FCC FacebookTwitterYoutube

A 6ª Edição do Domínio Tribal traz um novo espetáculo para surpreender a plateria: Além do Rock, leva ao palco a música que fez parte de sua história, e muita dança tribal com as bailarinas da Domínio Dança e com convidados especiais: Marcelo Justino de São Paulo, Aline Pires, Cintia Vilanova e Ronaldo Rodrigues da Luz.

A produção e a coreografia são de Silvia Bragagnolo. O espetáculo é uma homenagem ao rock, unindo a dança inovadora que faz a fusão da dança do ventre com as danças indiana, street dance, flamenca, entre outras.

O espetáculo será nesta sexta, 08 de junho, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho.

Valor dos Ingressos:
R$ 50,00 inteira; R$ 25,00 meia entrada (estudante, idoso, deficiente, doador de sangue, professor, menor de 18 anos, jovem carente).

Três destacados cantores italianos de música clássica se encontram nesta quarta-feira (30) no palco do centenário Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis, para uma única apresentação. O espetáculo integra a programação do projeto Mia Cara Floripa, evento que está em sua primeira edição, e celebra a cultura italiana na cidade. Davide Dellisanti, Stefano Sorrentino e Marianna Cappelani vêm da Itália para o show, às 20h. A entrada gratuita e os ingressos podem ser retirados pelo público nas bilheterias a partir das 19h.

Maestro e pianista, Dellisanti estudou por 15 anos com Daniela Panaro e com o mestre Ticiano Poli em Milão. Venceu mais de dez prêmios nacionais e internacionais, e se apresentou da França ao Japão. A soprano Marianna Cappelani estuda música desde os seis anos de idade, estreando profissionalmente em 2000 como cantora. Em 2003, se apresentou ao lado de Plácido Domingo pela primeira vez. Em suas mais recentes apresentações, vem conquistando elogios de público e da crítica especializada.

Sorrentino encerra o trio como tenor. Atualmente, ele se apresenta no espetáculo "Os Três Tenores", inspirado pela lendária performance de Pavarotti, Domingo e Carreras nos anos 90. No repertório da noite, grandes nomes italianos, como Giacomo Puccini, Gaetano Donizetti e Ernesto De Curtis, entre outros.

Sobre o projeto

A realização do Mia Cara Floripa é da Embaixada da Itália no Brasil e do Consulado Geral da Itália para Santa Catarina e Paraná. Mais informações no site miacara.com.br.

Serviço

Mia Cara Floripa apresenta: Davide Dellisanti, Stefano Sorrentino e Marianna Cappelani

Data: quarta-feira (30)

Horário: 20h

Endereço: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) - Rua Mal. Guilherme, 26, Centro, Florianópolis

Entrada: gratuita (mediante retirada dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do TAC)

Ingressos: www.miacara.com.br

Em 2018 a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca) celebra 25 anos e como parte do calendário de comemoração apresenta a inédita e contagiante série Especial Sinfônico. O projeto faz uma harmonia perfeita de erudito com popular.

E nesta quinta edição do projeto a Banda Montanha Mágica é o grupo convidado da Ossca para interpretar o repertório de uma das maiores bandas da música brasileira: Legião Urbana.

O espetáculo com direção artística do Maestro José Nilo Valle será na sexta-feira, dia 25 de maio no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), no Centro de Florianópolis. Os arranjos musicais ficam por conta de Bruno Arceno e a produção executiva com André Almeida.

Os ingressos são limitados e podem ser comprados antecipadamente nas bilheterias dos teatros TAC, Governador Pedro Ivo e no Centro Integrado de Cultura (CIC). Os valores são R$ 50 inteira, R$ 25 meia e R$ 15 para assinantes temporada. Mais informações no site www.ossca.com.br.

Sobre a Ossca

Fundada em 1993, a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca) é regida pelo maestro José Nilo Valle. É um Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Estado de Santa Catarina, assim declarada pela LEI Nº 14.788, de 21 de julho de 2009.

Em 2013, a sinfônica catarinense foi reconhecida na Constituição do Estado como organismo de interesse máximo da cultura musical, por meio da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 001/2013. É por meio desse reconhecimento que o Estado admite a necessidade da destinação de recursos públicos para a manutenção da orquestra.

A Ossca tem inspirado o aparecimento de diversos grupos de câmara, cameratas e orquestras, que emergiram a partir do sonho de 1993. Foi pioneira na implantação da tradição regular de concertos sinfônicos na capital, na expansão da música pelas cidades do interior e em projetos para a formação de jovens talentos.

Serviço:

Especial Sinfônico Legião Urbana por OSSCA e Banda Montanha Mágica

Data: 25 de maio – sexta-feira

Horário: 20h

Local: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) – Rua Mal. Guilherme, 26 – Centro – Florianópolis/SC

Ingressos limitados e disponíveis para venda nas bilheterias dos teatros TAC, Pedro Ivo e CIC.

Valores: R$ 50 inteira – R$ 25 meia e R$ 15 para assinantes temporada

 

O Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) reserva o seu palco para a comédia nesta terça-feira (22). O espetáculo “A Garota da Capa”, solo da atriz Andrea Padilha, é a atração do projeto TAC 8 Em Ponto, às 20h e os ingressos podem ser adquiridos diretamente nas bilheterias do teatro ao preço de R$ 20,00 (meia-entrada a R$ 10,00). A classificação indicativa é de 16 anos.

