FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

A Biblioteca Pública de Santa Catarina recebe, a partir dessa semana, o Clube de Leitura VaLer. Os encontros serão realizados nas primeiras segundas-feiras de cada mês, das 15h às 17h, no auditório. A atividade, que inicia nesta segunda-feira, 02, é gratuita e aberta ao público com mais de 18 anos.

Conforme as organizadoras, o Clube de leitura VaLer nasceu do desejo de compartilhar o amor pela leitura. Os encontros ocorrem na primeira segunda-feira do mês, com um bate-papo literário sobre a obra lida. O intuito é enriquecer o repertório de leitura dos participantes, com pesquisa de informações biográficas sobre o autor, contexto histórico, político e cultural das obras, além de fazer relações e reinterpretações desses aspectos para os dias atuais.

Não é necessário fazer inscrição para participar.

 

Cronograma de leituras:

MARÇO
DATA: 02/03
AUTOR: Antoine Saint Exupéry
LIVRO: O pequeno príncipe
   
   
ABRIL
DATA: 06/04
AUTOR: Clarice Lispector
LIVRO: A hora da estrela
   
   
MAIO
DATA: 04/05
AUTOR: John Green
LIVRO: A culpa é das estrelas
   
   
JUNHO
DATA: 01/06
AUTOR: Teresa Cardenas
LIVRO: Cachorro velho
   
   
JULHO
DATA: 06/07
AUTOR: Machado de Assis
LIVRO: A mão e a Luva
   
   
AGOSTO
DATA: 03/08
AUTOR: Raquel de Queiros
LIVRO: O Quinze
   
   
SETEMBRO
DATA: 14/09
AUTOR: Pablo Neruda
LIVRO: O Carteiro
   
   
OUTUBRO
DATA: 05/10
AUTOR: Antônio Skarmeta
LIVRO: O carteiro e o Poeta
   
   
NOVEMBRO
DATA: 02/11
AUTOR: Machado de Assis
LIVRO: Dom Casmurro
 

Estão abertas as inscrições para a Oficina de Contação de Histórias, Dicção, Oratória e Desinibição que ocorrerá no dia 27 de março, das 17h30 às 20h, no Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Interessados podem se inscrever gratuitamente pelo link https://forms.gle/REJziZGfKy2FPrjv6, ou no telefone (48) 3665-6422, com Elizete. Serão oferecidas 60 vagas.

A Oficina será ministrada pelo comunicador, roteirista, ator e diretor de teatro Julião Goulart. No encontro, serão abordados a origem do contador de histórias, com exercícios e dinâmicas; dicas e exercícios para desinibição, vencer o medo ou falar em público diante do microfone ou banca examinadora (prova oral); elementos de teatro como apoio para expressão da voz e da linguagem não verbal; expressão facial e os olhares cenográficos para perceber o ambiente; e exercícios de interpretação de teatro.

Julião Gourlat é apresentador do programa A Hora da História, na Rádio Cultura de Florianópolis; contador de histórias pela NETI/UFSC; comunicador de rádio pela Escola de Comunicação Maurício Sirotsky Sobrinho (Feplam), de Porto Alegre (RS); além de roteirista, ator e diretor de teatro.



Atualização 16/03: a pedido dos organizadores, aulas  suspensas para evitar a propagação do coronavírus.

Estão abertas as inscrições para as oficinas de Teatro e de Leitura e Talentos Literários com a escritora e atriz Inês Carmelita Lohn. As atividades são gratuitas e abertas ao público com mais de 40 anos. Há 20 vagas disponíveis em cada oficina e as inscrições podem ser feitas neste link, pelo telefone 3665-6420 ou presencialmente no balcão da recepção da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) até 02 de março de 2020. 

A Oficina de Teatro tem o objetivo de incentivar o intelecto dos participantes, recuperar a autoestima e valorização individual com técnicas de relaxamento, expressão corporal, postura, reflexões, leituras, interpretação de textos, interpretação com músicas e improvisos. Essa oficina será realizada todas as quintas-feiras, das 13h30 às 15h30, no auditório da BPSC.

Já a Oficina da Leitura e Talentos Literários visa desenvolver leituras de diversos autores (em especial, catarinenses) e ter momentos de discussões teóricas e práticas sobre o que foi lido. A atividade também quer incentivar os participantes a resgatar o prazer pela leitura e a interpretação dos textos, na possibilidade de ser um futuro escritor para escrever com coerência e ter a praticidade de se expressar bem em qualquer ambiente quando for necessário. A atividade será realizada todas as quintas-feiras, das 16h às 18h, no auditório da BPSC.

