FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Os esforços pela conservação do patrimônio histórico em Santa Catarina podem ganhar um novo fôlego. O CAU/SC, CAU/BR e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) firmaram Acordo de Cooperação para potencializar a fiscalização de imóveis edificados com valor histórico no território catarinense. A assinatura do convênio aconteceu durante a 100ª Plenária Ordinária, realizada no dia 18 de fevereiro no Museu Histórico de Santa Catarina, que tem sede no Palácio Cruz e Sousa, no centro da capital.

O termo prevê a convergência de informações das duas instituições por meio da Plataforma de Georreferenciamento Integrado – PGI Fiscalização Inteligente. A FCC disponibilizará as informações sobre as edificações de interesse histórico-arquitetônico, tombadas ou não, no estado para carregamento dos dados junto ao Sistema de Inteligência Geográfica do CAU (igeo.caubr.gov.br).

O diretor de Patrimônio Cultural da FCC, arquiteto Diego Fermo, representou a instituição convidada. “O CAU/SC é uma autarquia que participa ativamente do cotidiano e ajuda a construir a história do estado e da sua gente. Celebrar este momento é renovar o nosso compromisso com a arquitetura e urbanismo e por meio dele, com as demais áreas do conhecimento, visando o bem estar da sociedade”, afirmou. Em sua manifestação, Fermo também elogiou o interesse da autarquia pela valorização cultural. “A cultura é o ponto de equilíbrio de muitas nações desenvolvidas ao redor do globo e este é um movimento importante em favor do salto civilizatório de que tanto carecemos enquanto jovem nação”, completou.

A presidente Daniela Sarmento destacou a simbologia da assinatura do termo em pleno palácio Cruz e Sousa, antiga sede do governo e um dos equipamentos culturais mais significativos do estado. “Estar neste espaço e firmar este convênio com a Fundação significa que vamos poder ter um documento que vai fortalecer a nossa ação de fiscalização do patrimônio histórico. Este convênio representa uma parceria estratégica e é o primeiro passo para um projeto muito ambicioso, que vai exigir de nós muita dedicação”, disse a arquiteta.

Na mesma ocasião, o CAU/SC lançou o projeto “Cidade: Patrimônio de todos” que pretende fortalecer a conservação do patrimônio arquitetônico pelo estado. “Nós precisamos colaborar para construir uma sociedade que aprenda a reconhecer, proteger e conviver com o seu patrimônio”, defendeu.

(Fonte: Site do CAU/SC)