FCC FacebookTwitterYoutube

O Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC) promoveu um total de 181 eventos somente no ano de 2018, o que corresponde a um evento realizado a cada dois dias, aproximadamente. O Museu, administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), também é responsável, junto com a Assessoria de Comunicação do órgão, pelo programa de Rádio MISCUTA, veiculado pela Rádio Udesc FM de Florianópolis, que teve 48 edições ao longo do ano.

Toda essa produtividade atraiu um total de 21,9 mil pessoas, pelo menos, às atividades promovidas pelo MIS/SC. A programação incluiu 19 shows e performances audiovisuais; oito exposições (sendo uma itinerante); 142 sessões de filmes, com um total de 391 curtas ou longas exibidos; 12 oficinas e bate-papos; além da coordenação do Prêmio Catarinense de Cinema, registro e edição dos shows dos projetos TAC 8 Em Ponto e CIC 8:30 e todo trabalho de conservação e higienização do acervo. Com exceção do show MIS Verão, em janeiro, todos os eventos tiveram entrada gratuita e aberta à participação da comunidade.

"Acreditamos que o número de visitantes nas nossas oito exposições é, pelo menos, 70% maior do que o registrado. Isso se deve ao fato de que muitas pessoas vêm às mostras, mas não assinam o livro destinado ao controle do público", avalia Ana Lígia Becker, administradora do MIS/SC. "Para 2019, nosso apelo ao público é que não deixe de registrar sua presença, para que possamos ter uma ideia mais real de quantas pessoas atingimos com nossas ações", completa. O Museu estuda, ainda, a possibilidade de implantar algum sistema eletrônico para contagem de visitantes.

O MIS/SC está localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, e tem exposições abertas ao público de terça-feira a domingo, sempre das 10h às 21h.