FCC FacebookTwitterYoutube

Entre novembro e dezembro, a Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) recebe parte da programação da Mostra Planeta.DOC, no horário do Cineclube Unisul. Em sua quinta edição, o festival internacional de cinema socioambiental tem como temática povos e seus territórios. A entrada para as sessões é gratuita.

 

Confira a programação no CIC:

 

a ultima chamada29 de novembro de 2018, às 20h (quinta-feira)
A Última Chamada
Direção: Enrico Cerasuolo
Gênero: Documentário
País: Itália
Duração: 90 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: O filme conta a história de um dos livros ambientais mais controversos e inspiradores de todos os tempos. os autores de “The Limitstogrowth” fornecem uma visão provocativa sobre as razões da crise mundial diante de um crescimento sem limites. ainda há tempo para uma última chamada?

amazìnia o despertar da florestania30 de novembro de 2018, às 20h (sexta-feira)
Amazônia - O Despertar da Florestania
Direção: Christiane Torloni e Miguel Przewodowski
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 106 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: A partir do resgate de personagens históricos e depoimentos de representantes dos mais diversos segmentos, o documentário discute como a floresta amazônica e toda a questão ambiental têm sido tratados no Brasil desde o início do século XX. Essa confluência nos conduz ao 
conceito da florestania, o código genético de nossa identidade social.


01 de dezembro de 2018, às 20h (sábado) 
COMO FOTOGRAFEI OS YANOMAMI
Dir.: Otavio Cury
País: Brasil
Duração: 72 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: Para os Yanomami, estar doente é ter sua imagem agredida. Para resgatá-la, os xamãs fazem
seus rituais de cura. Mas para os enfermeiros que chegam às aldeias, as doenças e os remédios são
outros.



dedo na ferida02 de dezembro de 2018, às 20h (domingo)
Dedo na Ferida
Direção: Silvio Tendler
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 90 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: Em tempos sombrios, em que o mundo se depara com a perda progressiva de direitos sociais e com o ressurgimento de movimentos de extrema-direita, o documentário “Dedo na Ferida”, dirigido pelo cineasta Silvio Tendler, se afirma como um filme incomodamente atual. Com a precisão de um olhar lapidado em mais de 80 obras de cunho histórico e social, o diretor trata do fim do estado de bem-estar social e da interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos, em uma conjuntura onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social.

america armada08 de dezembro de 2018, às 20h (sábado)
América Armada
Direção: Alice Lanari, Pedro Asbeg
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 90 minutos
Classificação Indicativa: 10 anos
Sinopse: Ameaçadas de morte, três pessoas no Brasil, Colômbia e México resistem à violência usando armas como a informação, a conscientização e o afeto. Três países, muitas vidas, unidos pela opressão.


pantanal a boa inocància de nossas origens09 de dezembro de 2018, às 20h (domingo)

Pantanal, A Boa Inocência de Nossas Origens
Direção: IzabellaFaya, Eduardo Nunez
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 74 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: O dia a dia de moradores da maior planície alagada do mundo, no coração da América do Sul, um dos locais mais desafiadores para o ser humano. Partindo do olhar dos personagens, vamos entender melhor o frágil equilíbrio entre homem e natureza num lugar onde é impossível não entender que somos parte de algo muito maior, no qual o movimento das secas e das enchentes determina a forma de viver.


belo monte depois da inundaáo13 de dezembro de 2018, às 20h (quinta-feira)
Belo Monte: um ano após a inundação

Direção: Todd Southgate*
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 50 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: Belo Monte tem sido um para-raios de controvérsia ao longo dos últimos 30 anos de insistência na construção da central hidroelétrica pelo governo. Depois da Inundação, compara as muitas promessas feitas pelo governo federal e pelas empreiteiras durante as negociações para a construção da barragem com a situação atual, através de entrevistas com os moradores da região, ativistas e povos indígenas. 
*Bate papo com o diretor após o filme.


buscando sentido14 de Dezembro de 2018, às 20h (sexta-feira)

Buscando Sentido
Direção: NathanaëlCoste, Marc de laMénardière
Gênero: Documentário
País: França
Duração: 87 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: O documentário conta a história de dois amigos de infância, Marc e Nathanaël, que decidiram largar tudo para iniciar uma jornada em busca da solução dos questionamentos sobre os caminhos do mundo. A jornada dos jovens pelos continentes serve para que eles repensem sua relação com a natureza, com a felicidade e com o sentido da vida.


ser to velho cerrado15 de dezembro de 2018, às 20h (sábado)

Ser tão velho cerrado
Direção: André D'Elia
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 106 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: Os moradores da Chapada dos Veadeiros, preocupados com o fim do Cerrado em Goiás, procuram novas formas de desenvolver a região sem agredir o meio ambiente em que vivem. O desafio, agora, é conciliar os interesses relacionados ao manejo da Área de Proteção Ambiental do Pouso Alto. Para isso, a comunidade científica, grandes proprietários de terra e defensores do meio ambiente iniciam um diálogo delicado, mas necessário.


hibridos os espiritos do brasil16 de dezembro de 2018, às 20h (dezembro)

Híbridos: Os espíritos do Brasil
Direção: Vincent Moon, Priscilla Telmon
Gênero: Documentário
País: Brasil
Duração: 88 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: Um estudo experimental e etnográfico sobre os cultos religiosos do Brasil contemporâneo. Conheça os laços fraternos entre curandeiros, xamãs, místicos, devotos e iniciados.