FCC FacebookTwitterYoutube

No sábado (20), às 17h, abre no MASC a pré-estreia da 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba – Polo SC com a exposição Ninguém consegue segurar o ar, de Fran Favero, com curadoria de Juliana Crispe, Francine Goudel e Sandra Makowiecky. A exposição é a primeira mostra do Polo SC que terá sede em Florianópolis. De julho a dezembro deste ano, será lançada uma vasta programação, abrangendo uma panorâmica do cenário de produção atual de Artes Visuais no estado, ofertando mais de 20 exposições coletivas e individuais abordando o tema conceitual geral do evento: “Fronteiras em aberto”.

A exposição Ninguém consegue segurar o ar, de Fran Favero, apresenta vídeos, fotografias, trabalhos sonoros e outras proposições.

Fran Favero, natural de Chopinzinho (PR), vive e trabalha em Florianópolis, cidade onde desenvolveu sua graduação e mestrado em Artes Visuais pela Udesc. Em seus trabalhos, lida com questões que perpassam o território, a fronteira e a memória, com uma produção no campo dos multimeios, sobretudo em fotografia, vídeo, som e publicações de artista.

Serviço:

Exposição “Ninguém consegue segurar o ar” de Fran Favero 
Curadoria de Juliana Crispe, Francine Goudel e Sandra Makowiecky 
De 20 de julho a 8 de setembro 
Abertura: 20 de julho às 17h 
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (Sala de Vídeo)
Endereço: Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600. Agronômica, Florianópolis. 
Visitação: terça a domingo, das 10 às 21h. 
Entrada gratuita.