"A Garota da Capa" é um solo cômico, sem falas, sobre uma mulher em seu apartamento, vivendo a própria vida através de revistas. A personagem vive no mundo secreto de seus sonhos e desejos, de suas memórias do passado e suas esperanças para o futuro. Essa mulher solitária idealiza um mundo em que está cercada por amigos famosos e amada por dezenas de homens.


O solo, criado em 2011, foi fruto da parceria entre o diretor inglês John Mowat, que atuou ao lado da Cia. Chapitô (Portugal) por mais de 25 anos, idealizando inúmeros espetáculos que viajaram o mundo. A montagem que será encenada nesta terça no TAC ficou a cargo da atriz Andrea Padilha, uma das fundadoras da Cia. Pé de Vento Teatro/Florianópolis e atriz do espetáculo De Malas Prontas durante oito anos.

Sobre o TAC 8 Em Ponto

O projeto TAC 8 em Ponto é uma iniciativa da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e acontece sempre todas as terças-feiras, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho, no Centro de Florianópolis. Teve início em março de 2012, a princípio no horário das 19h30, e apresenta todas as terças-feiras - agora às 20h - espetáculos de música, dança e teatro no palco do Teatro Álvaro de Carvalho, no centro da capital.

Foi baseado no modelo do antigo TAC 6:30, projeto de grande sucesso na década de 1990. O objetivo é promover a cultura catarinense por meio da realização de apresentações artísticas semanais.

Serviço

O quê: TAC 8 Em Ponto
Quando: sempre às terças-feiras, às 20h
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro - Florianópolis (SC)
Ingressos: R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada (estudantes, idosos, deficientes, doadores de sangue, professores, menores de 18 anos e pessoas de baixa renda)
Informações: (48) 3665-6400 (bilheteria)

Fonte: Ascom FCC

No inverno mais rigoroso de sua existência, um esquimó está à espera de sua morte, quando uma menina o encontra depois de ter atravessado boa parte do Pólo Norte. Até que, de repente, aparece um urso polar, que completa este universo marcado por relações de sobrevivência. Esse é o enredo do espetáculo Contos de Nanook, da Setra Companhia (PR), que o 3º BQ(en)cena traz a Florianópolis, nesta quinta (17) e sexta-feira (18). As apresentações ocorrem às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), e os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro, a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). A classificação etária da peça é a partir de 6 anos.

Com direção de Eduardo Ramos e dramaturgia de Léo Moita, o espetáculo conta com os artistas Bruno Lops, Má Ribeiro, Mauro Zanatta e Patrícia Saravy. Contos de Nanook estreou em junho de 2017, em Curitiba, e bateu recorde de público, alcançando excelente repercussão e crítica. Com nove indicações ao principal prêmio do teatro paranaense, o Troféu Gralha Azul, conquistou o prêmio de Melhor Iluminação, com Beto Bruel, e de Melhor Ator, com Mauro Zanatta.

A peça teve como ponto de partida o documentário “Nanook of the North” (1922), primeiro de teor antropológico da história do cinema e considerado o pioneiro neste formato, onde se acompanha a vida do esquimó Nanook e de sua família. Pesquisas feitas com especialistas na cultura esquimó fizeram parte do processo criativo, junto de outros, como a premiada fotógrafa Luciana Whitaker (RJ), que colaboram no laboratório por onde os integrantes da equipe passaram.

“Ambientado esteticamente em um mundo hiper-realista do Pólo Norte, Contos de Nanook é um espetáculo gestual e musical, onde a ausência da fala nos mostra o quanto um universo tão distante do nosso é completamente influenciado por nossas ações. O aquecimento global,
a exploração ilegal de petróleo, o combustível que consumimos e a insensibilidade do tratamento da cultura distinta a nossa”, explica o diretor do espetáculo e da Setra Companhia, Eduardo Ramos.


BQ(EN)CENA
A terceira temporada do BQ(en)cena ocorre de outubro de 2017 a abril de 2019, com apresentações nas cidades de Brusque, Botuverá, Guabiruba, Nova Trento e Florianópolis. Com realização do Ministério da Cultura e PrismaCultural, o 3º BQ(en)cena conta com o apoio, patrocínio máster, das empresas Guabifios e Trust Trading Company; e, patrocínio standard, do Supermercados Archer, Zen S/A e ZM S/A. Acompanhe as notícias e as novidades pelo www.prismacultural.com.br ou www.facebook.com/prismaculturall

SERVIÇO
3º BQ(en)cena apresenta: Contos de Nanook, da Setra Companhia (PR)
Quando: Dias 17 e 18 de maio, às 20h
Local: Teatro Álvaro de Carvalho - TAC (R. Marechal Guilherme, nº 26, Centro, Florianópolis/SC)
Ingressos: à venda na bilheteria do teatro, a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação indicativa: a partir de 6 anos
Duração: 50min.

FICHA TÉCNICA
Dramaturgia: Léo Moita
Direção: Eduardo Ramos
Assistência de Direção: Léo Moita
Elenco: Bruno Lops, Má Ribeiro, Mauro Zanatta e Patrícia Saravy
Dramaturgia Sonora: Edith de Camargo
Operação e manipulação ao vivo do som: Jo Mistinguett
Iluminação: Beto Bruel
Operadora de Luz: Dani Régis
Cenografia: Guenia Lemos
Figurinos: Eduardo Giacomini
Maquiagem: Marcelino de Miranda
Preparação Corporal: Airton Rodrigues
Preparação Vocal: Edith de Camargo
Ilustração: Guga Scharf
Design Gráfico: Pablito Kucarz
Fotos: Amanda Vicentini
Produção e Realização: Setra Companhia e Photon Cooperativa Cultural