscrição realizada para coletivos artísticos, o proponente deve ser um artista que compõe o coletivo e deve assinar e comprovar a documentação requerida no ato da inscrição. O não cumprimento dos itens para essa seleção, bem como o envio da documentação completa, caracterizará como indeferimento desta inscrição.

Vale destacar que, no momento de montagem, a entrega e retirada das obras será de responsabilidade dos artistas.

Para modalidade (1) Exposição Coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem” – O Sítio, poderão ser inscritos de um a três vídeos-arte por proponente. Cada proposta de vídeo enviada deve conter a especificação de título, sinopse e ficha técnica completa da obra. Será selecionado um vídeo por coletivo e ou artista.

Para modalidade (2) Exposição Coletiva “Fronteiras em Aberto” – MASC, poderão ser inscritos de três a cinco obras ou projetos/séries por proponente. Cada proposta enviada deve conter a especificação de título, sinopse e ficha técnica completa da obra. Mesmo que o proponente mande três ou cinco projetos/séries contendo obras diversas dentro destes, cada obra deve conter seu título e ficha técnica e ao menos o conjunto do projeto/série deve apresentar uma sinopse descritiva.

O artista proponente que deseja realizar sua inscrição deve enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até dia 20 de agosto, anexando os seguintes documentos:

- Ficha de inscrição preenchida e assinada em formato pdf (http://abre.ai/poloscbienaldecuritiba)

- Fotografia do artista ou coletivo em jpg, com 300dpi (imagem horizontal mínimo 3500 pixels de largura, imagem mínimo 3500 pixels de altura)

- Comprovante de residência em Santa Catarina, de julho de 2017 e igualmente outra de julho de 2019, ou comprovante de naturalidade catarinense. Em caso de inscrição de coletivos o proponente deve ser um artista que compõe o coletivo e deve assinar e comprovar a documentação requerida.

- Link para vídeo em formato .mov ou .mp4, anexo em plataforma tipo nuvem (como drive, dropbox ou onedrive) com autorização para visualização aberta ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com duração máxima de nove minutos, para modalidade (1) Exposição Coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem” no O Sítio

- Still de vídeo em formato .jpg, em 300dpi, para modalidade (1) Exposição Coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem” no O Sítio. Caso o anexo fique pesado para inserção no e-mail, enviar o link de acesso para anexo em plataforma tipo nuvem (como drive, dropbox ou onedrive) com autorização para visualização aberta ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

- Fotografia de TODAS AS OBRAS em jpg, em 300 dpi (imagem horizontal mínimo 3500 pixels de largura, imagem mínimo 3500 pixels de altura) para modalidade (2) exposição coletiva “Fronteiras em Aberto” – MASC. Caso o anexo fique pesado para inserção no e-mail, enviar o link de acesso para anexo em plataforma tipo nuvem (como drive, dropbox ou onedrive) com autorização para visualização aberta ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Cronograma

- Lançamento do edital: 20 de julho de 2019

- Encerramento do edital: 20 de agosto de 2019

- Divulgação dos artistas selecionados: 26 de agosto de 2019

- Recebimento das obras: 16 e 17 de setembro de 2019

- Abertura Exposição Coletiva “Fronteiras em Aberto” – MASC: 28 de setembro às 17h

- Abertura Exposição Coletiva de vídeo-arte “Fronteiras em Aberto - Intersecções com a Paisagem” no O Sítio: 17 de outubro às 19h

- Período expositivo MASC: 28 de setembro a 01 de dezembro de 2019

- Período expositivo O Sítio: 17 de outubro a 9 de novembro de 2019

 Link para baixar ficha de inscrição: http://abre.ai/poloscbienaldecuritiba.