Serviço

Oficina de Teatro
Local: Biblioteca Pública de Santa Catarina (auditório)
Inscrições: até 02/03/2020
Início das atividades: 05/03/2020
Faixa etária: pessoas com mais de 40 anos
Vagas: 20 pessoas
Horário dos encontros: todas as quintas-feiras, das 13h30 às 15h30
Ministrante: Inês Carmelita Lohn

 

Oficina de Leitura e Talentos Literários
Local: Biblioteca Pública de Santa Catarina (auditório)
Inscrições: até 05/03/2020
Início das atividades: 05/03/2020
Faixa etária: pessoas com mais de 40 anos
Vagas: 20 pessoas
Horário dos encontros: todas as quintas-feiras, das 16h às 18h
Ministrante: Inês Carmelita Lohn

A equipe da BPSC entrará em contato para confirmar as inscrições antes do início das atividades.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) abriu o período de inscrições para as visitas guiadas no espaço cultural. Por meio do projeto Conheça Mais a Biblioteca Pública de Santa Catarina, todas as terças-feiras, às 9h e às 14h30, o local recebe grupos de escolas das redes pública e privada de ensino para uma visita guiada pela instituição cultural mais antiga do estado. Para participar, os interessados devem agendar a visita pelo formulário https://forms.gle/jiCPUMCp6cvYRZxGA.

A iniciativa existe desde 2015 e tem o objetivo de levar o público infantojuvenil para dentro da BPSC e promover o contato com o livro e a leitura. Os grupos, formados por até 30 alunos por período, participam de atividades lúdicas e conhecem cada setor e serviço oferecido pela Biblioteca, acompanhados de um bibliotecário que explica todo o funcionamento da BPSC.
As visitas têm duração aproximada de duas horas.

Sobre a BPSC

A Biblioteca Pública de Santa Catarina completou 165 anos em 2019 e é a mais antiga instituição cultural do estado. Sua missão consiste em manter, conservar e disponibilizar parte da memória cultural catarinense para a população, além de promover o hábito da leitura. Com um acervo aproximado de 115 mil volumes, entre material bibliográfico (livros, jornais, obras raras) e multimeios, a BPSC possui uma localização privilegiada no Centro da capital catarinense, um amplo espaço e a disponibilização de serviços que auxiliam os usuários a suprir suas necessidades educativas, de lazer e de informação.

Serviço

Conheça Mais a Biblioteca Pública de Santa Catarina
Local: Biblioteca Pública de Santa Catarina
Cronograma: março a novembro de 2020
Horários: matutino às 9h e vespertino às 14h30 (terças)
Limite de pessoas por visita: 30 pessoas
Atividade gratuita

Mais informações pelo telefone (48) 3665-6423 ou 3665-6420.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina receberá na próxima quinta-feira, 13 de fevereiro, uma roda de conversa sobre o carnaval. Nesta edição estão sendo convidados o servidor Alzemi Machado, que é mestre em Educação e Cultura e pesquisador das Sociedades Carnavalescas e o carnavalesco Willian Tadeu Melcher Jankovski Leite, doutorando em História, sob mediação do professor João Pacheco de Souza.

O carnaval está entre as maiores manifestações da cultura popular brasileira e vem sendo, ao longo dos tempos, objeto de análises e investigações em diversas áreas do conhecimento tais como história, sociologia, antropologia, turismo, dança e música, entre outras. "Quem não se encanta em observar as coreografias, os enredos, ritmistas, passistas, mestres-salas e e porta-bandeiras, o brilho dos carros alegóricos e seus movimentos, o colorido das alas que dão vida aos desfiles, bem como, a alegria descontraída dos foliões integrantes dos blocos de sujos e os bailes de salão?", destaca Alzemi. 

Na capital catarinense, a tradição está presente há mais de 170 anos. Em Desterro, o povo brincava nas residências e nas ruas, incorporando a tradição do carnaval português denominado "Entrudo". A partir da proibição da prática do Entrudo em 1832, surgem os bailes de máscaras, seguindo os padrões das metrópoles europeias. Com a importação do modelo europeu, nascem as sociedades carnavalescas que passam a realizar desfiles ou préstitos pelas ruas, acompanhadas por integrantes de bandas musicais que caminhavam em direção aos locais de realização dos bailes.

Na década de 1920, os Corsos, os Cordões e os Blocos movimentaram e incrementaram o carnaval de rua, incorporando novas práticas no brincar carnavalesco. Já as Escolas de Samba, nascem na Capital a partir dos anos 40, com a fundação em 1948 da Protegidos da Princesa, incorporando o samba nas manifestações momescas, contribuindo com a consolidação e no fortalecimento na cultura de Florianópolis.

                    

Serviço:

Roda de conversa 
O CARNAVAL EM DESTERRO/FLORIANÓPOLIS

Quando : 13 de fevereiro de 2020, às 18h30
Onde: Auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina
Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita.