FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

Em janeiro de 2020, a Biblioteca Pública de Santa Catarina estará com horário especial de atendimento ao público.

Atualização: o horário de funcionamento já voltou ao normal no dia 8 de janeiro de 2020, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h e aos sábados, das 8h às 11h45.

 

Entre os dias 2 de janeiro e 2 de fevereiro de 2020, estará aberta de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h. O atendimento volta ao normal no dia 3 de fevereiro de 2020, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h e aos sábados, das 8h às 11h45.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina está localizada na Rua Tenente Silveira, 343, no centro de Florianópolis.

O hall de entrada da Biblioteca Pública de Santa Catarina receberá de 12 de dezembro a 31 de janeiro de 2020 a exposição Bordando Florianópolis. A mostra apresenta 20 trabalhos produzidos por 11 bordadeiras de Florianópolis. A entrada é gratuita.

Desde a descoberta da agulha, a arte de bordar se destaca como uma manifestação artística e cultural. Em sua materialização, na simplicidade do ponto a ponto, artistas populares e anônimos tornam possível aexpressão dos sentimentos mais profundos. Cores, texturas, materiais e técnicas diferenciadas nos possibilitam criar inquestionáveis obras de arte.

No século XX, houve um fenômeno de revalorização dos bordados manuais, conferindo a esta prática questões que vão além do estético, como o relacionamento interpessoal, a prática meditativa e, até mesmo, a terapia ocupacional. Através do bordado e de toda a magia que envolve o ponto a ponto, a proposta da exposição é demonstrar o encantamento por tudo que envolve Florianópolis. Estarão expostos trabalhos das bordaderiras Jany Vilas Boas, Claudia Regina Campos Mendes, Ires Hamyra Massaut, Carin Iara Loeffler, Marilde Juçara da Fonseca, Vera Lúcia Campos de Faria, Susan Aparecida Mariot, Eneida Soares de Macedo, Priscila Mendes Gobbi, Rozi Couto e Maria Dolores Ripoll Tavares Leite.

Serviço:

O quê: Exposição Bordando Florianópolis
Visitação: de 12 de dezembro de 2019 a 31 de janeiro de 2020.
Horário: até 30 de dezembro de 2019, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h; aos sábados, das 8h às 11h45. De 2 a 31 de janeiro de 2020, de segunda a sexta-feira, das 13h00 às 19h.
Onde: Hall de entrada da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita.

Recesso de fim de ano: 23/12/2019 a 01/01/2020.
 

Entre os dias 1º de janeiro e 29 de fevereiro de 2020, a Biblioteca Pública de Santa Catarina suspenderá temporariamente o recebimento de doações de livros e outros materiais. A ação ocorre sempre no início de cada ano e visa à readequação do acervo.

Neste período, serão aceitas somente doações feitas pelos próprios autores das obras ou que sejam enviadas pelos Correios. O recebimento será normalizado no dia 1º de março de 2020.

A Biblioteca Pública está localizada na rua Tenente Silveira, nº 343, no Centro de Florianópolis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3665-6422.

Neste sábado, dia 30, a Biblioteca Pública de Santa Catarina recebe a oficina gratuita "Fazer Arte", com a ministrante Marta Cristina Ferazza. A atividade será realizada das 9h às 11h e terá 12 vagas. O tema da oficina é "a construção da autoimagem" e o objetivo é elevar a autoestima por meio de atividades com suporte em Artes Visuais.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo telefone 48 3665 6422. Os interessados deverão trazer material de desenho e pintura, toalha de mão e tesoura.

A Biblioteca Pûblica está localizada na Rua Tenente Silveira 343, Centro de Florianópolis.

 

A vinda de Dom Pedro II à Província de Santa Catarina, entre 12 de outubro e 9 de novembro de 1845, será tema da roda de conversa ocorre no dia 3 de dezembro, às 18h30, no auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Com mediação do bibliotecário Alzemi Machado, o bate-papo terá como convidados os escritores José Carlos Petri e Cesar do Canto Machado, com entrada gratuita.

A temática se constitui em um fato pouco debatido, mesmo que suas implicações sejam consideradas importantes. A visita ao sul do Brasil teria sido motivada pelo fim da Guerra dos Farrapos, e a passagem de Dom Pedro II por Desterro e região teve como objetivo a inauguração do Hospital de Caldas da Imperatriz, articulada pelo Senador José da Silva Mafra.

Os preparativos, o desembarque do casal imperial, as visitas realizadas a diversas localidades e freguesias, em especial a Caldas da Imperatriz, os contatos com a população, as doações, tudo foi registrado no jornal o Relator Catharinense, produzido especialmente para registrar a visita, e disponível no acervo da Hemeroteca Digital Catarinense da Biblioteca Pública de Santa Catarina.

A visita, que teve a duração de 27 dias, provocou impacto na ainda pequena cidade de Desterro, com a unificação das elites para organizar a recepção ao Imperador, as melhorias na urbanização e embelezamento de inúmeras vias públicas em várias localidades, a reforma do trapiche da alfândega e do porto de São José, a concessão de títulos e honrarias, a inauguração do Hospital de Caldas da Imperatriz e a ajuda financeira para a reconstrução do Hospital de Caridade. Tudo isso indica a relevância da presença do casal imperial na capital da Província catarinense.

Além da conversa haverá uma mostra de objetos relacionados ao Império, organizada pelo pesquisador e historiador Roberto Michetti Moreira, no hall de entrada do auditório. Na mostra Memórias do Império, o público poderá ver moedas, cédulas, documentos históricos, livros, selos, entre outras peças do período imperial.

Serviço:

O quê: Roda de conversa A visita de Dom Pedro II a Santa Catarina em 1845
Quando: 3 de dezembro de 2019, às 18h30
Onde: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita