FCC FacebookTwitterYoutube

Logo GOV SC 2019 Colorido

O Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Sousa, recebe na próxima quarta-feira, 29, um ato solene pela passagem do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. O evento é promovido pela Associação Israelita Catarinense e Consulado Geral de Israel.

Em sua 42ª sessão plenária, em 2005, a Assembleia Geral da ONU aprovou Resolução instituindo o dia 27 de janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. A resolução rejeita qualquer questionamento de que o Holocausto tenha sido um evento histórico, e enfatiza o dever dos Estados-membros de educar futuras gerações sobre os horrores do genocídio e condenar manifestações de intolerância ou violência baseadas em origem étnica ou crença.

A data de 27 de janeiro foi escolhida em função de ter sido neste dia, do ano de 1945, que tropas soviéticas libertaram Auschwitz - uma das datas das quais a humanidade não deve nunca se esquecer. Em 2020 completam-se 75 anos deste fato e, por isso, diversas homenagens ao redor do mundo lembrarão a libertação do maior campo de extermínio nazista. Em suas câmaras de gás e crematórios foram mortas pelo menos um milhão de pessoas.

A Associação Israelita Catarinense (fundada em julho de 1990, e declarada de utilidade pública municipal por meio do projeto 4305 de 04 de março de 1994, e também a nível estadual, pela Lei nº 9.373 de 14 de dezembro de 1993, ratificada pela Lei nº 16.733, de 15 de outubro de 2015) junta-se às entidades que estarão homenageando esta data, com o apoio do Consulado Geral de Israel em São Paulo.