TARFacebook

Telefone do responsável: 48-39532300
local: TEATRO ADEMIR ROSA
Organizador: Débora Alves Produções
Valor(es): R$ 50,00 - inteira R$ 25,00 - meia entrada R$ 45,00 - sócios Clube do Assinante NÃO ACEITA CHEQUE
Horário: Sábado - 21:00 Domingo - 19:00

 
6 ANOS DO ESPETÁCULO CÓCEGAS 
     Quando Ingrid Guimarães e Heloisa Perissé pisaram pela primeira vez no palco do teatro Cândido Mendes para a estréia de Cócegas, jamais poderiam imaginar que, o espetáculo iria se transformar numa verdadeira mania nacional. Seis anos depois e 2000000 de pessoas já assistiram o espetáculo
      . São nove histórias onde Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé dão vida a diferentes mulheres, Para criar um quadro multifacetado, as atrizes convidaram cinco diretores que têm em comum em suas trajetórias o mergulho no universo do humor: Aloísio de Abreu (de Subversões e That’s all besteirol), Sura Berditchevsky (de Um peixe fora d’ água e Diário de um Adolescente Hipocondríaco), Luiz Carlos Tourinho (assistência de direção de D’ Artagnan e os Três Mosqueteiros e Romeu e Julieta) e Marcelo Saback (de A Dama e o Vagabundo e Futuro do Pretérito) dirigem, cada um, dois esquetes. O diretor de TV Régis Faria dirige os vídeos e um esquete do espetáculo. "Pela primeira vez na história do teatro um espetáculo tem mais diretores que atores", brinca Heloísa.
      Ingrid e Heloísa buscaram afinidades entre as histórias e as características mais marcantes de cada diretor. Luiz Carlos Tourinho assina "Perua de Deus" e "Professora de Ginástica", esquetes onde o trabalho corporal tem grande importância. Sura dirige "Adolescente" - universo com o qual ela vem trabalhando no teatro há alguns anos - e "Cachorras". Aloísio acentua o tom debochado e patético de "Encalhada" e "Pinto e Pinguim". "Maricsson" e "Modelo Anoréxica" são as histórias a cargo da limpeza cênica de Saback. Régis Faria assina Miss Mossoró.
      Em Cócegas, as duas colocam suas baterias para a condição feminina nos dias de hoje. "Em todas as histórias, elas têm uma visão profundamente crítica. O espetáculo serve como reflexão sobre o que temos feito com a liberdade que lutamos tanto para conquistar", diz Sura. São histórias de mulheres às voltas com suas carreiras ou em crise pela falta delas. Modelos, esposas que dependem dos maridos, atrizes figurantes em programas infantis, evangélicas, adolescentes, mulheres da noite ou desempregadas - todas à beira de um ataque de nervos. "É como a própria sensação de cócegas, onde você ri, se delicia com o humor, mas tem uma pontinha de incômodo, de questionamento", diz Tourinho.
      A dupla se alterna em diferentes papéis, trazendo para o palco a versatilidade que já lhes rendeu diversos prêmios. Ingrid conquistou o prêmio Cantão de Teatro Jovem, por "Confissões de Adolescentes" e o Apetesp, pela atuação na peça "O Diário de Anne Frank". Heloísa foi premiada com o Mambembe e indicada ao Coca-Cola de melhor atriz pelo espetáculo "Os Impagáveis". "As duas são inteligentes e, mesmo tendo em comum o traço do humor, são completamente diferentes. A Heloísa é mais histriônica, a Ingrid, mais irônica. Elas se completam muito bem", comenta Aloísio. O espetáculo tem uma ficha técnica de peso, com figurinos assinados por Kalma Murtinho e cenários de Clívia Cohen. A iluminação está a cargo de Aurélio de Simoni.
"O tom é crítico, muitas vezes malicioso, porém jamais grosso ou apelativo - e  o público se diverte com um diálogo que pressupõe alfabetização, e tanto QI quanto informações razoáveis!...Cócegas vai ter de fazer uma carreira muito longa, pois o boca a boca está espalhando a notícia de seus atrativos pela cidade afora" ( Bárbara Heliodora, O Globo)
"Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães, as atrizes-autoras de Cócegas, são I-R-R-E-S-I-S-T-Í-V-E-I-S!!!! Bonitas! Inteligentes! Desde Falabella e Karan, não surgia uma dupla igual a essa.... É daqueles espetáculos que, uma semana depois, a gente ainda está lembrando e rindo sozinho. Às vezes me surpreendo na rua dando risada da professora de ginástica, da adolescente, da modelo, das "cachorras" e de todos os tipos deliciosos das duas. Cócegas é um espetáculo pra se ver duas vezes ou mais." (Mauro Rasi, O Globo)
"O título da peça não é por acaso: são quase duas horas de gargalhadas na platéia, que se diverte em nove esquetes estrelados ora por Ingrid, ora por Heloísa, ora por ambas" (André Gomes, O Dia)
"As atrizes Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães dominam a cena com interpretações inteligentes que não apelam ao caricatural e a facilidade do riso vulgar" (Macksen Luiz, Jornal do Brasil)
"Há por aí uma série de espetáculos que misturam histórias curtas e bem-humoradas, cenário inexistente, figurinos criativos e duplas de atores. Em Cócegas esta mistura dá incrivelmente certo. Parte do mistério reside no talento histriônico de Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé. Parte está na perícia da dupla em flagrar perfis ridiculamente precisos das brasileiras" (Débora Ghivelder , Veja Rio)
"Compondo de forma impecável os vários e hilariantes tipos - tanto em termos vocais como corporais -, Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé contribuem de forma decisiva para o sucesso inquestionável deste espetáculo imperdível." (Lionel Fischer, Tribuna da Imprensa)
Ficha Técnica:
Direção: Aloísio de Abreu, Sura Berditchevsky, Luiz Carlos Tourinho, Régis Faria e Marcelo Saback.
Texto: Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães.
Elenco: Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães.
Iluminação: Aurélio de Simoni
Figurino: Kalma Murtinho e 
Figurino da cena do Pinto e Pinguim : Clívia Cohen
Cenografia: Clívia Cohen 
    

 

Camerata Florianópolis apresenta espetáculo com música pop no CIC

A Camerata Florianópolis volta ao Teatro Ademir Rosa nesta quarta-feira (27) com o espetáculo POP Camerata. O show será às 20h, sob a regência do maestro Jeferson Della Rocca. O POP Camerata foi criado para homenagear um…

Teatro Ademir Rosa recebe espetáculo infantil Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau

Neste domingo (24) o Teatro Ademir Rosa é da criançada. A partir das 16h os pequenos assistirão ao espetáculo Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau, produzido pela companhia teatral Independente. A história do Francês Charles…

Banda Carne Doce apresenta terceiro disco no Teatro Ademir Rosa

A banda Carne Doce apresenta as músicas de seu terceiro álbum, Tônus, no palco do Teatro Ademir Rosa nesta sexta-feira (22). O espetáculo começa às 20h30. O disco vem vigoroso, recheado de reflexões sobre amadurecer e envelhecer.…